neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   


sou casada e sou viciada em dar o cú


sou casada e sou viciada em dar o cú




silviadelicia publicou o seguinte:

...


Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 257998 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: AMANDO MEU PROFESSOR
OI, EU TENHO 18 ANOS E DURANTE O ULTIMO MÊS ME VI PRESA A UMA FANTASIA DA QUAL AINDA NÃO CONSEGUI SA...

Publicado em 25 August 2016 | 7:17 am
Confissão: Minha namorada acha meu pênis pequeno!
Minha namorada acha que meu pênis é pequeno. Diz que em algumas posições ela não sente muito prazer....

Publicado em 25 August 2016 | 5:27 am


E agora... O conto de gildeci :

eu sou uma mulher casada devidamente comportada, sou executiva, tenho 29 anos, morena clara,165mt,65 kg, chamada gostosa, porem sempre fui muito comportada, casei direitinho com 0 1 namorado .
ninguem imagina como sou uma puta na cama e sou viciada em dar um cuzinho, vou descrever para voces a primeira vez que eu dei o meu rabinho e foi delicioso, foi assim fui para uma fazenda de uma tia do mu esposo nas ferias da faculdade juntamos as ferias e conseguirmos ir junto, logo no 1 dia senti que iria ser 15 dias diferentes em minha vida estavamos casados a 6 anos e estava dificil o relacionamente estavamos precisando de uma renovada sabe, a noite não tinha energia então tomavamos benho nunha cachoeira ali perto no 2 dia de banhos eu o ataquei e chupei o pau dele até fazer ele gozar e então pensei poderia surgie de min esse pedido, e disse a ele amanhã é sou vez de me surpreender, eu ja estava querendo dar e ele tambem queria mais ele tinha medo da minha reação, por ser 1 namorado garota de familia essas coisas, e os dias ian passando e ficava naquele desejo sempre, quando fomos para o próximo banho a noite na cacheira ele falou, quero algo que nunca me deu, e eu disse o que: "na verdade eu queria que ele pedisse ere um fetiche meu" ele falou as palavras deliciosas " quero comer todo o seu cuzinho hoje"
EU IMEDIATAMENTE FIQUEI DE QUATRO E ELE MIN LAMBEO POR CERCA DE MEIA HORA E ME MASTURBOU E LOGO DEPOIS DEU DUAS CUSPIDAS NO MEU RABINHO E METEO COM FORÇA, NUNCA SENTI UMA DOR TÃO GOSTOSA ANTES,
e depoes desse dia todos os dias que retavam de ferias eu dei o cuzinho tinha dias que ere duas, tres vezes seguidas e dai fiquei viciada em dar o cu, se eu não fizer eu não fico satisfeita sou uma puta sedenta por dar o cu sempre!!!!!!!!!!!!!!!



#3429 Comentários - 23-10-2010 - 12:20 AM por gildeci - Fetiches - Confirmo, É EXCITANTE (194) - Nota negativa! (70)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.
