neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   


sou casada e sou viciada em dar o cú


sou casada e sou viciada em dar o cú



Divirta-se no Bate-papo do Eu Confesso. Entre por aqui.



Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 388643 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: Peguei meu Professor Casado
Oi, vou confessar uma história real que aconteceu e acontece comigo até hoje. Eu estudo numa escol...

Publicado em 12 December 2017 | 7:02 am
Confissão: Traí meu marido várias vezes
Desde que comecei a trair meu marido minha relação melhorou muito, agora rola muitas safadezas, ele ...

Publicado em 12 December 2017 | 6:53 am


E agora... O conto de gildeci :

eu sou uma mulher casada devidamente comportada, sou executiva, tenho 29 anos, morena clara,165mt,65 kg, chamada gostosa, porem sempre fui muito comportada, casei direitinho com 0 1 namorado .
ninguem imagina como sou uma puta na cama e sou viciada em dar um cuzinho, vou descrever para voces a primeira vez que eu dei o meu rabinho e foi delicioso, foi assim fui para uma fazenda de uma tia do mu esposo nas ferias da faculdade juntamos as ferias e conseguirmos ir junto, logo no 1 dia senti que iria ser 15 dias diferentes em minha vida estavamos casados a 6 anos e estava dificil o relacionamente estavamos precisando de uma renovada sabe, a noite não tinha energia então tomavamos benho nunha cachoeira ali perto no 2 dia de banhos eu o ataquei e chupei o pau dele até fazer ele gozar e então pensei poderia surgie de min esse pedido, e disse a ele amanhã é sou vez de me surpreender, eu ja estava querendo dar e ele tambem queria mais ele tinha medo da minha reação, por ser 1 namorado garota de familia essas coisas, e os dias ian passando e ficava naquele desejo sempre, quando fomos para o próximo banho a noite na cacheira ele falou, quero algo que nunca me deu, e eu disse o que: "na verdade eu queria que ele pedisse ere um fetiche meu" ele falou as palavras deliciosas " quero comer todo o seu cuzinho hoje"
EU IMEDIATAMENTE FIQUEI DE QUATRO E ELE MIN LAMBEO POR CERCA DE MEIA HORA E ME MASTURBOU E LOGO DEPOIS DEU DUAS CUSPIDAS NO MEU RABINHO E METEO COM FORÇA, NUNCA SENTI UMA DOR TÃO GOSTOSA ANTES,
e depoes desse dia todos os dias que retavam de ferias eu dei o cuzinho tinha dias que ere duas, tres vezes seguidas e dai fiquei viciada em dar o cu, se eu não fizer eu não fico satisfeita sou uma puta sedenta por dar o cu sempre!!!!!!!!!!!!!!!



