neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   


sou casada e sou viciada em dar o cú


sou casada e sou viciada em dar o cú



Divirta-se no Bate-papo do Eu Confesso. Entre por aqui.



Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 419035 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: Atração por travestir
Bom eu tenho uma tara muito grande por trans minha esposa nem imagina às vezes fico vendo sites aond...

Publicado em 5 February 2018 | 7:13 am
Confissão: Tentação demais pra mim
existe um cara com o qual tenho uma atraçao inevitavel. Ele é muito gato, olhos verdes, cabelo lindo...

Publicado em 5 February 2018 | 6:48 am


E agora... O conto de gildeci :

eu sou uma mulher casada devidamente comportada, sou executiva, tenho 29 anos, morena clara,165mt,65 kg, chamada gostosa, porem sempre fui muito comportada, casei direitinho com 0 1 namorado .
ninguem imagina como sou uma puta na cama e sou viciada em dar um cuzinho, vou descrever para voces a primeira vez que eu dei o meu rabinho e foi delicioso, foi assim fui para uma fazenda de uma tia do mu esposo nas ferias da faculdade juntamos as ferias e conseguirmos ir junto, logo no 1 dia senti que iria ser 15 dias diferentes em minha vida estavamos casados a 6 anos e estava dificil o relacionamente estavamos precisando de uma renovada sabe, a noite não tinha energia então tomavamos benho nunha cachoeira ali perto no 2 dia de banhos eu o ataquei e chupei o pau dele até fazer ele gozar e então pensei poderia surgie de min esse pedido, e disse a ele amanhã é sou vez de me surpreender, eu ja estava querendo dar e ele tambem queria mais ele tinha medo da minha reação, por ser 1 namorado garota de familia essas coisas, e os dias ian passando e ficava naquele desejo sempre, quando fomos para o próximo banho a noite na cacheira ele falou, quero algo que nunca me deu, e eu disse o que: "na verdade eu queria que ele pedisse ere um fetiche meu" ele falou as palavras deliciosas " quero comer todo o seu cuzinho hoje"
EU IMEDIATAMENTE FIQUEI DE QUATRO E ELE MIN LAMBEO POR CERCA DE MEIA HORA E ME MASTURBOU E LOGO DEPOIS DEU DUAS CUSPIDAS NO MEU RABINHO E METEO COM FORÇA, NUNCA SENTI UMA DOR TÃO GOSTOSA ANTES,
e depoes desse dia todos os dias que retavam de ferias eu dei o cuzinho tinha dias que ere duas, tres vezes seguidas e dai fiquei viciada em dar o cu, se eu não fizer eu não fico satisfeita sou uma puta sedenta por dar o cu sempre!!!!!!!!!!!!!!!



#3429 Comentários - 23-10-2010 - 12:20 AM por gildeci - Fetiches - Confirmo, É EXCITANTE (227) - Nota negativa! (77)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.
Quero contar uma aventura minha que aconteceu nesta sexta-feira. Meu nome é Juliana,Ju para os mais próximos, sou estudante de psicologia,trabalho durante o dia e vou à faculdade à noite.Sou loira natural,tenho 1,56m,52 kg, seios médios, retos e durinhos,corpo violão com a cintura bem menor que a bunda que é meia grandinha,os rapazes sempre viram o rosto para olhar de novo quando ando pelas ruas. Vamos aos fatos: minha melhor amiga (colega da faculdade) e eu estávamos numa choperia e depois de tomarmos uns chopinhos ela teve que ir embora mais cedo e eu resolvi ficar mais um pouco na mesa antes de ir embora também. Depois de uns 20 minutos ,eu já estava me aprontando pra ir embora quando apareceram dois rapazes com uma ótima aparência ,bem vestidos e com um largo sorriso no rosto, me pediram permissão para se sentarem na mesa e chamaram mais uma rodada de chopps. Eu disse que sim mas já estava saindo, por isso ficaria apenas mais alguns minutos para tomar um copo de chops na companhia deles.Não quis ser indelicada e também achei os rapazes bem interessantes e bonitos. Acabou que , o que seria apenas mais um copo de chops, acabei por tomar mais quatro, alem dos que eu já tinha tomado com a minha amiga antes.Chops não me embebeda mas me deixa bem soltinha e alegre. Pedimos a conta e fomos saindo do local. Além de estar com uma boa quantidade de álcool no sangue e estar com a minha libido em alta, não disse não a um convite dos dois rapazes para ir ao ap de um deles para sexo a três. Indo direto ao assunto, fiz dupla penetração com os dois rapazes pela primeira vez na minha vida e achei uma delicia. Foi um metendo na buceta e outro no cu ao mesmo tempo. Encaixei o pau de um dentro da minha buceta ficando sobre ele enquanto o outro veio por trás e ficou socando o pau no meu cu bem forte e rápido. Acabamos por não usar camisinha e levei uma gozada dentro do cu e engoli o esperma do outro cara. Nunca tinha chupado o pau de dois caras ao mesmo tempo um do lado do outro. Fiquei sentada na beira da cama com os dois caralhos à minha disposição,um à esquerda e outro à direita. Ora eu mamava um ,ora outro. Ai que delicia. Quero fazer de novo logo.Os dois rapazes estavam com bastante tesão pois soltaram um monte de pré-porra bem docinha que eu engoli um montão. Fiquei com a boca com um gosto bom de cacete.Minha buceta já tava escorrendo baba de tanta vontade de levar a rola deles dentro. Não foi nada forçado e eu que escolhi que seria os dois ao mesmo tempo,pois eles me perguntaram se eu queria um de cada vez ou os dois ao mesmo tempo.Eu estava com tanto tesão e tão curiosa para saber como seria levar dois paus ao mesmo tempo que não resisti e aproveitei a oportunidade. É uma sensação que nem dá pra descrever muito bem, dá um preenchimento total dos dois buracos e um tesão amplificado. No final acabei por levar muito mais socadas de pica no meu cu do que na buceta porque o cara que fica embaixo acaba não movimentando muito e deixa o pau dentro da buceta meio parado.Escolhi o carinho com o pau menor para começar comendo no cu,pra deixar o buraco meio aberto e larguinho antes de levar o outro que era meio grossão e maior. Depois eles inverteram e os dois me fuderam na buceta e no cu também.A hora que o segundo carinha tava me comendo no cu, ele não agüentou e acabou esporrando dentro. Ai ele saiu de cima da minha bunda e me virei na cama com as pernas bem abertas para o outro meter e gozar na minha buceta. So que ele não quis gozar