Belo homem de Brasília, 44 anos, 1,78 77 kg em forma, branco separado moro só meu apt, verdadeiro, discreto,seletivo, busca gatas casadas, solteiras e gatas Bi, para relação saudavel segura e intima total aonde tenha muito sexo. Sou especialista em oral demorado e Anal profundo carinhoso. Acessem somente mulheres reais com fotos whatsapp (61)99638-1012. preferencia Brasília#1 - 20-08-2016 - 01:06 PM por discreto/ fudedor - reportar abuso
Meu marido me viciou em sexo anal.Depois que começamos a fazer não tenho mais como parar e gozo muito mais que fazendo sexo vaginal. É uma sensação incrivelmente gostosa me sentir penetrada por tras até porque ele tem muito grande, enorme er me preenche toda. Umas amigas falavam mas eu nnca acreditava que era tão bom rsrsrsrsr.#2 - 20-08-2016 - 09:14 AM por Terezinha - reportar abuso
Adoro comer um cuzinho, alguma mulher interessada? Mande-me fotos dos peitos, buceta e cuzinho #3 - 10-08-2016 - 04:55 PM por Comecu - reportar abuso
Tentei diversas vezes contato com a Adriana e não consegui. Tenho anotado o email dela mas ñ consigo me contactar.Caso queira contato comigo meu email é:fati_casadinha@hotmail.com okay?#4 - 02-08-2016 - 08:14 PM por Fatima Mende - reportar abuso
Oi mulheres tenho 16 anos sou homem bem alto sou virgem senpre bato punheta pensando em mulher mais velha do que eu mulher q tem 27 A 50 anos !! Mulheres enteresada em tira meu cabaço !! Chama no zap 01198488-4824 sou de sp capital !! Fico sempre on !! Bjs#5 - 21-07-2016 - 04:00 PM por anônimo - reportar abuso
Li o relato da menina que o marido urina dentro do anus dela e fiquei motivada a contar a minha estória. Acho que os homens,mesmo aqueles bonzinhos e carinhosos, quanto estão fazendo sexo com a gente, entra em cena um componente meio animal e selvagem mesmo. Comigo e com meu marido acontece algo também meio selvagem e agressivo. Eu sou bem pequena, tenho apenas 1,55 m e magra,já meu marido é um homem grande e forte de 1,78 m e 98 kgs. Meu marido é advogado e montou um escritório dentro da nossa casa em uma edícula nos fundos. Eu sou a secretaria dele e temos dois filhos ,uma menina e um menino, ela com 11 e ele com 13. Ambos passam as tardes na escola e meu marido e eu passamos as tardes sozinhos em casa e trabalhando. Divido as minhas tarefas da casa e do escritório e ainda sobra tempo para umas sacanagens com o meu marido. Já vou entrando logo no assunto central senão vai ficar muito longo esse texto. Quase todas as tardes, após eu retornar do fórum, dos bancos e correios, onde realizo as tarefas rotineiras do escritório do meu marido, ele me chama e eu já estou tão acostumada com o que ele me faz que eu já sei o que vai acontecer e já vou preparada. Tiro a calcinha e fico só de vestido e sandálias e vou ao meu quarto onde escondo no quarda-roupas um pote de creme lubrificante e passo por toda a minha buceta e em seguida vou ao encontro dele no escritório nos fundos da nossa casa. Lá ele me junta com um braço pela minha cintura e com a outra mão,quase sempre a mão direta, ele posiciona a mão em forma de punho fechado bem na entrada da minha buceta e empurra com pressão e fazendo força até entrar toda dentro de mim. Nesse momento meu coração acelera, meus lábios vaginais esticam ao máximo de tamanho e sinto um volume enorme dentro da minha vagina formado pelo volume da mão dele. Em seguida ele me erque no ar e eu fico pendurada com as pernas balançando e me segurando pelo pescoço dele. Sinto a mão dele forçar o fundo do canal da minha vagina cada vez mais , o que vai fazendo com que a mão dele entre cada vez mais dentro. No começo a minha buceta esta um pouco apertada em volta do punho dele e entra até a altura do pulso,mas passados alguns minutos e de tanto ele me erquer no ar pra La e pra Ca com a mão forçando o fundo do meu útero, eu consigo ver que o braço dele vai entrando cada vez mais até ficar quase até a metade todo enfiado dentro