#3429 Comentários - 23-10-2010 - 01:20 AM por gildeci - Fetiches - Confirmo, É EXCITANTE (223) - Nota negativa! (75)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.
Descobri à pouco tempo a delicia que é sexo anal. Sempre tive muito receio de fazer e medo de machucar ou causar algum dano à saúde. Meu namorado foi insistindo e com muito jeitinho acabou me convencendo. Agora acho uma delicia e não ficamos sem fazer mais. Todo final de semana ficamos juntinhos e ele me come no cu pelo menos umas tres vezes. É uma sensação diferente do que a penetração vaginal mas me proporciona um gozo mais intenso e prolongado. Me dá uma sensação de submissão e de estar sendo dominada por ele que me dá bastante tesão. Meu anus já acabou ficando mais laceado e o penis do meu amor entra bem fácil agora. Fico de quatro e ele depois de molhar a piroca na minha boceta ele enfia dentro do meu anus e deixa parado dentro até o meu cu abrir e acostumar com o pau dele. Depois ele começa a movimentar pondo e tirando. Nessa hora já vai me dando um comichão gostoso na espinha e só vai aumentando conforme ele fica socando. No apice da foda ele soca a piroca bem rápido e com força enterrando tudo dentro. A hora que eu falo: " ai amor... que delicia... não para não... vou gozar... soca com força que eu gosto...". Nessa hora ele puxa o meu cabelo e me dá uns tapas no rosto e diz perto do meu ouvido: " gosta assim né vagabunda... gosta de levar pica dura no cu né safada.." Depois que eu levo uns bofetes de fazer barulho no rosto eu gozo forte e o meu amor continua socando até ejacular dentro. Ás vezes acontece de gozarmos juntos mas é mais frequente ele gozar depois de mim. Normalmente ele me faz gozar umas duas ou tres vezes antes de encher o meu intestino de esperma quentinho. Se eu soubesse que era tão gostoso teria começado antes. Estamos com quase um ano de namoro e começamos a fazer sexo anal a pouco mais de seis meses. Para as meninas que tem medo eu digo que se for com um cara legal, cuidadoso e que faça com carinho no inicio, não tem porque não tentar. A fase critica são as primeiras vezes pois a ansiedade e a tensão são grandes. Depois que o gente gosta da coisa,não vai ficar sem mais não. Antes nas minhas menstruações, a gente tinha que dar um tempo no sexo. Agora meu namorado até gosta de saber que estou com a boceta vazando sangue, e me dá no cu até o furico ficar vermelho e fazendo bico. Tem final de semana que o meu amor exagera um pouco nas pirocadas que ele me dá a ponto do meu cuzinho ficar meio dolorido e ardendo. Depois que ele me deixa em casa no domingo à noite, passo uma pomada chamada Dermatozol que é cicatrizante e analgésica. Me parece que é para passar em queimaduras,mas resolve bem e tira a ardencia do meu anel do cu. No dia seguinte ,no meu trabalho , já sinto umas fisgadas no cu, já com vontade de levar a piroca dura dele de novo. Quando chega sexta-feira estou subindo pelas paredes de vontade de dar o cu para o meu amor de novo. Meu cuzinho fica piscando e estufando pra fora com vontade de ser penetrado com força. Como eu disse lá no começo, sexo anal dá uma sensação diferente do que levar pau na boceta o que eu tambem gosto, mas pra gente que eu não posso engravidar agora e não tomo remedio pra evitar, e o meu amor não curti camisinha, é uma boa opção. #1 - 27-11-2017 - 04:56 AM por Camila - reportar abuso
Sou corno assumido e tenho bastante tesão em ver a minha mulher dando pra macho caralhudo na minha frente. Gosto de assistir e ficar me masturbando. Minha mulher gostou bastante de dar para um colega meu do trabalho. Frequentemente levo ele em minha casa para tomarmos cerveja e ficar vendo ele deitar em cima dela e socar até gozar dentro da boceta dela. Não sei explicar porque eu não tenho o mesmo tesão em comer a minha mulher e sempre que vou meter nela, o meu pau fica mole e eu broxo. Só fico com o pau duro e com bastante tesão pra gozar vendo ela levar rola de outro na minha frente. O carlão,esse meu amigo colega no trampo, é bom de foda e deixa a minha mulher bem satisfeita das pirocada que ele dá nela. Depois que o Carlão enche a minha mulherzinha de porra, eu curto ficar olhando a boceta dela toda lambuzada, ficar cheirando e lambendo a porra que escorre pra fora. As vezes ela leva pra casa uns caras que eu nunca vi antes. Não gosto muito e prefiro que ela transe com os caras que eu conheço e confio. #2 - 23-11-2017 - 06:53 PM por Corno feliz - reportar abuso
