neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   


sou casada e sou viciada em dar o cú


sou casada e sou viciada em dar o cú




Redirecting Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 337174 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: Minha esposa não entende
Tenho a fantasia de ver minha esposa chupando a pica de outro homem na nossa cama. Eu já falei com ...

Publicado em 27 April 2017 | 12:56 pm
Confissão: amor depende de sexo?
fui criada por um cara q não era meu pai, mas sempre me tratou com uma filha, nunca teve outras inte...

Publicado em 27 April 2017 | 2:33 am


E agora... O conto de gildeci :

eu sou uma mulher casada devidamente comportada, sou executiva, tenho 29 anos, morena clara,165mt,65 kg, chamada gostosa, porem sempre fui muito comportada, casei direitinho com 0 1 namorado .
ninguem imagina como sou uma puta na cama e sou viciada em dar um cuzinho, vou descrever para voces a primeira vez que eu dei o meu rabinho e foi delicioso, foi assim fui para uma fazenda de uma tia do mu esposo nas ferias da faculdade juntamos as ferias e conseguirmos ir junto, logo no 1 dia senti que iria ser 15 dias diferentes em minha vida estavamos casados a 6 anos e estava dificil o relacionamente estavamos precisando de uma renovada sabe, a noite não tinha energia então tomavamos benho nunha cachoeira ali perto no 2 dia de banhos eu o ataquei e chupei o pau dele até fazer ele gozar e então pensei poderia surgie de min esse pedido, e disse a ele amanhã é sou vez de me surpreender, eu ja estava querendo dar e ele tambem queria mais ele tinha medo da minha reação, por ser 1 namorado garota de familia essas coisas, e os dias ian passando e ficava naquele desejo sempre, quando fomos para o próximo banho a noite na cacheira ele falou, quero algo que nunca me deu, e eu disse o que: "na verdade eu queria que ele pedisse ere um fetiche meu" ele falou as palavras deliciosas " quero comer todo o seu cuzinho hoje"
EU IMEDIATAMENTE FIQUEI DE QUATRO E ELE MIN LAMBEO POR CERCA DE MEIA HORA E ME MASTURBOU E LOGO DEPOIS DEU DUAS CUSPIDAS NO MEU RABINHO E METEO COM FORÇA, NUNCA SENTI UMA DOR TÃO GOSTOSA ANTES,
e depoes desse dia todos os dias que retavam de ferias eu dei o cuzinho tinha dias que ere duas, tres vezes seguidas e dai fiquei viciada em dar o cu, se eu não fizer eu não fico satisfeita sou uma puta sedenta por dar o cu sempre!!!!!!!!!!!!!!!



#3429 Comentários - 23-10-2010 - 12:20 AM por gildeci - Fetiches - Confirmo, É EXCITANTE (215) - Nota negativa! (74)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.
Meu marido tem um fetiche ou uma bizarrice que no começo me assustava e me deixava triste. Mas como se diz, se a gente não pode com eles, junte-se a eles. Acabei me acostumando e até certo ponto gostando agora. Ele não fica sem enfiar a mão dele toda dentro da minha boceta. São duas vezes por dia,todos os dias. Uma na hora do almoço que ele vem em casa para almoçar e outra a noite antes de dormir.Isso começou já na época do nosso namoro que durou dois anos.Estamos casados a um ano e meio. Sou mãe ressente, tive a minha filha a oito meses atrás. Tive ela por parto humanizado,aquele dentro de uma banheira e por parto natural. Depois do parto, ele passou a gostar de enfiar a mão dele dentro de mim mais ainda,já que a minha boceta ficou maior e mais larga pelo parto. Antes do meu parto, a gente até usava um lubrificantizinho, mas agora, a mão dele entra super fácil. Nem me lembro mais como é ter a boceta fechadinha e pequena. Passo o tempo todo com ela aberta e espaçosa por dentro. Como meu marido tem apenas quarenta minutos para almoçar e sair, e não dispensa me dar umas enfiadas de mão, eu procuro adiantar as coisas,tipo, dou de mamar pra minha filha pra ela sossegar e dormir,tiro a minha calçinha sob o vestido e bato uma siriricazinha para a boceta molhar e ficar lubrificada. Assim que ele chega em casa, me dá uns beijos,vai até o banheiro lavar as mãos, vem até o nosso quarto, me abraça com o braço esquerdo, dá umas dedadas na entrada da minha boceta para espalhar o melado da minha lubrificação, fecha a mão em forma de punho e empurra pra dentro da minha vagina. Fica socando a mão da portinha até o fundo durante uns dez a vinte minutos. No começo devagar e depois bem rápido e com força. Muitas das vezes eu gozo forte e como eu solto umas esguichadas de liguido, temos de ir ao banheiro para não molhar o chão do quarto. Alem de dar uns pulinhos, eu digo a ele: “...ai... amor.... eu vou gozar....”