de mim. Isso já duro uns 3 ou 4 anos, acho que ele aprendeu isso pelo computador na internet, pois vivo pegando ele vendo pornografia e se masturbando. Passo seguinte, ele me põe sentada em uma poltrona de couro com as pernas bem abertas apoiadas nos braços da poltrona e fica metendo a mão dentro de mim, tipo socando,tirando e pondo com força e rápido. Isso vai me dando um comichão de vontade de gozar que como eu solto muito liguido quando gozo, eu aviso ele que ta me chegando o gozo e sem tirar a mão de dentro ele me pendura no ar de novo e me leva pro banheiro,ai eu me posiciono perto do vaso sanitário e com a perna apoiada sobre o vaso ficamos juntinhos abraçados enquanto ele fica socando a mão por todo o percurso da minha vagina,quase tirando fora bem na portinha e depois socando rápido e com força até bater no fundo. Após algumas varias socadas destas eu vou ao orgasmo dizendo: “ ai.... amor... que delicia.... continua assim que eu vou gozar... ai... não para que eu vou gozar... ai... que gostoso... faz rápido que eu vou gozar...” A hora que ele percebe que eu estou gozando,eu fico dando pulinhos e falo que estou gozando, ele tira a mão com o punho fechado bem rápido para fora .Chega a fazer um barulho tipo :” Ploc...”. Em seguida a minha vagina tem varias contrações e esguicha um monte de liguido ,parece que estou urinando. Fico com a sensação de um vazio dentro da minha vagina dando a impressão que ficou um buraco aberto. Passo a tarde toda sentindo a minha buceta bem larquinha e um poudo doloridinha,mas é uma dorzinha gostosa.Quando eu me sento e aperto ela, dá uma dorzinha leve e gostosinha depois. Só volta ao tamanho normal e para a dorzinha na manhã seguinte. Tamanho normal no sentido de fechar um pouco e não ficar um buraco meio aberto e vermelho ,mas desde que me casei até o presente momento, a minha buceta esta bem maior agora. Antes ,quando eu era moça, eu tinha acho uns 6 cms de comprimento dos lábios da minha buceta, e agora além dos lábios terem ficado bem maiores e mais escuros, eles aumentaram bastante no comprimento para uns 9 ou 10 cms. Acho que estão na medida do diâmetro da mão fechada em punho do meu marido.Apesar de eu ser bem clarinha e loira, os lábios da minha buceta são escuros e fogem do tradicional.Procuro me manter sempre bem depilada e limpinha. Apesar de fazer um pouco de estrago na minha buceta, eu acho que fiquei meia viciadinha nisso e não imagino ficar sem mais. Só tenho folga e fico com a buceta se recuperando e descansando nos meus períodos menstruais. Assim que passa a menstruação, fico com a buceta coçando de vontade de levar a mãozona gostosa do meu marido e as esporradas dele. Meu marido também gosta do sexo tradicional, e umas duas vezes na semana temos sexo com ele ejaculando dentro de mim e metendo com o pau dele.Apenas não fazemos sexo anal.Nunca tivemos interesse nesta opção. Algumas vezes que ele ejacula dentro da minha vagina, vamos ao banheiro e ele coloca a mão dentro depois. Fica meio diferente ele meter a mão quando estou com esperma dentro da vagina ou usando o creme lubrificante. Com o creme a mão escorrega bastante e aquento ele socar a mão bastante tempo. Quando estou com esperma dentro a mão dele não desliza muito fácil e fica dando umas travadinhas e fico com as paredes da vagina meia sensível e depois chega a arder.Deste modo eu fecho os olhos e fico imaginando que estou com o pau de um cavalo dentro da minha buceta e me esporrando toda por dentro,isso dá um tesão gostoso e diferente. Acho que essa preocupação de ficar com a buceta ou o anus,que não é o meu caso, muito largos e grandes, deve ser apenas para as mulheres jovens que ainda não se acertaram com um homem para se casarem e terem um companheiro fixo para sempre. É sabido que os homens gostam mais das apertadinhas e pouco rodadas,mas quando a gente tem um companheiro que se pretende ficar juntos para sempre, acho que vale tudo e no meu caso está sendo prazeiroso para os dois. Meu marido gosta de ver a minha buceta bem grande e larga e eu também tenho prazer em que ele use ela desta forma. Eu costumo dizer a ele assim: “ amor... quando a gente se casou,eu dei a minha buceta para voce. Pode usar ela como voce quizer,mas se ela estragar voce não vai ter outra depois heim...” Ela dá risada e concorda. #6 - 09-07-2016 - 03:18 PM por Anonima - reportar abuso