Com certeza foi lido por algum GAY PUNHETEIRO.#3 - 23-11-2017 - 05:54 PM por Biba Boba vulgo Bob - reportar abuso
simplesmente brochante. Deve ter sido escrito por algum gay analfabeto#4 - 23-11-2017 - 02:53 PM por bob - reportar abuso
Resolvi escrever um segredinho meu aqui para o pessoal que gosta de ler coisas picantes . Sou estagiária em uma multinacional do setor alimenticio aqui em São Paulo – Capital. Alias no nosso departamento de produtos e qualidade somos em três, a Julia a Nádia e eu. A Júlia é uma morena magra e bem alta, a Nádia é do meu tamanho mas meia cheinha e um pouco gordinha, eu sou baixinha loira natural e magra porem com um corpo bem desenhado. No nosso setor somos subordinadas à um gerente de produtos que no caso é o Sr. Walter,um engenheiro tido como um cara exigente e meio galinha e garanhão. Dá em cima de toda a mulherada na empresa. Ele se interessou por mim e me deu um cheque mate no sentido de que se eu entrasse no esquema dele eu teria grande chance de me efetivar na empresa. Falou o seguinte: “se você me fizer uns agrados e favores sexuais eu peço a sua efetivação. Depende de ti...” Conclusão, como eu preciso dessa vaga e no ano que vem me graduo no curso de Engenharia de alimentos, entrei na dele e comecei a fazer chupeta no pau dele umas duas ou três vezes durante a semana. É quase dia sim dia não. Deixei bem claro que seria apenas chupetas pois tenho namorado e não transo com homens fora do meu relacionamento que está bem encaminhado para casamento. As minhas colegas Júlia e Nádia não sabem de nada, eu escondo delas pois como eu já estou com um pé dentro da empresa, se elas descobrirem o meu esquema com o meu gerente supervisor Eng. Walter, nem sei o que poderia acontecer. No periodo da tarde quando chega o horario de apresentar a ele as fichas de controle dos produtos que eu faço checagem e avaliação de qualidade, o Eng. Walter me chama na sala dele, eu tranco a porta com a chave para ninguém entrar de repente e sem dizer nada um para o outro, eu me sento numa cadeira com a prancheta no meu colo, coloco os meus seios pra fora da blusa , ele fica do meu lado em pé e após liberar o pau pra fora da calça, eu ponho dentro da minha boca e começo a chupar. Obs: ele exige que tenha bastante lambida nas bolas do saco e que eu engula o esperma dele no final. No começo eu engasgava e tossia muito com o gosto amargo da porra dele na minha boca ,mas fui acostumando e pequei as manhas de assim que ele começa a ejacular eu ponho a cabeça do pau dele bem no fundo da boca e vou engolindo os jatos assim que saem. Isso faz com que eu nem sinta o gosto e engulo bem fácil depois que comecei a fazer desse jeito. Assim que ele goza e termina ele me diz após dar uma respirada funda e uma risadinha safada: “boa menina... boa menina.... já estou falando com o Diretor para te dar a efetivação...” Ele também me pede para vestir blusa mais decotada e fácil de deixar os meus seios de fora enquanto eu chupo e ele ficar passando a mão neles e apertando os mamilos com os dedos. Ás vezes me dá uma sensação que estou sendo uma vagabunda e me humilhando para conseguir esse emprego, mas depois eu penso que o meu projeto de vida com o meu namorado envolve casarmos,comprarmos uma casa e para isso vou precisar de uma situação estável e um bom salário, coisa que com a minha efetivação isso certamente caminhará neste sentido. Quando estou com o meu namorado e me bate peso na consciência e arrependimento do que estou fazendo, no fundo estou fazendo isso para o nosso futuro e para ele também. É obvio que é um segredo meu e do meu chefe o que fazemos e a minha efetivação está prevista para o final do ano,no Maximo no inicio de 2018. Se não ocorrer dessa forma, vou ficar muito desapontada e muito puta da vida com o Eng. Walter. É capaz de eu pedir pra sair e delatar ele por assédio sexual não consentido no trabalho. Veremos.... #5 - 17-11-2017 - 01:11 AM por Eng. Lili - reportar abuso