. Ele dá uma parada no movimento da mão e sem tirar de dentro me leva pro banheiro e continua a socar a mão na minha vagina até eu gozar forte e esguichar gozo pelo chão do Box do banheiro.Quando eu gozo assim fico molinha molinha de tudo.Até me sento no vazo para me recuperar.Dá moleza e tremedera nas pernas mas uma sensação gostosa de relachamento. Antes de lavar as mãos para tirar uma meleca que fica na mão dele ele me dá pra cheirar e diz: “ cheira....amor....sente o cheiro do fundo da sua chavasca... “ . Ele vai então para a cozinha me esperar para montar o prato dele. Depois disso eu até ando com as pernas meia abertas e sentindo um vazio e um buraco aberto no meio das pernas.Fica um cheiro forte das entranhas da minha boceta no ar. Eu espero ele sair para me lavar e ver o estrago que ele deixa a minha boceta. Eu pego um espelho e dou uma olhada no buraco vermelho que fica e conferir para ver se não machucou. Eu me lavo com o chuveirinho,colocando bastante água dentro e coloco o sabonete dentro até o fundo para lavar bem e dar uma desinfectada. Depois passo um creminho desinfectante e cicatrizante perfumado. Deixo ela limpinha e pronta pra mais à noite. Pra não judia muito, meu marido à noite é bem carinhozinho e faz isso com carinho e devagar. A gente fica juntinhos assistindo TV e ele fica com a mão dele dentro de mim,fazendo movimentos bem lentos e suaves, da entrada até o fundo,muitas das vezes até parado sem mover. Por enquanto a minha filha é novinha e não entende nada,mas quando ela tiver maiorzinha, a gente não vai poder ficar tão a vontade como a gente fica agora. Ele faz tudo isso comigo enquanto a minha filha está no berço dentro do quarto pertinha de nós. Espero que isso não venha a me trazer algum problema de saúde algum dia. Por enquanto o único efeito que causa é ficar com a boceta bem grande e constantemente meia aberta. Comparando ao como eu era quando solteira, a minha boceta ficou quase duas vezes maior,tipo o racho dobrou de tamanho, os lábios escureceram e ficaram grandes e pendurados.Quanto maior ela fica , mais meu marido gosta.E se ele gosta, eu acabo gostando também. #1 - 08-03-2017 - 09:27 AM por Gizela - a bocetuda feliz e satisfeita - reportar abuso
O que posso fazer,, sim nasci assim? Já sai com varias mulheres, muitas delas voltaram a sai comigo de novo e pediram para eu come o cúzinhos delas. Eu procuro causar prazer e não sofrimento..Neste mundo tem gosto para tudo.. #2 - 01-03-2017 - 12:34 PM por Pau queno - reportar abuso
Fiz um intercambio cultural nos Estados Unidos no ano retrasado ,mais precisamente no estado de Michigan. Fui pra lá com 16 anos e voltei um ano depois para o Brasil para finalizar os últimos seis meses do segundo grau. Li neste blog uma mulher descrevendo sobre o tamanho do penis do homem o que me motivou a escrever estas linhas. O assunto é sobre esse tema, tamanho do penis do homem. Neste ano que passei nos EUA tive a oportunidade de ter bastante experiência sexual com um americano da escola onde estudei. Tive um namoro com um jogador de futebol americano(quarter_back) da escola (High School) onde eu estudei e confesso que depois de conhecer o Jef, nunca mais gostei de dar para homem de pinto pequeno. O Jef me deixava toda acabada de socar a pica enorme dele. Fui para os EUA quase virgem e voltei com os buracos da boceta e do cu bem mais abertos e viciados em pica grande. Imaginem um homem enorme de quase dois metros,super musculoso e uma menina baixinha de 1,56 m de altura fazendo sexo. Eu não agüentava ele deitar em cima de mim e a gente quase sempre fazia sexo em pé mesmo . Ele me pegava no colo me apoiando com as mãos na minha bunda