Conheci uma mulher casada pela internet e trocamos e mails, fotos e telefones.Estava muito tesuda, não tinha diálogo com o marido e por isso resolveu realizar fantasias sexuais comigo. A recebi no meu escritório, onde ela realizou a primeira fantasia:Tocou o interfone, abri a porta e ela ficou na minha sala de espera.Sendo discreta, veio de calça e comprou um vestido sexie que guardou na sacola e trocou na sala de espera.Depois disso apagou a luz, bateu na minha sala privativa, ficou de 4 a minha espera.Disse depois que seu coração estava acelerado, a xaninha babada e ficou ainda mais babada quando abri a porta e comecei a acariciar os cabelos, a nuca, as costas, antebraços, alisei as coxas, levantei lentamente o vestido e ela gemia baixinho, lambi a bunda, enfiei a língua naquele rabinho que piscava.Chupei muito, a deitei e cai de lingua no clitóris, chupei tanto até ela se contorcer e gozar várias vezes na minha língua, sendo lambida, mamada, sugada.Havia comprado 03 plugs anal, enfiei o primeiro lentamente, fui alargando o cuzinho.Com o tempo tirei e inseri o segundo, fiquei beijando, lambendo, ela me mamava de 4 e por fim enterrei o terceiro plug no cu dela.Ela foi até o estacionamento onde estava meu carro e seguimos para o motel, ela com o plug dentro do cu.Andava lentamente, as vezes fechava os olhos em sinal de tesão. Mostramos nossos exames médicos para confiança mútua.Dentro do motel ela me mamou e eu enfiava e tirava o plug do cu dela.Fizemos 69, ela gozou novamente, o plug sempre dentro do reto. Em síntese, para não alongar demais meu depoimento, a deixei de 4, tirei o plug anal, vi o arrombo e enfiei o pau na xana dela.Enfiei e fiquei fazendo vaivém e aumentei o ritmo, quando estava perto de gozar ela pediu para parar.Tirei da xana e enfiei o pau no cu.Estava aberto, entrou sem dificuldade, ela gemia e se masturbava.Meti com velocidade total e plena até ela urrar de olhos fechados e de boca aberta sentindo o pau dentro do cu. Gemeu, gozou, pediu para gozar e gozei gostoso. Depois de tomarmos banho juntos, novos beijos, vimos filme erótico, nos chupamos e ela me mamou tão gostoso que enchi a boca dela de porra cremosa.Saímos mais algumas vezes. NUma das vezes ela tinha lido um relato de uma menina que tinha levado mijo dento do cu e quis experimentar isso, gemeu como louca, enquanto eu mijava dentro do intestino ela gemia e dizia...ai tá esquentando..ai seu tarado mijão comedor de cu...tinha bebido muita água e estava com vontade de urinar, então saiu muito mijo lá dentro. Depois que mijei tudo deixei parado, ela quis ficar de 4 então bombei como doido, começou a vazar mijo conforme ela peidava e gritava de tesão.Quando eu dei uma parada ela pediu para ficar quieto sem me mexer e ela conseguiu mijar fazendo muita força. Ela tentou arrumar uma amiga bi para a gente transar mas não deu tempo pois o marido dela foi transferido para outro estado e depois disso ficaram as boas lembranças.Até hoje ela me envie e mail onde diz que ainda não esquece as loucuras que fizemos juntos, que se masturba e que está sempre tesuda. machoalfasorocaba@bol.com.br Contato inicial pelo e mail acima em referência #7 - 08-07-2016 - 06:15 PM por machoalfasorocabasp - reportar abuso