Há quase um ano estou saindo com o meu chefe e pelo menos uma vez na semana vamos a um motel. Sou casada à 7 anos com um oriental e não temos filhos. Não por opção ,mas é que não rolou mesmo. Já fiz todos os testes e sou fértil.Meu marido fez espermograma e deu que ele tem baixa densidade de esperma e com pouco mobilidade, ou seja, poucos e nadam devagar. Isso faz com que por mais que a gente tente, eu não engravide.Até já faz um tempo que ele desanimou nem falamos mais no assunto de ter filhos.Seguimos levando a vida assim mesmo. Voltando ao inicio, já faz quase um ano tenho um caso com o meu chefe e a gente faz sexo em um motel.Sou a secretaria dele e a gente sai da empresa para visitar fornecedores e clientes, mas na verdade passamos a tarde toda em uma cama de motel fazendo sexo de todas as formas. Eu realizo todas as minhas fantasias com ele e ele as dele comigo. Já fizemos praticamente de tudo. Ele tem preferência por sexo anal ,mas eu dou uma dificultada para valorizar e só dou o meu fiofó de vez em quando pra ele. Faço o chamado cu doce só para valorizar mas na verdade adoro receber o pauzão duro e grosso dele no meu rabo. Meu marido nem sonha que chego em casa com esperma do meu chefe dentro da minha vagina ensopando a minha calçinha. Evito tomar banho no motel para não deixar pistas,pois sempre fica cheiro do sabonete, cabelo molhado,etc. To deixando rolar solto e não usamos camisinha e nem tomo a pílula. Se eu engravidar do meu chefe, vou fazer de conta que é do meu marido.Se isso acontecer, o meu marido só vai estranhar o bebe não nascer de olhinhos puxados. Meu chefe é um homem grande, tem quase 1,80 m e eu uma loirinha mignon baixinha de 1,58 m . Apesar de pequena,sou bem bonita e meu corpo é bem feito e bem desenhado,com seios firmes com bastante volume, bunda bem grandinha e arrebitada. Isso tudo me torna uma loirinha de 29 anos bem atraente e gostosa. Meu chefe não resistiu e deu em cima até me ganhar. Meu chefe deita em cima de mim no meio das minhas pernas bem abertas e fica socando o pauzão grande e duro dele até ficar suado e ofegante antes de ejacular um montão de esperma quentinho dentro da minha vagina.O pau dele é bem maior do que o do meu marido, por isso fico meia preocupada que o meu marido perceba a minha boceta muito espaçosa. No dia que vou no motel com o meu chefe, quando chego em casa preciso tomar cuidado para o meu marido não querer sexo comigo, senão ele iria ver a minha boceta bem vermelha e inchada de tantas pirocadas que o meu chefe dá nela.Ele é bom de cama e dá aquelas socadas tipo bate estacas fortes e vigorosas, parece que tá amaciando as minhas carnes por dentro de tanta socada que ele me dá. Eu adoro ele me foder assim e gozo horrores. Chego em casa, tomo um bom e demorado banho, passo um creminho na xereca para dar uma aliviada na quentura e na dorzinha gostosa que fica e se o meu marido me procura eu desconverso e me faço de indisposta e vou dormir. Toda a fome de sexo que o meu chefe tem ele alivia comigo pois a mulher dele começou a engordar por um problema hormanal e ficou um balão de grande. Ás vezes ela aparece na empresa. Sexo anal é tipo uma por mês e olha lá senão ele fica mal acostumado e vai querer sempre depois. Quando ele chega com algum presente tipo um anel, uma pulseira ou uma quantia em dinheiro para que eu compre algo, eu sei que é o cu que ele quer foder. Como o meu marido nem dá bola pra comer o meu rabo, mesmo o meu chefe deixando ele meio arrombadinho, meu marido nem percebe nada. #6 - 13-11-2017 - 08:11 AM por Sandra - reportar abuso
Adoro quando meu marido me põe deitada de barriga pra baixo na cama e deita em cima enfiando o pau todo no meu cu. Enquanto eu fico abrindo as bandas da minha bunda com as mãos, ele fica me cavalgando pulando em cima socando o pau até o talo dentro do meu rabo. Ele só faz devagar no inicio até o meu cu relaxar e o pau escorregar mais fácil,depois é só socada rápida e com força até ele gozar e deixar o meu rabo cheio de porra morninha. Quando acordo cedo pra ir trabalhar, sinto o meu cu meio aberto,sensível e meio doloridinho ainda. Gosto de deixar o esperma dentro a noite toda e acaba não saindo fora quase nada na manha seguinte, acho que o intestino absorve tudo. Levo a pica dele no meu cu quase a semana inteira, já estamos tão acostumados e viciados nisso que quando não