e eu com as pernas abertas me encaixava na cintura dele me segurando pelo pescoço dele. Assim que eu posicionava a cabeçona do pau dele na entrada da minha boceta, ele empurrava e enterrava tudo pra dentro.Eu via até estrelas nessa hora mas valia a pena pelo gostoso e o gozo forte que vinha depois. Um pau daqueles que toda mulher corajosa e decidida aprecia: bem grosso, cabeçudo , cheio de veias e bem duro. Sem dizer que após varias estocadas bem fortes e rápidas ele soltava um monte de porra dentro me lavando de esperma no fundo da minha vagina toda dilatada. No começo eu era bem apertada e chegava a machucar um pouco e sair sangue,mas depois eu fui me adaptando e o canal da minha vagina foi ficando mais largo e não tivemos mais problemas. O meu maior desafio foi aqüentar aquele pau todo dentro do meu cu. Não foi muito fácil e precisavamos usar bastante lubrificante e ele teve bastante paciência e carinho. Depois de varias metidas, meu cu foi acostumando e soltando as pregas . Já faz um pouco mais de um ano que voltei para o Brazil mas ainda mantenho contato com o Jef via internet. Estou namorando um carinha mas ele não sabe de nada do que eu vivi lá. Para ele eu fui uma menina tímida e comportada e só estudava. Esse meu namorado não é nenhum sonho de consumo como era o Jef mas dá pro gasto . As vezes ele faz alguns comentários sobre a minha abertura vaginal e anal mas eu fico na minha e digo que é normal e sempre fui assim. Esse meu namorado atual tem um pau de bom tamanho mas o do Jef era quase o dobro do tamanho do dele. Quando eu estou na webcam com o Jef e ele me mostra aquele mastro duro e potente dele eu não me aquento de vontade e pego um pepino grande e fico me masturbando imaginando os bons tempos que a minha boceta engolia aquele pauzão enorme. O Jef diz que assim que ele terminar a faculdade que ele iniciou ele vira me visitar aqui no Brasil. Eu espero não estar casada quando isso acontecer porque senão eu vou botar chifre no meu marido. Imagina se eu vou deixar de matar a saudade e a vontade de sentir aquele caralhão dentro de mim novamente. Depois que a gente é possuída por um macho pauzudo, a gente fica viciada e quer sempre mais de novo. Com certeza dá uma boa dilatada na boceta e no cu mas vale a pena o tesão e o gozo forte depois. #3 - 15-02-2017 - 05:08 AM por Livia - reportar abuso
Olá, sou de Londrina uma pessoa tranquila, sem preconceitos nem tabus, gosto de um bom papo e de boas amizades e gostaria de falar com você, poderia me add ou mandar um recado no meu e-mail marcelopierolo@hotmail.com#4 - 02-02-2017 - 09:52 PM por Marcelo - reportar abuso
Eu dou o cu bastante pro meu namorado desde que eu tinha 14 anos. Agora to com 16 e antes meu cu era apertado e doía quando o pau dele entrava,mas agora já tá bem larquinho e o pau entra sem doer mais. Faço um bom boquete nele e dou mais o cu que a buceta. Não tomo nenhum remédio para não engravidar e por isso ele meter no meu cu e soltar a goza dele dentro é bem tranqüilo pra gente. Além do meu amor soltar a porra dele no meu cu, ele também gosta de mijar dentro. Ele me leva pro banheiro e solta o mijo dele dentro do meu cu depois de tomar cerveja.Eu deixo porque senão ele procura outra pra fazer isso e eu danço na peruca do palhaço, né....^?. Antes eu achava estranho,mas agora eu acostumei e até acho gostoso.Dá um quentinho dentro e depois eu sento na privada e solto tudo e dá uma lavada por dentro. Gosto bastante de chupar e tomar a goza toda dele. Faço assim desde os primeiros encontros nosso e acostumei tanto que acho estranho não engolir. De vez em quando depois do meu namo meter bastante no meu cu e estiver pronto pra acabar, eu peço na boca e tomo tudo.Acho um desperdício não aproveitar esse creminho cheio de vitaminas,num é mesmo...? Levar pau no cu uma vez por semana já me deixa satisfeita,mas tomar o leitinho dele tem que ser pelo menos umas três vezes por semana, senão eu fico com vontade.Acho que to meia viciadinha no leitinho do meu amor.Quando ele passa em casa e minha mãe fica na nossa cola, a gente dá uma saidinha e vai até um