Ajudem-me a tirar algumas dúvidas sobre sexo anal. Acredito que as meninas que fizeram ou fazem esta modalidade de sexo ,poderiam me ajudar a tirar da cabeça uma grande preocupação que ando vivenciando. Estou namorando um belo rapaz ,o Júlio, já está fazendo quase um ano. Ele estuda engenharia e esta no terceiro ano do curso. Nos conhecemos em uma festa de uma amiga minha e estamos nos dando bastante bem em tudo. No quesito sexo, ele é bem arrojado e sempre inventa algo novo no nosso relacionamento que entre eu ficar assustada,surpresa ou preocupada, por amá-lo bastante, acabo por aceitar. A minha grande preocupação é a seguinte, será que fazer sexo anal com relativa grande freqüência pode causar algum problema? O Júlio é bastante bem dotado e tem um penis que além de comprido(18 cm) é também bastante grosso(um pouco menor que uma latinha de energético redbull) e com a cabeça bastante grande. A cabeça dá quase o diâmetro de uma latinha de cerveja. Estou fazendo cursinho pré-vestibular e aos sábados pela manha o Júlio vem me apanhar em casa e vamos ao apartamento dele passar o final de semana juntos. Os pais dele pagam o aluguel e as despesas dele até ele se formar e poder ganhar o dinheiro dele sozinho. Estamos planejando um futuro juntos e pretendemos nos casar daqui talvez uns três anos. Bem, já mencionei que estou preocupada com o fato de fazer anal e poder trazer alguma conseqüência de saúde. O Júlio,apesar de carinhoso a maior parte do tempo, quando estamos fazendo sexo ele muda um pouco e fica meio selvagem e gosta de me ver sofrer um pouco e ficar com dor. Ele foi o primeiro homem a fazer anal comigo. Eu já tinha perdido a virgindade com um namoradinho na época do colégio ,que não durou muito tempo(apenas 4 meses). Normalmente acontece o seguinte nos nossos encontros nos finais de semana no AP dele. Fazemos sexo vaginal, ou seja , o Júlio me come na boceta um tempo(sempre usando camisinha – tentei o uso de pílula mas eu retenho muito liguido e fico inchada e gorda - parei), e segura o gozo para depois irmos ao banheiro onde fazemos sexo anal,ou sentados sobre uma cadeira(aquelas de plástico branca) ou sob o chuveiro. Passamos a ir ao banheiro para sexo anal por já ter acontecido de eu me borrar toda de merda e sujar todo o nosso lençol( depois dá uma trabalheira para limpar e fica um cheiro de merda no ambiente que não sai fácil). Com o pau(agora sem a camisinha)bem duro e apontando para cima, o Júlio fica sentado na cadeira enquanto eu passo uma pasta lubrificante no meu anus para em seguida me posicionar sentando em cima do pau dele. Nas primeiras vezes que fazíamos isso eu chegava a chorar de dor e desespero,mas agora o meu anus ficou bem acostumado e entra relativamente fácil e não dói tanto mais(só nos primeiros minutos depois que o pau entrou).Então eu fico sentada no colo dele um tempinho enquanto o Júlio fica enfiando o dedo na minha buceta(no clitóris) e nos meus peitos e beijando o meu pescoço e fungando no meu ouvido( isso vai me deixando doidinha de tesão e o cu fica piscando feito doido sem controle apertando o pauzão grosso dele). Então eu fico subindo e descendo sobre o mastro duro dele enquanto o anel do meu cu vai ficando cada vez mais afrouxado e molinho. O Júlio fica me pedindo para fazer força para apertar o pau dele enquanto eu subo e desço no colo dele. Fazemos isso até o anel do meu cu não ter pressão mais e não fechar envolta do pau dele. Nesse ponto o meu cu já ta todinho relaxado e bem afrouxado. Passo seguinte, o Julio me leva para dentro do Box do chuveiro(sem tirar o pau de dentro), abre o chuveiro e então inicia uma foda mais rápida e com força,fazendo movimentos de por e tirar o pau bem rápido e enfiando até o fundo e girando lá dentro. Não é sempre mas muitas vezes nesta parte eu solto fezes e o pau dele fica todo sujo de merda marrom em volta. Então ele goza e solta todo o esperma dele dentro de mim bem no fundo. Recentemente ele inventou uma nova.Depois de assistir um jogo de futebol e tomar umas duas ou três cervejas, ele me leva pra cama, me fode na boceta e depois a parte do anal no banheiro e depois de gozar dentro do meu cu, ele espera um tempinho