dentro e colocou o pau dentro da minha boca pra eu engolir o esperma dele. Tô com o meu cuzinho latejando e arrombadinho até agora,mas feliz da vida e com vontade de repetir a dose. Nossa que delicia que é levar duas picas ao mesmo tempo. Para as meninas que tiverem a oportunidade,façam que não vão se arrepender.Pequei o nº Zap de um deles e to me segurando pra não mandar um convite pra sairmos juntos(os três)de novo. Estou com um pouco de vergonha de ser oferecida e passar por uma qualquer fácil,vagabunda e piranha. Vou ter de esperar tomar uns copos de chopps de novo pra criar coragem e chama-los pra sair. Tô me programando pra repetir a dose semana que vem.Vou chamar a minha amiga e vou contar tudo pra ela e vou tentar convencê-la a sairmos os quatro juntos e lá no ap depois a gente dá um jeito de cada uma dar para os dois ao mesmo tempo,ora eu,ora ela. Não sei se ela vai topar e nem se eles vão ter fôlego pra foder duas na mesma noite. A verdade é que gostei da experiência e quero repetir a dose logo. #1 - 08-04-2018 - 11:42 AM por Aberta para novas experiências....Ju - reportar abuso
Meu marido adora enfiar a mão toda dentro de mim e eu acho uma delicia ele fazer isso. Desde que eu fiz uns 30 anos de idade eu comecei a ficar com a buceta maior e mais aberta,não sei se devido ao uso,de tanto levar o cacete grande dele dentro desde os 21 anos quando nos casamos ou da idade mesmo. Dizem que depois dos trinta os seios caem um pouco, a cintura fica mais larga e a buceta dá uma aumentada no tamanho. Comigo aconteceu isso. Após dois partos naturais, meu marido começou a achar a minha buceta meia larga e aberta para ele meter o pau e começou a enfiar a mão dentro dela. Nas primeiras vezes eu achava estranho e pensava que era uma maluquice dele e que pudesse me trazer problemas. Só que não e acabei ficando viciada nisso e não dispenso ele me dar umas boas socadas com o punho fechado dentro da minha bussa. Apesar de ficar com ela bem grandona e dilatada, é uma delicia a sensação de total preenchimento que me dá.Depois dele socar bastante o punho dentro,leva umas 3 ou 4 horas pra começar a voltar ao tamanho normal e fechar de volta. Me dá um tesão gostoso sentir ela bem grandona e aberta depois de levar varias punhadas do meu marido.Fica tão aberta e dilatada que acho que entraria uma garrafa PET de um litro pelo lado do fundo dentro. A mão dele entra bem fundo encostando no meu útero ,até quase a metade do braço.Adoro e gozo bem forte quando ele fica metendo rápido pondo e tirando a mão da entrada até o fundo e girando rápido lá dentro. Pra fazer isso ele fecha a mão em forma de punho com os dedos fechados e fica dando socadas batendo no fundo. Parece que to dando pra um cavalo . Normalmente é pau no cu e mão na xota ao mesmo tempo. Fico na posição de frango assado na beira da cama e enquanto levo rola no cu, ele enterra o punho dentro da bussa.Um pouco antes dele ejacular, ele tira do meu cu, coloca na buceta junto com a mão e esporra dentro. Depois dá mais umas boas socadas de punho tirando até a portinha (quase saindo fora,abrindo e esticando ao máximo os lábios da minha buceta) e enfiando rápido até o fundo espanhando o esperma lá dentro.Parece que levei a esporrada de um cavalo lá dentro. Faz uns barulhos altos de liquido(esperma misturado com a minha lubrificação) e ar. Como sou escandalosa quando gozo, fazemos isso só nos finais de semana quando levo as crianças para ficar na minha mãe, e ai sim ficamos marido e eu bem à vontade fazendo bastante sexo.No domingo à noite fico assistindo o Fantástico da TV Globo sob o edredom sentindo a minha bussa bem bagaçada de tanto levar as bombadas da mão do meu marido mas satisfeira e feliz.Ele judia tanto dela na sexta,no sabado e no domingo que até pra fazer xixi dá uma dorzinha depois de tão sentida e sensível que fica. Trabalho em um escritório de advocacia e passo o dia todo sentada na minha mesa atendendo ligações e operando o computador. Passo a segunda-feira toda sentindo a minha bussa levemente doloridinha e ressentida de tanto levar a mão do maridão dentro,mas não consigo ficar sem mais e acho que fiquei viciada nisso. #2 - 28-03-2018 - 09:47 AM por SOU BUCETUDA MAS FELIZ.... E DAI...... - reportar abuso
Sou casada e dou o cuzinho sim e adoro.... Comecei dando o cu com 15 anos e não parei mais,adoro a sensação gostosa de ter um pau duro entrando e saindo do meu rabo. Apesar de baixinha,sou uma morena bonita e chamo a atenção dos homens na rua. Tenho uma bunda grande e bem desenhada. Só dou o cu fora do casamento e sempre usando camisinha. Meu marido nem desconfia de nada. Acho que ele ficou cansado ou nunca gostou de me foder no cuzinho. Faz um tempão que ele não me dá pau no cu. Como eu gosto bastante e sinto falta, dou um jeito e me viro fora de casa. Atualmente faço um curso noturno de TI e estou saindo com um colega de classe. Saio do trabalho e em quinze minutos estou no curso. Trabalho em um escritório aqui na Av. Paulista e o curso fica perto do prédio do Objetivo. Entro as 19:30 na sala e já me sento bem pertinho do meu colega com quem estou saindo e que ta me comendo e satisfazendo a minha vontade de levar pau no cu. A gente assiste a aula até o intervalo e depois dá uma saidinha até um hotelzinho aqui perto. Ele é bem jovem e solteiro, alto, forte e bonitão.Estilão o Janequine da Globo.Eu cai na lábia dele que nem abelha no melado. Sempre deixei bem claro a ele que o nosso caso é só sexo mesmo e ele achou muito bom eu pensar assim. Vamos ao hotelzinho umas duas vezes na semana,quase sempre às terças e sextas, que coincide com aulas chatas e de conteúdo meio fraco ( Windows, Word, Excel,Powerpoint). Gosto mais das aulas de linguagem de programação e lógica. Dá pra ficar no quarto do hotel quase uma hora em media.Por volta de umas 10:30,que coincide com o horário de termino das aulas, a gente se despede e eu pego o metro e vou pra casa. Me sento no banco do trem do metro sentindo o meu cuzinho piscando e meio doloridinho de tanto levar pirocada do meu colega,mas feliz e satisfeita. O pau dele é bem mais grossinho e bem maior do que o do meu marido.Entra super gostoso e quase sempre gozo com ele me fodendo no cuzinho.Como já fiz sexo anal com vários homens com diferentes tamanhos e grossuras de pau, o meu cu é daqueles que agüenta qualquer tamanho de piroca, estica e abre fácil. Já levei pica de negão bem pauzudo nele e aquentei bem.