terreno perto de casa e eu faço um boquete e faço ele gozar na minha boca pra engolir a goza e matar a minha sede.Acho que as vitaminas e hormônios do esperma do homem faz o corpo da gente desenvolver mais e virar mulher mais rápido. Comigo foi assim.Eu era magrinha quando a gente começou a namorar e agora to com uns peitos e bunda grandes. Apesar de ter 16 anos, já sou um mulherão toda formada. Num sei se é de dar o cu ou de tomar a goza dele que o meu bumbum tá grande empinado e chama a atenção quando eu uso calça leg e saio na rua. Eu faço isso longe do meu amor,senão ele fica com um ciúmes doido. De vez em quando eu deixo ele meter e gozar dentro da minha buceta,só que em seguida a gente vai na farmácia comprar a pílula de emergência,aquela do dia segunte. #5 - 02-02-2017 - 12:51 AM por Suelen(boqueteira gulosa que termina o que começa, e daí...)_ - reportar abuso
Descobri este site no Google pesquisando sexo anal. Sou uma jovem senhora casada de 34 anos e tenho uma pergunta às mulheres leitoras deste site : tamanho do pau do cara é importante?. Bem, até o meio do ano passado eu não me ligava nisso e nem tinha parâmetros para a resposta, mas a vida ensina e acabei por descobrir e tirar a minha conclusão final. Bem, sou casada com o Mário,meu marido, já faz 10 anos,temos um filho fruto da nossa união, com nove anos completos agora. Meu marido sempre foi meio fortinho e um pouco gordinho na época do nosso namoro,mas depois do nascimento do meu filho, ele começou a engordar e agora está bem enorme. Há muito tempo passou dos 120 kg. Isso acabou trazendo conseqüências para nossa vida conjugal no que se refere à sexo. No começo tínhamos relações relativamente normais,pelo menos umas duas vezes no mês. Depois que ele ganhou muito peso as coisas mudaram e ele não me procura quase nunca para sexo. Quando muito me faz sexo oral,chupando e dedando a minha boceta. Eu como sempre tive uma libido forte, tive que me satisfazer através de masturbação e introdução de objetos na minha boceta para matar a vontade. Nunca tive vontade de trair o meu marido.Nunca sequer pensei em procurar outro homem fora do nosso relacionamento. Mas a vida é cheia de surpresas e acabou acontecendo. Vou aos fatos: durante o dia trabalho como secretária em uma empresa e como pretendo uma função de secretaria executiva da diretoria, passei a fazer um curso de inglês á noite durante a semana após o trabalho. Entro às 7:30 e saio por volta das 10:45 todas as terças e quintas feiras. Acabei conhecendo um homem jovem lindo neste curso e durante os intervalos do café ele se aproximou de mim e começamos uma amizade mais próxima.No inicio eu estranhava um pouco,pois neste curso tem muita menina nova uma mais linda que a outra e eu me questionava o que uma homem gato lindo desses quer com uma mulher trintona,apesar de eu ser uma jovem senhora bastante bonita e o tipo chamada de gostosa,cheia de curvas. Bem as nossas conversas evoluíram e a nossa intimidade aumentou a pondo de nos confidenciarmos coisas dos nossos relacionamentos. Tipo eu contava que não tinha mais uma vida intima com o meu marido e ele me contou que namora uma menina bem novinha bem daquelas patricinha enjuadinha que reclama de tudo. Ele me contou que ela não aceitava sexo anal com ele e no sexo tradicional reclamava muito de dores na vagina. Isso me ascendeu uma luzinha na cabeça com a seguinte pergunta: Ou a namorada desse cara é mesmo uma chatinha enjuada ou ele tem um pau muito grande. O Rogério, esse meu colega, acabou por me confidenciar que ele é bastante bem dotado e sempre teve dificuldade de relacionamento com as mulheres,principalmente com as mais novas e pouco experientes. Aí ficou tudo explicado na minha cabeça. Ele estava realmente interessado em uma mulher mais madura e experiente mesmo. Antes deixe me explicar um pouco sobre o Rogério. Ele é filho de um industrial e está cursando administração e fazendo este curso de inglês para assumir o lugar do pai na empresa no futuro. Ele é descendente de gregos,tem um corpo esbelto,barba grossa e bem feita, uma voz super forte e