com o pau dentro e começa a urinar dentro do meu intestino.Na primeira vez que ele fez isso eu nem estava entendendo o que ele tinha feito(só senti um quentinho por dentro),só a hora que ele terminou e falou,mijei dentro do teu cu ,amor... Até dá um tesão gostoso quando ele faz isso.Toda vez que ele toma umas cervejas eu já sei que vou levar uma mijada dentro do meu cu depois. Contei tudo isso para poder fazer as minhas perguntas: -será que o anel do cu de tanto levar uma rola grossa acaba ficando largo e frouxo para sempre,ou se a gente der um tempo ele volta ao normal depois? - levar umas mijadas dentro do intestino será que pode dar alguma infecção ou trazer alguma doença? O que mais me preocupa é a frouxidão que a gente vai ficando no anel do cu. Antes eu não soltava tanto gazes(peidos mesmo) e não sujava a calçinha com fezes. Agora, eu não posso espirar ou tossir que o cu laceado peida fácil e chego a soltar umas merdinhas moles na calçinha. Na hora que eu faço coco e vou limpar com o papel higiênico, parece que o papel vai entrar todo dentro do meu cu e vai entrar uns três dedos meus lá dentro(eu passo o papel de leve para não entrar no buracão do meu cu). Eu já pensei em pedir um tempo para o Júlio com o sexo anal,mas a hora que eu vejo aquele pauzão grande e duro dele, o meu cu pisca de vontade e eu não resisto e dou sem medo de ser feliz. Acho que vou conseguir dar um tempo no anal só se eu separar do Júlio(o que não quero). Já até achei uma solução para não ficar manchando as minhas calçinhas de merda. Eu coloco uma mini-toalhinha na direção do cu sob a calçinha que quando eu solto alguma merdinha, é bem mais fácil lavar a toalhinha do que manchar e marcar as calçinhas que custam mais caro. Cada uma cada uma , mas aquela grande pergunta polemica sobre o tamanho do pau do cara se faz diferença no nosso prazer, a minha resposta é que sim.Eu fico toda larga e arrombada(na boceta e no cu) mas não abro mão mais de ter um companheiro bem dotado,pois homem com pauzinho fino e pequeno ninguém merece, né... Amigas, mandem-me opiniões e respostas para minhas indagações no e-mail: dricasolanoreis@hotmail.com Obrigada.... #8 - 30-06-2016 - 07:34 PM por Adriana - reportar abuso
Gente... Preciso desabafar um segredo meu aqui com vocês... Sou casada a quase dois anos e ainda estamos(eu e o meu marido,não temos filhos ainda mas estou grávida de quatro meses) lutando para construir a nossa vida juntos.Pagamos aluguel e procuro ajudar o meu marido lavando roupas do pessoal aqui na vizinhança. Moramos no Capão Redondo e temos um quase vizinho policial militar. Ele é bem jovem e solteiro,mora sozinho e já vi ele com uma moça nos finais de semana que me consta ser namorada dele. Ele mora a quatro casas depois da nossa. Ele trás a farda dele dentro de uma sacola para eu lavar e passar de três em três dias. Acho que é bem sabido que o policia procura esconder da vizinhança que é PM para não ter problemas com a bandidagem, o que aqui na região tem bastante. Meu marido sabe que eu trabalho para este PM e como ele vem em nossa casa trazer e levar embora a farda, meu marido confia e o PM tem transito livre em casa. Bem, preciso dizer que eu adoro chupar um pau. Aprendi bem cedo e com treze anos eu já mamava um cacete como ninguém. Desde cedo aprendi a não ter nojo de esperma e me acostumei a mamar e a engolir o leitinho depois. Voltando ao PM que eu lavo a farda dele, um dia, enquanto ele esperava sentado no sofá da nossa sala onde eu tenho a tábua de passar roupas, e eu estava bem a vontade de shortinho curto mostrando as dobras da minha bunda e os seios balançando soltos e livres sem soutiens, a hora que eu me voltei para trás para entregar a roupa para o PM, que estava de bermuda, percebi um enorme volume na frente ,bem na direção do pau dele. Ele ficou meio sem jeito e sem graça enquanto eu fiquei paralizada olhando para o volume dele. Por alguns segundos