fazemos parece que faltou algo. O pau do meu marido não é nada fora do normal porem meio grossinho e com a cabeça meia grande, bem maior que o corpo do penis. Isso me proporciona uma sensação gostosa lá dentro enquanto o pau dele entra e sai bem rápido. Dói no inicio, arde, dá dor de barriga e vontade de fazer cocô mas também dá um tesão bem gostoso.Gosto tanto que não me imagino sem mais. Vez ou outra, por ficar muito sensível e ardido da noite anterior, damos um tempo e aí é só na boceta mesmo com direito a massaginha com a mão e masturbar pra gozar dentro. Preciso explicar um pouco isso: Massaginha é o nome que o meu marido deu a ele colocar a mão dele dentro da minha vagina e ficar metendo nela com o punho fechado lá dentro. Depois que estou bem dilatada e com uma grande abertura, ele põe o pau junto da mão e fica batendo punheta segurando o pau com a mão lá dentro no fundo . Não sei o que eu gosto mais e me dá mais prazer, se é levar as socadas de piroca no cu ou ficar sentindo a minha boceta bem abertona e inchada de tanto ele enfiar a mão dentro. Tem que ser uma coisa ou outra se não eu não aquento e fico muito judiada depois. Na hora dependendo do tesão dos dois decidimos se vai ser uma massaginha ou foda no cu. Quando ele faz uma massaginha daquelas caprichadas e demorada, no dia seguinte passo o dia todo na minha mesa no escritório sentido a minha boceta com uma dorzinha gostosa e com a sensação que ela tá gordinha e inchada por dentro, bem larga e arrombadinha. Tanto que eu vou ao banheiro dar uma conferida com os dedos e consigo fazer a minha mão escorregar pra dentro bem fácil. Fico com ela coçando de tesão e querendo mais. Para aliviar a vontade enfio uma garrafinha de plastico que carrego na minha bolsa.À noite em casa meu marido cuida bem dela depois. #7 - 10-11-2017 - 11:23 PM por Luana França - nome quase o correto...hehehe...tenho vergonha de ser reconhecida.... - reportar abuso
Meu marido me fode no cu debaixo do chuveiro dentro do Box do banheiro. Levo estocadas bem fortes e rápidas até ele gozar dentro. Fico com o cu bem estufado e arrombado parecendo um botão desabrochado de rosa, mas gosto e me dá bastante tesão e prazer. Por ele ter um penis avantajado e grosso, no começo eu até chorava de dor e ardia muito. Agora ,depois de tanto levar a rola dele no meu cu, acostumei e já agüento bem fácil. É feito e certo, entrar com ele juntos para tomar banho e eu já levo pau no cu até ficar com as pernas moles. Na verdade eu não reclamo e até gosto e me dá bastante prazer e eu gozo gostoso desse jeito. É só o meu cu que fica bem sensível e ardendo e doendo depois,mas até dá uma sensação gostosa ficar sentindo ele assim. Como ele gosta de ficar socando rápido e com força até gozar, debaixo do chuveiro é bom porque as vezes acontece de sair um pouco de sujeita e eu me cagar um pouco enquanto ele tá socando. Quando a gente namorava, ele me fodia no cu também mas ele era mais carinhoso e cuidadoso. Depois que a gente se casou, ele mudou um pouco e começou a me foder desse jeito, judiando bastante do meu rabo. Tem dia que arde tanto e doi a ponto de eu ficar choramingando e pedindo pra ele terminar logo, e aí é que ele gosta e soca mais forte ainda.Parece que ele quer me ver sofrer levando a rola dele no meu cu. Mas eu não reclamo não de ter me casado com um macho roludo que gosta de me foder com força no cu. Tenho umas amigas que me contam que os maridos delas são bem fracos pra sexo e quase não as procuram muito. #8 - 07-11-2017 - 09:06 PM por Marileide adoro atrás com o meu marido - reportar abuso
Meu marido começou a enfiar a mão dele toda dentro da minha vagina desde que a minha filha nasceu à oito meses atrás. Mesmo tendo sido por cezaria, a abertura da minha vulva e o canal vaginal ficaram bem mais abertos e dilatados. Meu marido percebeu a diferença e começou a colocar a mão dele toda dentro e me foder com o punho fechado lá dentro. Confesso que não consigo pedir para ele parar pois me dá uma sensação muito gostosa de total preenchimento e alargamento da minha vagina. Como não consigo tirar um sorrizinho do meu rosto quando ele vem com um potinho de lubrificante e uma toalhinha pronto para me enfiar o punho dentro da minha buceta, ele sabe que eu gosto e não