grave,um pau super grosso e grande curvado para cima como eu nunca imaginei que existisse igual. Eu não medi com fita métrica ou régua,mas no olhômetro estimo ter uns 22 ou 23 cms.Na verdade é um verdadeiro deus grego. Conclusão: estamos tendo um casinho e vamos para o motel pelo menos uma vez na semana.Damos uma matada na aula quando o assunto não é tão importante. A gente chega no curso e nem entra na sala e já vamos para um motel aqui nas proximidades. O Rogério sempre me deixa na frente da estação do Metro depois das aulas. Coitado do meu marido,tem hora que me dá até dó dele. Um homem que nem consegue mais ver o próprio pau. Na verdade virou uma bolinha no meio de tanta gordura.Eu já tentei masturbar ele mas nem dá pra segurar direito.Fica só a cabecinha pra fora e só da pra segurar com dois dedos. O meu deus grego o Rogério me deixa totalmente acabada depois que ele me come. Realmente, não é qualquer menininha com a boceta apertadinha e rasa que aquenta um homem desses. Ele deslocou o meu DIL duas vezes a ponto de eu ter que ir no ginecologista e pedir para mudar para injeção. O pau dele bate no fundo e empurra o útero para baixo fazendo o canal da vagina ficar bem fundo e longo do tamanho do pau dele. Ai que delicia que é sentir o pau dele abrir caminho forçando as paredes da minha vagina esticar e depois bater com força no fundo. O Rogério parede um cavalo metendo tanto no tamanho do pau como na quantidade de esperma que ele solta.Acho que por ele ter as bolas do saco bem grandes produz bastante esperma.Na hora que ele ta em cima de mim socando o pauzão dele bem rápido e com força, parece que a minha vagina vai virar do avesso e sair pra fora vestindo o pau dele.O Rogério já me fez muitos elogios do tipo : isso que é mulher de verdade.Não aquela bocetinha enjoada que eu to namorando.Quando eu estou a ponto de gozar eu digo a ele: “ai... amor... que delicia... não para não... continua assim... meu jeque pauzudo... fode gostoso a boceta da sua egua, fode... fode com força a boceta da sua egua... enfia tudo e me enche de porra... amor...”. Ele sempre deixa a minha boceta cheia e a hora que ele tira o pau, vaza um monte de porra fora ,parece uma cachoeira. Nas vezes que ele me fode no cu, que não é com tanta freqüência(tipo uma vez por mês),fico com desinteria e fazendo fezes liguida por uns três dias seguidos. Acho que o esperma que ele injeta no fundo do meu intestino reage lá dentro e dá esse efeito. Ainda bem que o meu marido não me procura muito para sexo(chupar a minha boceta) pois senão ele talvez percebesse os meus buracos(cu e boceta) mais abertos do que antes.Alias esses dias mesmo ele tava me chupando a boceta e estranhou a minha boceta com mais abertura e mais larga e acabou fazendo um comentário. Eu disse que era pelo tesão e por eu estar ficando mais velha(dizem que a mulher depois dos trinta anos a boceta cresce e fica mais larga). Quando eu chego em casa com a boceta vermelha e cheia de esperma do Rogério, eu entro direto no banheiro para tomar um banho.Esses dias eu dei uma marcada e esqueci de lavar a calcinha e deixei pendurada no Box do banheiro. Ela estava toda lambuzada de porra que vazou.Tenho quase a certeza que o meu marido não viu nada. No dia seguinte lavei a dita cuja e depois desse dia passei a lavar a calcinha em primeiro lugar antes de entrar no chuveiro e começar a tomar banho.O Rogério toma banho no Motel,mas eu não para não dar bandeira(cabelo molhado,cheiro de sabonete,etc). Mas voltando à pergunta , tamanho do pau do cara é importante? Agora eu tenho uma opinião formada a respeito. Na minha opinião SIM. Que me perdoem os homens de pau pequeno que estiverem lendo isto aqui,mas a mulher que diz que Não é porque ou não conheceu e experimentou um grande ou não quer ofender alguém que tenha um. Ou até seja como a namorada do Rogério que não agüenta o pauzão dele e tem dores por ter algum problema a ser resolvido na vagina. Eu até sugeri a ele passar bastante lubrificante na boceta dela para tentar resolver o problema deles,mas parece que não adiantou pois a menina reclama do pau