fiquei imaginando como seria o pau dele e que sabor teria se eu pudesse chupa-lo. Ele então levou a mão sobre o pau e me perguntou: “quer ver ele fora da minha bermuda...?” eu respondi: “Ai... nossa que vergonha...desculpa... querer até quero mas eu não posso... meu marido não ia gostar....” ele: “não te preocupa não...... ninguém vai saber...” e já foi colocando o pau e o saco todo pra fora da bermuda. Eu tive a reação de me virar para o outro lado mas não me contive e voltei o meu olhar para o pau dele e fiquei hipnotizada com o que eu via. Um saco enorme com duas bolas grandes penduradas e um pau cheio de veias, duro e com uma cabeça grande e avermelhada . Ele me perguntou: “quer pegar um pouco nele...? fica tranqüila que ninguém vai saber de nada disso...” Eu me aproximei e peguei aquela pica dura com a minha mão envolvendo a toda dizendo: “nossa moço... que dura... é maior e bem mais dura que a do meu marido... eu ando meia carente sabe...., por estar grávida meu marido tem me evitado ultimamente... ando subindo pelas paredes de vontade.....” Depois de fazer uns movimentos como que punhetando aquele pau bastante duro, vi sair umas gotas de liguido lubrificante do buraquinho do pau dele. Figuei doidinha de vontade de chupar e saborear o gosto dele. Não me contive mais e falei: “posso chupar um pouco...voce jura que não vai contar nada pra ninguém...? “ no que ele me garantiu que tudo ficarei entre nós apenas, cai de boca feito uma esfomeada e suguei aquele pau feito uma bezerrinha mamando nas tetas da vaca. Já estou no meu sétimo mês de gravidez e já mamo o pau do meu PM desde então e tomo o leitinho dele direto e reto. São pelo menos duas vezes na semana.Quase sempre ele em pé e eu sentada na ponta da poltrona da sala com o meu rosto bem na direção do pau dele. Pego as bolas com a mão e fico sugando o pau dele e saboreando o caldinho docinho que sai do buraquinho do pau dele até ele ejacular uns sete ou oito jatos de esperma dentro da minha boca que eu engulo tudo sem perder uma gotinha sequer. Ele tem um esperma bem gostoso, ele não fuma e não bebe e se alimenta bastante de vegetais. Detalhe importante – apenas faço boquete nele e nunca aconteceu nada alem disso. Não fico com nenhuma culpa ou peso na consciência pois desde a minha adolescência eu mamava a pica de outros carinhas mesmo namorando ou tendo um ficante.Procuro separar as coisas na minha cabeça. Uma coisa é sentimento por um cara, outra bem diferente é mamar um cacete para matar a vontade e não se envolver com o cara. #9 - 25-06-2016 - 03:36 AM por boca feita de buceta.... - reportar abuso
Gizelle Arruda S.... Meu marido tem prazer em ser corno e gosta que eu o traia com outros machos. Meu marido me fode bem de vez em quando. O pau dele só fica duro quando eu estou dando para outro e ele fica ouvindo os meus gemidos e espiando pelo vão da porta do nosso quarto e se masturbando. No começo do nosso namoro ele disfarçava bem e se esforçava para me dar sexo todo final de semana nos nossos encontros.Depois do primeiro ano de casados o sexo foi ficando cada vez mais espaçado e quando eu o procurava para sexo ele dizia: “vai procurar outro pra te foder... eu já to enjuado de ti...” Eu apenas comecei a fazer o que ele mesmo me sugeriu. Depois do susto de levar o primeiro homem pra nossa cama na nossa casa, eu descobri que ele gostava disso e não parei mais. No momento eu levo o filho da minha vizinha para a minha cama enquanto o meu marido fica na sala ouvindo os meus gemidos no nosso quarto. O filho da minha vizinha tem 19 anos e está servindo o exercito aqui na cidade(tiro de guerra).Ele sai cedinho da casa dele e volta em torno do meio dia. Depois do almoço ele vem em casa com o propósito de estudar inglês comigo. Eu sou professora de inglês e arrumei a desculpa de dar aula para ele para a mãe dele não desconfiar do meu caso com ele, em troca a mãe dele lava e passa algumas roupas pra