É do tipo que se deixar quieto ele fica fechadinho e pequeno,mas depois de levar umas boas bombadas de uma piroca ele abre bastante ,fica sem as pregas,fazendo bico e piscando meio descontrolado.O meu colega adora socar bastante e depois abrir a minha bunda com as duas mãos afastando as nádegas e ficar olhando o buraco que fica ,e ainda me pede para piscar o cu para ele ficar vendo o buraco abrir e fechar.Ele sempre me pede para eu deixar ele gozar dentro e não usar a camisinha, mas eu não deixo e acho um item de proteção bastante importante. Bactérias,doenças e vírus a gente não vê e não escolhe as pessoas pela aparência.Não vou negar que morro de vontade de sentir ele ejacular dentro do meu cuzinho,mas resisto. Tambem não deixo o meu colega comer a minha buceta de jeito nenhum. Acho que a buceta ta compromissada pelo casamento com o meu marido, mas o cuzinho eu libero na boa. Em épocas que não estou tendo algum homem me comendo no cu, uso objetos para satisfazer a minha vontade. Uso vegetais,tipo cenoura,pepino, frascos de desodorante,shampoo,etc. Isso quando estou na seca e desesperada para sentir alguma coisa dentro do meu cu.Mas nada se compara a um caralho duro,quente, pulsando dentro do canal anal,entrando e saindo rápido. Fica uma boa dica para as mulheres que curtem um sexo anal e não querem ter surpresas na hora. No dia anterior façam uma boa higiene com aquela ducha do chuveiro para sair tudo fora.Eu uso uma mangueira que fica ao lado do vaso sanitário. Não uso papel higiênico e o que era um bidê, virou esta mangueira com uma pistolinha na ponta.Coloco a pistolinha dentro do anus e aperto,enchendo o meu anus de água e depois solto tudo. Limpa que é uma beleza... Até hoje,poucas vezes tive acidentes de cagar no pau do cara que ta me fudendo. #3 - 21-03-2018 - 11:26 AM por Morena do cu gostoso..... - reportar abuso
Dica para as mulheres que gostam de sexo mais radical e sentir uma sensação diferente e quase indescritível. Trata-se do chamado “FISTING” OU ‘FIST-FUCKING’ que nada mais é do que a mulher receber a mão do parceiro dentro do canal vaginal ou anal. No meu caso faço apenas o vaginal com o meu marido. Tenho medo de tornar o meu anus muito relaxado e causar problemas. Acho que ele aprendeu isso na internet vendo filminhos pornô,que ele gosta. No começo, isso já faz quase seis anos, eu tinha medo de que pudesse me trazer algum problema, mas até agora não aconteceu nada de diferente a não ser a abertura do meu canal vaginal ficar maior e com facilidade para dilatar. Tenho 32 anos e mãe de um casal,por isso não temos a preocupação de outra gravidez,o que alias evito através de métodos anticoncepcionais. Vale fazer um parênteses aqui para dar uma dica para as praticantes do fisting , que não façam uso de DIL pois a mão do parceiro muito provavelmente irá desloca-lo ou até remove-lo do lugar. Tenho experiência pratica com isso e parei com o DIL. No mais, importante bastante higiene e lubrificação. Se o seu parceiro fizer uso de luvas,tipo aquelas de látex que vende em farmácias , melhor , porém com o tempo a gente relaxa um pouco e como no caso do meu marido, ele gosta de ter contato direto da mão dele com o interior da minha vagina, ficar pele com pele.Ele diz que gosta de sentir o calor e a umidade da minha vagina, porem é recomendado o uso dessa proteção para preservar a parceira. Fazemos uso de um produto chamado “Creme neve Tricofil” vendido em farmácias. É um pote grande de creme tipo hidradante, à base de água que não tem nenhum produto químico que possa trazer danos ao canal vaginal, além de possuir uma fragrância super deliciosa, deixa um cheiro gostoso e perfumado no ar. Antes meu marido comprava o pote de 120g, mas como usamos bastante, passamos para o de 500g que rende muito mais. Meu marido passa esse creme na mão dele toda, na entrada da minha vagina, e empurra a mão pra dentro da minha buceta, entra super fácil e não dói nem um pouco mais, escorregando bem gostoso até o fundo. Nas primeiras vezes que ele fazia isso até doía um bom tanto,mas não demorou muito para a minha buceta acostumar e ficar mais larga e laciada e o punho dele entrar bem fácil. Me dá uma sensação gostosa de total preenchimento e abertura vaginal. Meu marido introduz a mão dele dentro esticada e assim que entra até o pulso, ele fecha a mão lá dentro formando um punho fechado e fica fazendo movimentos de entrar e sair com uns giros ao mesmo tempo. Dá uma sensação muito gostosa de total preenchimento, abertura e esticamento das paredes da minha vagina. Já ficou tão habitual ele fazer essa prática comigo que tornou-se meio automático.Já se tornou uma prática constante no nosso relacionamento sexual. Quando estamos juntos na nossa cama,eu como gosto de ficar bem à vontade de camisola e sem calçinha e assim que o meu marido volta do banheiro após lavar bem as mãos e passar água sanitária diluída para desinfetar, ele já se posiciona deitado do meu lado trazendo uma toalha para eu colocar em baixo sentando em cima,para que os meus liquidos vaginais que eu ejeto durante o fisting não molhe o nosso colchão todo e também vem com o pote de creme para fazer a lubrificação. Assim que ele lambuza a mão com o creme Tricofil ele já começa a enfiar a mão que escorrega pra dentro da minha vagina super gostoso me dando uma sensação deliciosa que gosto tanto que já me viciei nisso. Chego a gozar forte quase toda vez que ele me enfia o punho dentro. Assim que eu gozo, a minha vagina aperta por dentro a ponto de prender o punho dele dificultando a saída . Eu peço pra ele deixar lá dentro a mão parada sem tirar fora até eu relaxar de novo,senão dói ele tirar a mão com a minha vagina contraída. Durmo com a uma sensação gostosa de relaxamento e satisfação,porém sentindo a minha buceta um pouco grandona e aberta,mas vale a pena o tesão