dele bater no fundo e doer(a menina tem o que se chama de vagina curta e rasa). Continuando a minha opinião, eu acho sinceramente que eu me tornei uma viciada em homem de pau grande depois que conheci o Rogério. A sensação de receber um penis grande e grosso na boceta não tem igual.Sentir ela apertada no inicio da penetração e aos poucos ir ganhando volume, ficando mais larga e funda para acomodar o invasor não tem igual. Depois que o Rogério socou bastante o pau dele em mim, sinto a minha boceta bem molhada, bem mais larga e funda,pronta para receber o esperma dele. Só volta ao tamanho normal no dia seguinte. Passo o dia todo no escritório na empresa sentindo ela meia larguinha e com uma dorzinha bem suave e gostosa e uma coceirinha de tesão que não passa.Fico lembrando da sensação do pau do Rogério entrando e saindo dela,chego a sentir ela contrair e mexer por dentro e dar uma fisgada. Dá tanta vontade de mexer nela que eu vou ao banheiro e enfio um tubinho de desodorante que eu carrego na bolsa.Fico enfiando o tubinho dentro bem rápido para ver se passa a vontade de dar e a coceira de dentro dessa minha rachada danada e gulosa por pica.Faço isso umas quatro vezes por dia,mas não adianta. Pra matar a fome dela só o pauzão do Rogério na próxima vez que ele me levar no Motel pra me fude toda. É interessante que se a gente fica sem sexo, a gente não sente vontade e nem lembra que existe. Antes de conhecer o Rogério, eu estava tão sossegada sobre sexo. A minha racha já tava quase colando e fechando por falta de uso. Acho que foi o cientista Darwin que disse que o que a gente usa,desenvolve,o que a gente não usa, atrofia e regride. Ou seja, a gente começa a dar e ai a vontade de dar de novo aumenta e a gente quer sempre mais depois. Quando eu chego em casa,corro pro banheiro tomar banho e me lavar. Se o meu marido me pegar pra chupar, ele descobre tudo,pois chego com a boceta bem dilatada e toda aberta,vermelha e cheia de esperma do meu macho jegue comedor. O Rogério por ser um homem jovem, 24 anos, ele tem muito vigor e sempre goza pelo menos duas vezes quando estamos juntos. Na segunda foda que ele me dá,depois que ele ejaculou dentro da minha vagina e eu gozei forte e gostoso, acho uma delicia chupar o pau dele todo lambuzado de porra e meladinho da minha boceta. Ele bomba um pouco na minha boceta toda cheia de porra dele e tira fora e me puxa pra chupar e lamber tudo do pau dele. Fica um gosto de porra na boca que dá um puta tesão de engolir mais depois, alias é o que acontece,na segunda gozada ele põe o pau dentro da minha boca e eu engulo todo o esperma dele. Antes de conhecer o Rogério eu nem sabia que gosto tinha o esperma do homem. Agora eu acostumei e me viciei em tomar o leite dele.O Rogério é um homem bastante saudável,não fuma,não bebe.O gosto do esperma dele é bem suave e desce fácil. Só fica um pouco amarrante na boca,tipo comer uma maçã verde. A gente ta se curtindo tanto que uma ia ao Motel durante a semana ta ficando pouco e a gente fica com tesão e saudades de se ver mais. A gente passou a se ver também no sábado. Eu peço pro Rogério ligar no meu celular e simulo que estou combinando com uma colega do curso para fazer um trabalho e estudar. O meu marido ouve e não tem por que não acreditar. Passo a tarde toda do sábado com as pernas abertas na cama de um Motel levando estocadas da picona dura e grande do meu jegue na boceta. Como o curso de inglês tem mais dois anos pela frente e nem eu nem o Rogério temos a intenção de abandonar, tudo indica que continuaremos nos encontrando pelo menos por este tempo ainda. Preciso tomar cuidado com uma coisa. Antes eu chegava em casa cansada, reclamando da vida, meia triste. Agora eu chego toda alegrinha ,feliz da vida,com sorriso no rosto. Meu marido anda achando meia estranha a minha modificação. O problema é que fica difícil fingir insatisfação e tristeza para uma mulher que tá levando surra gostosa de pica e tá sendo bem comida. Só pra encerrar e ficar de acordo com o tema do site: “Sou casada e adoro dar o cu” Não é que eu não goste de sexo anal, mas