parou mais desde o termino do meu resquardo depois do nascimento do meu bebe. Apesar de ser gostoso e nas dar bastante prazer, temos a preocupação de que esta prática possa trazer algum dano à minha saúde no futuro. De uns tempos pra Ca, comecei a perceber um aumento da minha abertura vaginal e um certo relaxamento da musculatura na entrada da minha vagina. Ou seja, a minha buceta ficou mais larga, aberta e com menor força para eu apertar a musculatura interna. Isso constatado tanto por uma verificação visual como pelo fato de que a mão dele entra agora bem mais fácil do que entrava antes. No inicio , o meu marido tinha que forçar um pouco e usar bastante lubrificante para a mão dele passar pela abertura e entrar até o pulso, agora ele quase não força e mesmo com pouco ou quase nenhum lubrificante, a mão dele entra bem fácil até encostar no fundo da minha vagina entrando até quase a metade do braço. Alem de entrar fácil, agora ele consegue enfiar a mão bem mais fundo, ou seja, estou ficando mais larga e funda na buceta. Será que se dermos um tempo nesta prática tudo volta como era antes. Estou com medo e preocupada porem parece um vicio que a gente vai prorrogando a decisão de parar e num para nunca. Se alguém tiver alguma sugestão favor escrever aqui para ajudar a gente. Obrigada.... Beijos... #9 - 01-11-2017 - 11:50 PM por Luanda - reportar abuso
Gosto bastante de fazer sexo anal com o meu namorado.Acho que já estou bem viciadinha nisso. Tenho 19 anos e estou fazendo cursinho para prestar veterinária no final do ano. Meu namorado está no segundo ano de engenharia, ele vai fazer mecatrônica,acho. Bem, gosto de levar a piroca dele no meu cuzinho ( força de expressão,pois já ficou meio larquinho ). Gosto de me sentir dominada e submissa e por isso gosto que ele fique socando com força e rápido no meu cu. Adoro a sensação de ficar com o cu meio larquinho e sem força para fechar depois de levar bastante pirocada do meu amorzinho. Ele soca sem dó e nem dá bola quando eu reclamo que tá doendo e quero parar, por isso tenho que aquentar até o final e ele gozar dentro. Acho bom esse jeito dele,pois se ele parasse na minha primeira reclamada, eu não teria a chance de sentir o gozo forte que ele me faz alcançar. Muitas vezes chego a chorar enquanto estou gozando e ele continua socando forte até gozar também. Depois que ele termina de me comer me dá uma sensação gostosa de sentir o meu cuzinho meio aberto e dolorido mas eu gosto assim. Fico com o meu cu tão relaxado e sem força pra fechar que a hora que eu me levanto para ir ao banheiro, tenho que tampar com a mão para que o esperma não escorra pra fora e caia no chão ou no lençol da cama. Prefiro sentir bem o pau dele entrar e sair e doer um pouco, por isso peço pra ele usar pouco lubrificante ou quase nenhum.Quando o pau fica muito molhado e escorregando muito fácil, peço pra ele secar com uma toalhinha e botar dentro de volta. Adoro ficar com o cu sentido e judiado, com uma sensação gostosa de ter sido fodida por um macho de verdade como é o Marcos. Já falei pra ele que o meu cuzinho é dele agora e ele pode usar e foder nele do jeito que ele quiser e gostar. O Marcos é bem atlético e tem bastante preparo físico para me foder com força durante bastante tempo antes de gozar e terminar, por isso é uma arrombada garantida cada foda que ele me dá no cu tirando alguma prega que ainda restar. Tambem gosto quando ele me come na buceta, mas implica em ter mais cuidados e precauções, tipo camisinha, higiene antes e depois, anticoncepcional, etc. por isso no cu é mais pratico e nos deixa mais satisfeitos. A maior parte das minhas amigas no cursinho também gostam e preferem dar o cu para os namorados. Algumas por gostar mais mesmo, outras por opção para não correr o risco de uma gravidez. Algumas vezes o Marcos deixa o meu anus tão sentido e ardendo, que preciso passar uma pomadinha anestésica para aliviar. Eu sofro um pouco com as pirocadas que ele me dá mas vale a pena o tesão e o gostoso que é. Acho que não posso ficar sem mais de tão gostoso e viciante que é. #10 - 01-11-2017 - 11:10 PM por Ju - reportar abuso

Coloque aqui o Seu Comentário sobre este conto:

Seu Nome:

Comentário:

Código anti-spam:      (reescreva o código à esquerda)