gostoso que isso proporciona a nós dois. Fora essa prática fazemos sexo convencional e “normal” com o meu marido enfiando o cacete e ejaculando dentro. Meu marido acha que até fica mais gostoso ele colocar o pau depois de judiar bem gostoso da minha buceta socando a mão ,ele diz que fica bem quentinha,úmida e ao contrário do que pode parecer, as paredes da minha vagina ficam meia gordinhas e inchadas,dando um contato e fricção grande no pau dele. Essa é uma pratica que mantemos em total sigilo e não contamos pra ninguém,estou me abrindo aqui para tentar passar alguma informação que possa ser útil a alguém. Só o meu ginecologista sabe e me passa algumas orientações. Uma delas e bem importante é fazer exercícios tipo aqueles de pompuarismo para fortalecer a musculatura vaginal que pode com o tempo ir ficando flácida. Fazer esses exercícios e manter uma boa higienização, garante uma prática prazeirosa e segura. No início tive infecção vaginal duas vezes por estarmos utilizando uma lubrificação errada com óleo tipo aqueles para bebes que gruda lá dentro e começa a proliferar bactérias, e por meu marido se empolgar e causar umas fissuras e ferimentos.Depois que acertamos fazendo uso correto do “Creme Neve Tricofil”, nunca mais tive problemas dessa natureza. Já escrevi tanto o nome desse lubrificante que parece que sou garota propaganda da marca para divulgar o produto, rhrhrhrhr...... É que esse item,o lubrificante, é tão importante e define muito a qualidade de uma boa e segura prática do fisting que eu acho importante frizar isso com ênfase. Para nós foi um divisor de águas o uso desse creme. Agora são 11:30 da noite de terça-feira e estou na mesinha na frente do nosso computador escrevendo essas linhas, sentindo um tesão gostoso na minha buceta, uma sensação dela estar bem grande , aberta e levemente dolorida(uma dorzinha gostosa de sentir) depois que o meu marido fez uma massagem socando a mão dentro dela durante mais de uma hora. Ele já ta dormindo e hoje foi só a socada de mão que ele me deu. Nem quis meter e gozar dentro.A socada de punho é quase toda noite antes de dormir,e a metida com o pau gozando dentro são umas duas por semana em média(depende do tesão e da disposição dele).Sexo anal não gosto e fizemos umas duas vezes até hoje. Daqui a pouco vou ao banheiro lavar por dentro com a mangueirinha do chuveiro para tirar o creme que fica no fundo e aplicar uma pomada esterilizante com um aplicador pra garantir uma total desinfecção. Amanhã vou querer de novo e só quando estou menstruada damos um tempo de uns 3 ou 4 dias . Quem quiser mais informações sobre a pratica do fisting, escreva aqui um modo de contato(zap,e-mail,etc) que terei o maior prazer em transmitir o que aprendi em quase 7 anos de experiência prática no assunto. Para a mulher que quiser dar uma apimentada no relacionamento com o companheiro, recomendo essa prática. Seguidos os preceitos de higiene e lubrificação, torna-se seguro e o restante é prazer puro para os dois. Essa prática do fisting proporciona uma forte conexão física e emocional ao casal. Diz se que as mulheres francesas e italianas são as que mais praticam essa modalidade de sexo no mundo. Da minha parte confirma,pois sou de origem italiana. Para as que tem curiosidade em tentar e ver como é, devo alertar que a chance de você gostar e ficar viciada é bem grande. #4 - 28-02-2018 - 03:31 AM por L. Marguezan - reportar abuso
Ando sentindo um peso de gaiada na cabeça ultimamente. Acho que a minha mulherzinha,recatada e muito aplicada nos afazeres do nosso lar anda me traindo. Ainda não descobri com quem,mas as evidências são muito fortes. Já é a segunda vez que encontro camisinha usada e cheia de esperma com um nó na ponta, dentro do cestinho no banheiro. Estava meia escondida entre folhas de papel higiênico mas quase à mostra. Minha mulher é uma morena muito bonita, com cabelos pretos longos até quase a cintura, seios grandes , conseqüência de uma recente gravidez em que ela deu à luz, por parto natural ,um garoto forte e saudável, o meu filhote .Ela é baiana,daquelas que gosta de sexo,e por ela a gente transava todos os dias. Eu como professor, tenho uma atividade diária bastante desgastante ,depois de passar por duas escolas lecionando para adolescentes, chego em casa cansado para jantar ,assistir um pouco de TV e dormir para um descanso para a luta do dia seguinte. Eu tenho fôlego para transar com a minha esposa pelo menos uma vez no mês em média. No mês que eu to mais aminado e cheio de gás, eu consigo dar umas duas no mês.Acho que pra ela isso é pouco,pois ela me provoca pra sexo bem mais que isso. O dia que ela ta com muito fogo na racha, ela fica de quatro na cama, com a buceta bem à mostra e me chamando para socar o pau nela. Eu falo que to cansado e preciso dormir para dar aula no dia seguinte. Além do que, eu achei que depois do parto, a buceta dela ficou muito mais aberta e larga. Meu pau entra nela e fica folgado lá dentro ,não me dando muito tesão pra meter e gozar. Bem , voltando à camisinha que encontrei no cestinho do banheiro, tenho pelo menos dois fortes suspeitos em mente. Um é o Carlão, amigão do peito, que freqüenta a nossa casa direto e reto. Amigão de todo final de semana,pra jogar bola no campinho aqui perto, fazer churrasco no quintal,e outras coisas mais.