prefiro levar a rola na boceta. Também curto um pouco no cu,mas com o Rogério,pelo calibre do pau dele, sexo anal fica meio estressante pra fim. Como já disse , passo uns três dias com diarréia(acho que pelo fato dele sempre ejacular dentro e o esperma ficar lá no fundo e não escorrer pra fora),temos que usar bastante lubrificante com anestésico senão não suporto a dor que dá, fico com o anus muito dilatado por muito tempo depois e sem controle para fechar(acho que por efeito do anestésico, perco a sensibilidade e o anel do cu fica aberto e não consigo fazer força pra fechar depois,se tiver merda pra sair,vai sair). Nas primeiras vezes que o Rogério me comeu no cu, chegou a sair sangue(acho que rasgou alguma pelinha das pregas).Agora já consigo agüentar o pau dele no cu com mais facilidade mas ainda não abro mão de bastante lubrificante. Pra quem conhece um pouco de anatomia, temos dois esfíncters(um anel de músculo que faz com que o anus tenha pressão para fechar) no anus,um bem na entrada do anus, e outro mais à frente quase na curva que o intestino grosso faz. O pau do Rogério vai além do segundo esfíncter e chega a passar um pouco da dobra do meu intestino. Sei disto pois quando ele enfia o pau todo até o fundo pra gozar, da uma mexida diferente por dentro e também pelo fato do esperma não sair depois e me dar dor de barriga. O esperma dele acaba sendo absorvido pelas paredes do meu intestino e não chega a sair depois.Além de desinteria me dá muitos gazes também. Fiz esse comentário com o Rogério e ele me propôs gozar menos fundo e achei melhor não pois prefiro ficar com caganeira e peidando muito do que encher a calcinha de merda com porra antes de chegar em casa. Bem, aos meninos de pau menos avantajados,minhas sinceras desculpas,mas não fiquem tristes pois para um homem habilidoso sempre existem varias alternativas para satisfazer uma mulher. Mas cá entre nós,de mulher para mulher agora,que um pauzão grande e potente faz a diferença para uma boceta gulosa , a isso faz.... #6 - 21-01-2017 - 06:24 PM por Amira - reportar abuso
------Andressa - adoro sexo anal com o meu namo ------------ Concordo com a leitora Renata, homem gosta de ver a gente sofrer na rola deles. Meu namorado senta o picão duro dele no meu cu sem dó nem piedade. Se eu dou a entender que ta doendo e quero que ele pare, ai ele soca com mais força e mais rápido ainda dizendo: “só mais um pouco amor... daqui a pouco eu vou gozar...” O que que eu posso fazer a não ser aguentar e esperar,o cara ta com o peso dele todo em cima de mim bombando o pau dentro do meu cu, eu tenho que aquentar o pauzão duro dele entrar e sair do meu cu ,já todo sem pregas, rápido e entrando até o talo me dando uma puta vontade de cagar e o cu arder pra caralho. Se ele fosse parar de bombar e ficar com dó de mim, iria perder a graça. O gostoso é justamente esse sofrimento que dá e a gente acha que não vai aquentar. Depois que ele termina e goza dentro, sinto o cu latejar e arder mas sinto uma sensação de dever cumprido e orgulho de mim mesma de satisfazer o meu homem. Fazemos sexo em varias posições, mas a preferida dele é deitado em cima de mim socando no meu cu até eu não aquentar mais e meu cu ficar todo arrombado. Depois que ele ta todo suado e ofegante, ele goza dentro e fica abrindo a minha bunda com as mãos para ver o buraco que fica e ainda fica dizendo: “nossa amor... que cuzão lindo... ta todo fodido e arrombado... do jeito que eu gosto de ver...” Eu nem consigo levantar em seguida e fico deitada imóvel até o meu cu ganhar um pouco de pressão e eu conseguir fechar ele de volta. Pra ir no banheiro e não vazar porra pelo chão a fora, eu tampo com a mão até me sentar no vaso pra poder cagar o esperma fora(escorre sem fazer força). Na verdade estou relatando isto mas é uma foda forte e um sofrimento que a gente gosta depois e acaba sentindo falta e querendo de novo. Durante a semana vejo meu namo só duas vezes,quando ele dá uma passadinha em casa com tempo só pra um boquete rápido de uns quinze minutos,quando faço garganta profunda engolindo o pau dele até encostar