nos. Entre eu ,ele e meu marido está tudo às claras e o Carlos(o meu vizinho comedor) sabe que meu marido tem prazer em me ver sendo usada por outro homem. Meu marido tem um pouco de vergonha em ficar dentro do nosso quarto enquanto o Carlos está em cima de mim me fodendo, mas as vezes ele fica tão excitado que não resiste e entra no nosso quarto e fica assistindo de perto enquanto se masturba. Após o Carlos soltar todo o esperma do saco dele dentro da minha vagina, eu peço a ele para ir para a sala assistir TV, e chamo o meu marido para o quarto.Fico com as pernas bem abertas e digo ao meu corninho manso – “olha só meu corninho... olha o que o Carlos fez com a boceta da sua mulherzinha...”.Ele fica em pé ao lado batendo punheta e olhando a minha boceta toda larga,vermelha e vazando esperma do Carlos. Depois ele se abaixa e fica lambendo a minha boceta e saboreando o gozo do Carlos. Ele fica com vergonha de fazer isso na frente dele. Ainda não tive coragem de fazer sexo anal com o Carlos. Ele é bem dotado e tem um pau bastante grosso e comprido. Como eu sou praticamente virgem no anus, prefiro não tentar ainda. Eu nunca desconfiei do meu marido ser viado e pelo que me consta ele nunca transou com outro homem. Só que sempre que ele se masturba, ele ejacula dentro de um copo e depois toma o próprio esperma. E o esperma do Carlos ele toma indiretamente me chupando depois do Carlos gozar dentro da minha boceta. Eu já perguntei ao meu marido se ele tem vontade de dar para o Carlos ou chupar o pau dele,mas ele me respondeu que não e só quer ouvir e assistir eu ser fodida por ele. Durante a semana o Carlos vem em casa umas duas ou três vezes e como o meu marido trabalha ele não pode curtir eu ser comida por ele.Apesar disso eu deixo para me lavar e tomar banho depois do meu marido me cheirar e lamber a minha boceta. Meu marido só participa e fica ouvindo na sala os meus gemidos e o meu gozo aos sábados. O Carlos passa o sábado praticamente todo aqui em casa. Ele já se tornou amigão do meu marido. Eles ficam conversando na sala assistindo TV e tomando cerveja. O Carlos é bem vigoroso e me dá umas duas fodas no mesmo dia(no sábado mesmo),uma de manha antes do almoço e outra no meio pro final da tarde. Acho que ele ainda agüenta dar mais uma à noite na namorada dele. Sei que ele está namorando uma menina novinha aqui da cidade. Eu já perguntei se ele gosta mais da minha boceta ou da namorada dele. Ele me respondeu que das duas mas são diferentes, a minha ele disse que é mais larga e funda e bem molhada, a da namorada bem apertada, rasa e um pouco seca.Ele diz que nem consegue colocar o pau todo dentro dela que bate no fundo e ela reclama de dor.Ela é bem novinha ainda e tem apenas quinze anos. Me contou isso e me pediu segredo,pois os pais da menina acham que ela é virgem e que eles namoram sem ter sexo(eles transam às escondidas e sempre com camisinha). Conclui que ele gosta mais de comer a minha boceta que alem de ser mais macia e engolir o pau dele todo até o fundo,ainda deixo ele gozar dentro sem camisinha.Adoro sentir o quentinho e o meladinho da porra dentro. Eu e meu maridinho corno nos damos muito bem e acho que nascemos um para o outro. Ele curte ser corno e me ver dando para outro homem e eu sou um pouco vagabunda mesmo e adoro sentir paus diferentes dentro da minha vagina. Depois que a gente descobre que tem marido corno manso, a gente se sente tão livre e dona da situação que é como ser casada e uma respeitável dona de casa e levar vida de solteira. Adoro atrair meus machos com roupas bem provocantes e estou sempre disposta a um relacionamento novo. É só o carinha mostrar interesse e me cantar que eu levo pra casa e dou mesmo,sem medo de ser feliz. #10 - 25-06-2016 - 01:33 AM por Gizelle Arruda S.... - reportar abuso

Coloque aqui o Seu Comentário sobre este conto:

Seu Nome:

Comentário:

Código anti-spam:      (reescreva o código à esquerda)