Às vezes eu pego o Carlão dando longas olhadas pra minha mulher,mas ele nunca faltou com o respeito comigo. Outro é um pastor do culto que ela congrega aqui no bairro.Ela se tornou evangélica,por influência da mãe, um pouco antes da gente se casar, isso a dois anos agora.Esse pastor vai muito em casa para orar e conversar com a minha mulher sobre a igreja, já que ela é Obreira e ajuda nos cultos.Pra quem não sabe, obreira é aquele pessoal que fica em pé andando de um lado pra outro dentro da igreja, ajudando os fiéis. Esse pastor é um homem negro, alto, com uma voz grossa, com um sotaque de angolano. Não tenho certeza mas acho que ele veio mesmo transferido de Angola pra cá. Eu já cruzei com ele saindo de casa umas duas vezes até hoje. O Carlão, que eu saiba, só aparece em casa quando eu estou. Já esse pastor vai em casa pelo menos umas duas vezes por semana e minha mulher me conta que ele chega no começo da tarde e vai embora umas duas ou três horas depois. Ela me conta que ele fica passando informações para os cultos da semana e orando para trazer bênçãos para o nosso lar,isso palavras dela mesma. Se for o Carlão que ta comendo a minha mulher, eu não vou ficar tão chateado e revoltado, já que ele é meu brother do coração. É só ele continuar me respeitando e tomar cuidado para as coisas não ficarem muito aparentes. Já se for o pastor, eu não acho isso muito justo não. Voce imaginar que um pastor vai na sua casa para levar a palavra de Deus, orar e na verdade ta comendo a sua mulher? É foda não é não? A minha mulher justifica a presença desse pastor em nossa casa alegando que como ela tem que cuidar da casa e dar a mama para o nosso bebe varias vezes ao dia, ela combinou com o pastor para ele vir em casa passar orientações para ela sobre os cultos e orar juntos. Eu to muito desconfiado desse pastor,pois a minha mulher se tornou Obreira com pouco tempo de freqüentar esses cultos e ainda recebeu um monte de benefícios relativos a obras assistenciais , coisas que levam tempo para a pessoa conquistar. Já to pensando em ir na R. Sta Efigênia comprar um aparato de mini câmeras para ver se eu consigo filmar e flagrar a minha mulher com outro. Outro indicio que seja esse pastor negão, dizem que os negros tem um calibre grande no pau,costumam ser bem dotados, e minha mulher ,como eu já disse acima, está com a abertura da buceta bem grande. Eu achava que seria pelo parto,mas que eu saiba,se fosse do parto, depois de um tempo ia fechando de volta e voltando ao normal. Só que ta acontecendo o contrário, ela ta ficando com a buceta cada vez mais afrouxada e aberta.E o buraquinho do cu dela ,que sempre foi fechado e pequeno, virou uma roda escura e parecendo que ela ta com hemorróida de tão diferente que ficou de uns tempos prá cá. Quem tiver comendo a minha mulher deve ta comendo o cuzinho dela também,coisa que eu nunca fiz com ela. Antes do parto,ela tinha uma abertura vaginal normal e apertada,depois do parto que foi natural, claro abriu um tanto mais. Pórem já ta fazendo um ano que ela pariu e o buraco da buceta dela só vai aumentando e num fecha mais, e faz bem quase um ano que esse pastor freqüenta a nossa casa. Toda vez que chego em casa e cruzo com algum vizinho, é com um sorrisinho meio sem graça que eles me cumprimentam. Com certeza eles vêem esse negão pastor entrar em casa dia sim dia não e sair horas depois. Por enquanto, como eu não tenho certeza e não posso acusar ninguém ,vou continuar fazendo de conta que não desconfio de nada, e espero que a minha mulher tome mais cuidado e não deixe camisinha usada cheia de esperma no cesto do banheiro. O pior de tudo é acabar o respeito. Se eu der a entender que sei de tudo, ai ela vai perder o respeito e começar a trazer homem em casa para transar na minha frente. Eu fazendo o papel do chamado corno inocente, dando a entender que não desconfio de nada,ela vai continuar tentando esconder e vai pelo menos fazer de conta que me respeita. #5 - 25-02-2018 - 09:52 PM por professor anonimo - reportar abuso
Adoro ficar com o cu cheio de porra depois de levar muitas pirocadas de um caralho de volume grande.Gosto dos grandes e grossinhos. Pra dar o cu não gosto de miséria. Adoro sentir o cu esticar bastante e ficar bem preenchido. Tenho 19 anos mas comecei cedo, com 14 já dava o meu cu para um primo que na época tinha 21 anos e morava na mesma rua que eu. Toda tarde a gente ficava junto no fundo da casa,numa edícula, para estudar( ele me ensinava matemática e física) mas na verdade ele me colocava sentada no colo dele com o pau todo atochado no meu cu. Minha santa mãe só chegava do trabalho depois das 7 da noite e nunca desconfiou de nada. De tanto sentar no pau dele quase todos os dias(sábado e domingo não) fiquei com o cu acostumado e viciado em levar rola grossa e dura. Só parei de dar pra esse primo quando eu já estava com 17 anos e ele se mudou para outra cidade.Nunca dei a buceta pra ele e só fui perder o cabaço dela com um namoradinho que eu tive no ano retrasado( nem estamos juntos mais). Quando eu saio com um carinha na balada ou se eu to namorando sério, não faço muita questão do cara me fuder na buceta não, mas o cara me fuder bem gostoso no cu eu não abro mão. Se o carinha tiver um pau de bom tamanho, que saiba fuder gostoso no meu cu me fazendo sentir prazer e até gozar , acabo ficando bastante tempo com ele. Nos primeiros amasso eu já dou umas apertadas no pau do cara por cima da calça para sentir o volume da piroca. Se for pequena e mucha, eu vou saindo fora e desconversando. Se tiver a consistência de uma lingüiça calabresa grossa e firme, aí dou um jeito de ir pra algum lugar que possibilite sentir o pau do cara dentro do meu cu guloso. Quando é um homem desconhecido, que acabei de encontrar na balada, eu não abro mão de usar camisinha e não deixo gozar dentro e nem na boca. Se for um cara que já tenho uma convivência e confio na saúde, até não ponho limites e dispenso camisinha e adoro sentir o macho esporrar dentro do meu cu ou na boca para engolir. Tenho muitas conhecidas que não curtem sexo anal, seja por muitos e variados motivos,cada uma tem o seu, mas algumas poucas ,como eu , que pegaram gosto pela coisa e apreciam a modalidade, não conseguem ficar muito tempo sem levar uma boa foda de uma potente e volumosa rola no rabo. É um tesão diferente ao do pau fodendo na buceta ,mas pra mim e tão gostoso que fico em duvida se gosto mais no cu do que na minha buceta.É aquela agonia de uma dor gostosa,junto a uma dose de dor de barriga e uma boa parcela de submissão que me faz gostar tanto de levar na minha bunda.Minha buceta fica encharcada e escorrendo melado enquanto um macho me cavalga por trás socando um pauzão gostoso no meu cu guloso. No momento tenho dois machos roludos e selecionados me comendo o cu, um é um colega da faculdade, o outro colega no trabalho. Os avulsos são os carinhas de final de semana nas baladas. Como não estou namorando firme, estou livre leve e solta para realizar os meus desejos e gostos. Já li aqui que tem muita mulher casada que trai o marido com outro. Acho isso uma puta sacanagem e quando eu casar, pretendo ser fiel. #6 - 23-02-2018 - 12:12 AM por Deborah - reportar abuso