a língua no saco.Ele fica metendo na minha boca como se fosse uma buceta. A cabeça do pau dele passa aquele sininho da garganta e bate no fundo e dobra pra baixo entrando na garganta.Claro que dá ânsia e vontade de vomitar mas vale a pena pelo tesão que dá ser fodida na boca. É gostosa a sensação da boca virar uma buceta e ele enfiar o pau até o fundo da garganta. Chupo bastante a cabeça do pau e o saco todinho até tirar todo o esperma de dentro das bolas e engolir tudo. Não deixo nem aquela gotinha final.Adoro o cheiro e o gosto da porra dele.As vezes ele ejacula com o pau todo enfiado no fundo da minha garganta e a porra desde direto pro estomago e eu nem sinto o gosto.Para fazer a garganta profunda evito comer antes e fazemos dentro do Box do banheiro ,pois sai um monte de saliva e as vezes vomito. Quando eu quero saborear a porra dele eu seguro dentro da boca os jatos e depois solto sobre a palma da mão para cheirar e depois engulo tudo. Na sexta-feira eu já to doidinha de vontade de levar rola no cu de novo e na buceta também(a noite ele vem me pegar para levar pro AP dele para passarmos o final de semana juntinhos). Meu namo é daqueles que demora pra gozar e me dá bastante martelada( a cabeçorra do pau dele bate forte no fundo da minha vagina parecendo um martelo) na buceta antes de me dar no cu , onde ele gosta de finalizar a foda. Enquanto meu namo soca na minha buceta na posição de frango assado, levo os dedos na entrada do meu cu para sentir ele piscar e ficar estufado já não vendo a hora de levar pica também. Na verdade quanto mais a gente leva rola no cu, mais ele fica guloso e quer mais de novo. Eu gozo gostoso tanto com sexo vaginal como no anal,porem no anal me parece mais forte. Talvez por eu me sentir toda dominada e submissa à ele. Passamos os finais de semana no AP dele e só volto pra casa(moro com os meus pais) no domingo à noite. Obs: com os buracos(cu e buceta) bem arrombados,vermelhos e doloridos, mas feliz da vida e bem satisfeita. No quesito sexo anal acho que existem dois tipos de meninas. As que não tiveram um parceiro competente para descabaçar o cu delas com eficiência e ela gostar e querer mais e aquelas que nunca tentaram(medo,desconhecimento,fantasias a respeito,etc). Claro que existe um terceiro grupo que são as que se iniciaram com um homem experiente e macho de verdade e se tornaram viciadas e dependentes de levar uma boa pica no cu(este é o meu caso,rzrzrz.....). Obs: tenho 19 anos, sou operadora de Telemarketing(uma empresa grande de telefonia),moro na zona leste de São Paulo,me considero bonita e atraente, tive a primeira relação(vaginal) com 14 anos, anal com o meu atual namo com 16 anos. #7 - 18-01-2017 - 08:59 AM por Andressa - adoro sexo anal com o meu namo - reportar abuso
eu dou o cuzinho desde os 12 anos e agora com 18 estou bem arrombada...pois nao sei se tive a sorte ou azar de ter tido sempre uma rola grosa dentro de min,ate hoje sinto porque nenhum pau e igual ao outro...pois vc pensa que ja esta acostumada e vem um homen com o cacete enorme e come vc completamente diferente do outros...minha dica para as meninas que estao iniciando no anal relaxem na hora do cuzinho pois ficar tensa chorona com medo so deixa seu parceiro mais tarado e ai doi muitooo mesmo!!!!#8 - 10-01-2017 - 04:10 PM por renata - reportar abuso
Procuro mulher fogosa para intensos momentos de prazer sexual.Se for casada e o marido quiser ver sua amada transando comigo será ainda mais prazeroso. Tenho excelente nível e quero te fazer gozar gostoso machoalfasorocaba@bol.com.br Contato inicial pelo e mail acima em referência Se vc for acostumada posso comprar consolos gigantes para testar seu limite#9 - 09-01-2017 - 04:37 PM por machoalfasorocaba@bol.com.br - reportar abuso
Chupeteira Gulosa, eu tenho a porra mais gostosa desse mundo, farta, grossa e doce, se vc quiser mamar oconsultor66 arroba hotmail ponto com#10 - 05-01-2017 - 04:42 PM por oconsultor - reportar abuso

Coloque aqui o Seu Comentário sobre este conto:

Seu Nome:

Comentário:

Código anti-spam:      (reescreva o código à esquerda)