Sou caixa no Bradesco e sou noiva de um cara super inteligente, carinhoso e muito crente em Deus. Somos evangélicos e freqüentamos cultos aos finais de semana juntos. Pela nossa religião não devemos ter relação alguma antes do casamento. Meu noivo acredita que eu seja virgem e que fiz voto de que ele seja o meu primeiro homem. Só que não, eu escondo dele que já tive relações sexuais antes de conhece-lo. Tive que mentir porque senão ele não teria interesse em mim e não ficaria comigo. Além de muito inteligente,como já mencionei, meu noivo tem uma empresa no setor de mecânica de precisão e estudou engenharia mecânica em uma conceituada faculdade do pais.Acredito que teremos um futuro bastante promissor juntos, e ele me dará uma vida com bastante conforto. Quando a gente está na presença de Deus, freqüentando cultos e orando com fervor, eu sei que o demônio nos tenta com coisas para a gente cair em pecado. Acho que fui fraca e estou pecando,pois estou tendo um caso e relações com o segurança da minha agencia. Eu dou um jeito de causar uma diferença no meu caixa e acabo ficando sozinha no Box de caixa analisando os documentos para achar a diferença.Isso até já me ta causando a fama de ser uma má caixa,pois as outras meninas vão embora cedo e raramente tem diferença no caixa delas.Eu sempre sei aonde está o erro,pois eu gero uma diferença inteira , tipo somo R$ 100,00 a mais ou a menos e depois fica fácil encontrar. Claro que é uma forma de esperar todo mundo ir embora e ficar sozinha na agencia, eu e o Zelão,um segurança negro ,alto ,forte,um verdadeiro deus grego,parece aqueles atores de filme americano de ação.Sempre tive muita atração e tesão por homens fortes e negros.A minha xaninha começa a ficar molhada e mexer por dentro quando eu vejo um.Ele me cantou,deu em cima e eu fui fraca e cai na conversa dele. A hora que o segurança(Zelão )me ve sozinha no Box dos caixas e todo mundo foi embora, se aproxima, me comprimenta com um sorriso maroto no rosto e diz: “ a princeza ta com problema de novo..?,ta com saudade do negão... ? O Zelão chega do meu lado e põe pra fora da calça uma cobra preta de uns 20 cms de comprimento, bastante grosso e me manda chupar. Enquanto ele me acaricia no rosto ele fala: “mama bem gostoso ... minha loirinha gostosa... deixa ele bem duro que eu vou empurrar ele todinho dentro do teu cu hoje...tu vai pra casa com ele fazendo bico e cheio do meu leite dentro...teu noivo froxo não te cuida, deixa comigo que o negão aqui sabe tratar uma loirinha putinha como tu...” Ai eu chupo,chupo,inteirinho até as bolas do saco,fico parecendo uma criança se lambuzando tomando sorvete. Assim que o pau dele ta duro feito pedra, ele me puxa pra um banheiro no corredor ao lado, me põe apoiada sobre uma mesinha(tipo toalheiro) ,me manda abaixar a calça e a calçinha,enquanto isso ele pega um sabonete liguido num pote pendurado na parede e passa no pau e lambuza o anel do meu cu.Me manda abrir a bunda com as minhas mãos e assim que ele mira a cabeça do pau na entrada do meu cu, ele me manda fazer força pra fora como se fosse fazer coco. Ai ele empurra pra dentro até o pau entrar todo e espera um tempinho pro meu cu acostumar.Depois é só socada com força que ele me dá no cu.Assim que o meu cu ficou mais larguinho e o pau dele entra e sai meio fácil, ele gosta de ficar andando comigo pelo banheiro e pelo corredor grudado atrás de mim com os braços me segurando pela cintura. Nem que eu queira eu consigo sair fora depois que ele botou o pau dentro e começou a socar.Mesmo se der um pouco de dor ou uma vontade forte de fazer coco, eu tenho que agüentar até ele gozar e terminar.Apesar de ser baixinha (1,57m) e o Zelão (1,86m) como sempre gostei de salto alto e não tiro enquanto ele tá grudado atras de mim socando no meu rabo, fico na altura do ombro dele.Ele me põe de frente pro espelho no banheiro pra eu ficar vendo ele atrás de mim socando o pau no meu cu.Ainda diz:” olha lá ó... olha a loirinha safada levando rola do negão no rabo...tu gosta né....? ta doendo... ou tu quer mais forte?.... eu respondo: “ aaiiii.... termina logo.... ta doendo.... goza logo....to com vontade de fazer coco...não to agüentando mais...goza logo...”.Ele só para e vai pro posto dele na gurita depois que goza e enche o meu intestino de esperma.Como ele goza bem fundo, nem sempre eu consigo evacuar tudo fora e fico aguniada dentro do onibus a caminha de casa com vontade de ir no banheiro fazer coco. Fico morrendo de medo de não conseguir segurar e fazer coco na calça na rua. Eu sempre tive muita vontade de sentir o pau dele dentro da minha buceta,mas como eu não tomava a pílula, não podia, agora já posso pois ta fazendo uns seis meses que to tomando e depois que eu contei pro Zelão, ele ficou super animado em me foder na buceta. Ele me dava só no cu porque tinha medo de me engravidar. Agora a gente revessa,uma no cu outra na buceta,ele me pergunta antes, “ aonde voce quer hoje princesa...? que leva a tora preta do seu negão atrás ou no buraco da frente?.... Não sei o que vai ser de mim na noite de núpcias,quando o meu marido ,supondo eu virgem ,vai encontrar os meus dois buracos bem abertos e bastante usados já. Hoje é sexta-feira,dia bom para o Zelão me dar no couro. Já faz um mês desde a ultima que ele me deu e foi na buceta(gozando dentro e me deixando cheia de leitinho do pauzão preto dele). Já to com o esquema montado, já fiz um lançamento errado de autenticação,já dei umas piscadas para o Zelão( ele já captou a minha intenção pois quando eu olho pra ele, ele põe a mão sobre o pau na calça e fica massageando). Já to subindo pelas paredes de tesão e vontade de levar a rola grossa e dura dele no meu rabo.Eu fico sentada na minha cadeira e fico rebolando e com o cu piscando com vontade de levar a pica dura dentro. Domingo vou ao culto com o meu noivo e orarei bastante para o demônio me deixar em paz e eu parar com essas putarias. #7 - 19-02-2018 - 11:39 AM por Ana Lucia - reportar abuso
Trabalho em uma metalurgica aqui na Zona Sul de São Paulo e estou tendo um caso com uma moça casada que trabalha como ajudante no refeitório da empresa. Ela é uma pichula ,muito grassinha mesmo. Nova, com 28 anos, só que casada à 4 anos com um babaca que não sabe o quanto a mulher dele é gostosa e dá o cu super gostoso. Como dou carona pra ela toda tarde ,pois moramos no mesmo bairro, conversa vai,conversa vem, acabamos ficando bem amigos e confidentes. Estou solteiro e terminei um relacionamento no ano passado e to livre ,leve e solto, só comendo franguinha nova como essa minha colega. Não sou velho, tenho 34 anos mas bem em forma e viril. Essa minha colega gostosa me contou que gosta de sexo anal mas o marido dela não. Aí já viu né.... Comecei a sentar o sarrafo na gostosa na casa dela mesma. A gente passa em frente a casa dela, e se o carro do marido não ta na garagem, ela liga pro marido dizendo que chegou e pergunta que horas ele vai chegar pra ela fazer a janta dele. O tonto chifrudo mal sabe que a mulherzinha dele gosta de levar rola grande no cu. E é so no cu que ela me libera pra foder. Na buceta ela não deixa e diz que ela (a buceta ) é so do marido mesmo, mas a bunda ela me serve sem cerimônia nenhuma. Depois que o marido dela diz mais ou menos a hora que vai chegar, a gente entra na casa e dá uma foda daquelas meia rápido mas gostosa. Mal a gente entra na sala, eu já ponho a pica pra fora da calça pra safada mamar e assim que ta triscando de dura e bem grande e pulsando de tesão, a piranha vira de quatro no sofá abaixando a roupa pronta para engolir a minha tora com o cuzão guloso dela.Ela ainda segura a bunda bem aberta com as mãos me deixando uma visão bem panoramica da buceta e do cuzão estufado dela pedindo rola. Eu do uma cuspida no olho do cu dela e enterro a rola até o talo,até as bolas encostar na bunda dela. Ela até geme com a enterrada vigorosa e firme de primeira. Ela é daquelas que gosta do pau entrar e sair com força e rápido. Eu fico em pé parado atrás dela enquanto a safada fica dando quicadas com a bunda fazendo o meu pau entrar até o fundo no cuzão guloso dela,ela que controla a velocidade e a força da metida, ainda fica dizendo “aaiii.. que delicia.... aaiiii....que pauzão gostoso....” A gente fica super tranqüilo na casa pois não tem vizinhos dos lados pra ficar olhando e enchendo o saco. De um lado da casa tem um galpão abandonado e do outro um terreno grande à venda. Não demora muito ,depois dela dar umas boas empurradas com a bunda pra engolir o meu pau com o cu e dizer que quer que eu goze dentro do cu dela, eu seguro as ancas dela com as duas mãos para garantir enterrar o pau bem no fundo e solto a minha gala dentro do cuzão da safada. Em seguida vou no banheiro dar uma lavada no pau na pia do banheiro e passando por ela em pé perto da porta, ganho um selinho e ela diz: “ vai logo... meu marido já deve tar chegando... amanha a gente se vê na firma....” A gostosa me contou que começou a dar o cu com quatorze anos de idade para um tio safado que vivia na casa dela.Esse tio deixou o cuzinho dela viciado em levar rola e ela disse que não parou mais. Mesmo tendo casado um homem que não gosta de comer um cu, ela disse que sempre dá umas escapadas e dá um jeito de conhecer algum cara pra satisfazer esse gosto dela. Deve ser a pura verdade ,pois desde a primeira vez que enfiei meu pau no rabo dela, entrou fácil e de boa sem dificuldade nenhuma, tipo um cu bem acostumado a receber um pau grande dentro.Como eu disse acima, nem lubrificante precisa, basta dar uma cuspida no meio do cu dela que o pau entra super fácil.Apesar do pau deslizar pra dentro fácil, lá dentro, com os movimentos que ela faz com a bunda fazendo o meu pau entrar e sair, ao mesmo tempo ela fica mordendo o meu pau com o cu, fazendo força para apertar.A safada é profissa em dar um cu bem gostoso. O coitado do marido chifrudo não sabe o que ta perdendo, tem um cu gostoso dentro de casa pra fuder a hora que quizer e acaba deixando pra outros homens usarem o buraco do cu da mulher dele pra socar a pica e encher de porra. #8 - 18-02-2018 - 06:13 AM por Agnaldo ----- o fodão comedor de cu de mulher casada... - reportar abuso
Eu dou o cu pro meu namorado todo final de semana e adoro ficar com ele todo arrombadinho e doloridinho de tanto levar a picona grossona e super dura do meu amor. O meu amorzinho é super vigoroso e consegue dar duas metidas uma depois da outra. A cada transa é pelo menos uma foda gostosa e demorada na buceta e outra no meu cu. Gosto sem camisinha e de levar a gozada de porra dentro lá no fundo do meu cuzinho guloso já todo viciadinho na piroca dele.Ele foi meu primeiro e único homem até agora.Estou com 19 anos e começamos quando eu estava com 17 ( nos conhecemos no Colégio). A hora que ele vai meter na buceta ele coloca camisinha no pau. É bom demais levar pirocadas bem fortes,fundas e rápidas na buceta. Meu namorado começa na buceta e depois de tirar a camisinha fora me põe de quatro e começa a socar o pau no meu cu.Nem precisa de algum lubrificante,basta ele dar uma enfiada na minha buceta toda melada que o pau dele entra gostoso no meu cu depois. Por ele demorar pra gozar, levo a pica dele no meu cu até o buraco ficar largo e dolorido. Chego em casa com o meu anus cheinho de porra, ardendo e dolorido de tanto levar a piroca do meu amor nele. Passo uma pomadinha de um tubo azul chamada “Boraderm” muito boa. Tira toda a ardência e dor. Recupera que é uma beleza. Até o ano passado que eu não conhecia como era isso de dar o cu, eu já ficava satisfeita levando pau só na buceta mesmo. Agora que eu gostei na coisa, eu já não fico sem mais levar no cu,adoro mesmo, judia um pouco mas vale a pena o tesão gostoso que dá. Além de levar os jatos de leitinho morno dentro, também curto quando o meu amor urina dentro do meu cu no banheiro e fica olhando eu cagar fora o mijo dele. É aquela urina limpinha bem branquinha de cerveja que ele toma e me pucha pra dentro no banheiro pra urinar dentro do meu rabo. Sou bem submissa e tenho prazer em ser usada e servir ao meu homem.Não nego o que ele me pede ou manda fazer. Fico feliz e satisfeita quando o meu amor tem prazer fazendo alguma coisa comigo. Ele está me treinando a acostumar a engolir o esperma dele. Já engoli várias vezes e está ficando cada vez mais fácil e prazeroso. Acho que até estou ficando viciadinha em engolir também. Meu amor não fuma e come pouca carne vermelha. Dizem que isso deixa o esperma mais gostoso pra engolir.Fica menos azedo ou amargo. Gosto de engolir a primeira carga de esperma dele bem cedo de manhazinha. Acordo o meu amor com um boquete bem gostoso pra tirar o leitinho dele e engolir.Tomo o gozo dele antes de tomar leite com café na mesa.Acho que já gosto mais do leitinho do pau do meu amor do que leite de vaca no copo. Nas primeiras eu estranhei um pouco e tinha que ir lavar a boca depois para tirar o gosto que fica bem forte e não sai fácil depois. Amarra a boca tipo quando a gente come fruta verde. Agora não estranho mais e assim que ele vai ejaculando dentro da minha boca, vou juntando e assim que para de sair os jatinhos, dou uma golada só engolindo tudo de uma vez. Meu amor diz que sou a mulher da vida dele e pretendemos nos casar em breve, assim que a situação de grana melhorar. #9 - 10-02-2018 - 08:31 PM por Mariana G. Leme - reportar abuso
Será que alguem tem esse meu mesmo problema em casa com o marido? Meu marido é um homem muito bom,honesto,trabalhador e amoroso comigo,porém ele tem uma tara e gosto pra sexo que me deixa meia preocupada e até certo ponto triste pois eu gostaria que ele fosse mais tradicional e normal. Vou direta ao ponto: ele tem a mania de deixar a minha buceta toda aberta e larga de enfiar a mão toda dentro e depois ejacular enquanto se masturba. Eu sempre tive bastante elasticidade na minha vulva e nos labios vaginais,e depois do nascimento da minha filha por parto natural, a minha buceta ficou um tanto maior e mais larga. Isso fez com que o meu marido começasse a colocar a mão toda dentro de mim na minha vagina até o fundo. Ele tem uma oficina mecanica de automoveis a um quarteirão de casa e pelo menos uma vez por dia durante a tarde ele aparece em casa para tomar um lanche e aproveita para me dar um trato enfiando a mão dele dentro da minha buceta e gozar se masturbando. Ele me leva pra dentro do banheiro, me faz tirar a calçinha, levantar o vestido, veste uma camisinha na mão e passa o outro braço em volta da minha cintura e começa a empurrar a mão pra dentro da minha buceta. A primeira enfiada de mão que ele dá eu vejo estrelas e bolas brancas de tanto que estica e força a minha buceta pra abrir.Ele faz a mão entrar com o óleo lubrificante que vem na camisinha mesmo.Depois que ele começa, ele só pára se a minha bebe chorar e eu for ver o que ela quer. Ele pede para eu deixar os peitos de fora para ele ficar olhando e dando umas chupadas e fica olhando para os meus pés que ele gosta que eu mantenha sempre bem feitos com as unhas pintadas de esmalte vermelho. No começo o meu marido deixa a mão lá dentro parada e faz movimentos bem lentos e só depois de algumas enfiadas de por e tirar, a mão dele começa a movimentar dentro da minha vagina mais fácil.Eu digo a ele se já dilatou o suficiente e se ele pode mover a mão mais rápido - " pode fazer um pouco mais rápido, amor.... mas não muito... ela tá meia apertada e fechada ainda..." Me dá um tesão doido e eu gozo muito forte na hora que ele gira a mão lá dentro e faz aqueles ossinhos da mão raspar na parte de cima da minha vagina um pouco depois do canal da uretra.Temos que fazer isso no banheiro porque eu ejaculo um monte de liquido e lavo o chão do banheiro com o meu gozo.Fica parecendo que eu urinei no chão todo do banheiro. Depois do meu marido movimentar a mão dele da entradinha da minha buceta até o fundo varias vezes, tipo socando pondo e tirando, após uns dez minutos fazendo assim, eu fico super dilatada e bem larga mesmo.O punho dele começa a entrar e sair bem fácil fazendo uns barulhos altos de pressão lá dentro.A minha vagina enche de ar e na hora que a mão dele entra até o fundo, o ar sai pra fora fazendo um barulho parecendo que a minha buceta tá peidando. Nesse ponto,depois que eu gozei gostoso ,e a minha buceta começa a peidar alto, ai chega a vez dele de gozar. Eu me sento em uma cadeira de plastico que fica dentro do banheiro, ao lado do chuveiro, abro bem as pernas e fico mostrando a minha buceta bem aberta pra ele ficar olhando enquanto se masturba. Ele ainda me pede para ficar dizendo: " amorzinho... voce fudeu muito ela hoje com essa sua mãozona gostosa... deixo ela bem grandona e larga.... tô sentindo ela enorme e uma dorzinha gostosa dentro dela....ela gosta de comer a sua mão toda...agora lava ela de porra.... põe remedinho pra ela recuperar..." Enquanto isso , meu marido fica batendo uma punheta na minha frente e olhando a minha buceta toda arrombada dele socar o punho dentro.Aí ele goza molhando toda a entrada da minha buceta de porra e por ultimo dá mais uma enfiada de punho final para empurrar o esperma pra dentro da minha vagina. À noite ele ainda me dá uma boa comida tradicional metendo o pau direto na buceta ou no meu cuzinho. Eu não aguento ele enfiar a mão duas vezes no mesmo dia. Fica muito sensivel, doi e arde muito por dentro depois. Ele só não faz assim nas minhas menstruações. Não preciso dizer que estou ficando com uma abertura vaginal bem grande e até certo ponto, apesar de estranhar no começo e achar uma maluquice do meu marido, já me acostumei e até fiquei meia viciada nisso e já gosto bastante. Quando ele fica uns dois ou tres dias sem me procurar pra essa prática, eu estranho e fico com a minha buceta piscando e contraindo de vontade de ser penetrada pelo punho enorme e gostoso do meu maridão. Com certeza , um próximo parto (natural )será ainda mais fácil do que foi com a Júlia ,minha filha. #10 - 31-01-2018 - 12:10 AM por Anonima - reportar abuso

Coloque aqui o Seu Comentário sobre este conto:

Seu Nome:

Comentário:

Código anti-spam:      (reescreva o código à esquerda)