neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   


sou casada e sou viciada em dar o cú


sou casada e sou viciada em dar o cú




Too many requests Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 363365 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: Adoro me vestir de mulher
Amo buceta, adoro mulher mas tenho tesão em me vestir de mulher, agora quero um pau para chupar e da...

Publicado em 22 August 2017 | 10:22 am
Confissão: Dei o cu sem capa pela primeira vez
Sou um cara como outro qualquer, amo mulher, amo comer buceta, mas também curto dar o cu de vez em q...

Publicado em 22 August 2017 | 9:04 am


E agora... O conto de gildeci :

eu sou uma mulher casada devidamente comportada, sou executiva, tenho 29 anos, morena clara,165mt,65 kg, chamada gostosa, porem sempre fui muito comportada, casei direitinho com 0 1 namorado .
ninguem imagina como sou uma puta na cama e sou viciada em dar um cuzinho, vou descrever para voces a primeira vez que eu dei o meu rabinho e foi delicioso, foi assim fui para uma fazenda de uma tia do mu esposo nas ferias da faculdade juntamos as ferias e conseguirmos ir junto, logo no 1 dia senti que iria ser 15 dias diferentes em minha vida estavamos casados a 6 anos e estava dificil o relacionamente estavamos precisando de uma renovada sabe, a noite não tinha energia então tomavamos benho nunha cachoeira ali perto no 2 dia de banhos eu o ataquei e chupei o pau dele até fazer ele gozar e então pensei poderia surgie de min esse pedido, e disse a ele amanhã é sou vez de me surpreender, eu ja estava querendo dar e ele tambem queria mais ele tinha medo da minha reação, por ser 1 namorado garota de familia essas coisas, e os dias ian passando e ficava naquele desejo sempre, quando fomos para o próximo banho a noite na cacheira ele falou, quero algo que nunca me deu, e eu disse o que: "na verdade eu queria que ele pedisse ere um fetiche meu" ele falou as palavras deliciosas " quero comer todo o seu cuzinho hoje"
EU IMEDIATAMENTE FIQUEI DE QUATRO E ELE MIN LAMBEO POR CERCA DE MEIA HORA E ME MASTURBOU E LOGO DEPOIS DEU DUAS CUSPIDAS NO MEU RABINHO E METEO COM FORÇA, NUNCA SENTI UMA DOR TÃO GOSTOSA ANTES,
e depoes desse dia todos os dias que retavam de ferias eu dei o cuzinho tinha dias que ere duas, tres vezes seguidas e dai fiquei viciada em dar o cu, se eu não fizer eu não fico satisfeita sou uma puta sedenta por dar o cu sempre!!!!!!!!!!!!!!!



#3429 Comentários - 23-10-2010 - 12:20 AM por gildeci - Fetiches - Confirmo, É EXCITANTE (220) - Nota negativa! (75)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.
Sou moreno alto bonito e sensual. Tenho um casamento bastante liberal. Minha mulher sabe que saio com outras e deixo ela sair com outros homens também. Tenho grande experiência em tirar cabaço de boceta ou do cu de mulher jovem e inexperiente ou para as que queiram perder o medo de fazer sexo anal com seus companheiros. Faço com carinho e só introduzo o meu penis avantajado na boceta ou no cuzinho da mulher depois de bastante preliminares.Sou imigrante de Marrocos e estou no Brasil a 6 anos onde conheci a minha mulher e nos casamos. Tenho um penis de 22 cms e bem grosso,mas raramente introduzo ele todo no anus da mulher no primeiro encontro.Normalmente leva umas três ou quatro tentativas até que a mulher consiga recebe-lo todo dentro do anus e eu posso meter com força da forma que mais gosto.Nas primeiras vezes utilizo bastante pomada KY para anestesiar e elas não sentirem muita dor e só depois do anus dilatar bem eu vou reduzindo a aplicação da pomada pois com o uso da pomada preciso usar camisinha senão meu pau perde a sensibilidade.Nos três ou quatro primeiro encontros é assim, muito KY e deixar o pau dentro parado só para o cu ir abrindo ,perdendo as pregas e acostumando com o tamanho da minha rola grossa.A hora que o meu pau entra fácil sem resistência ai eu corto o uso da pomada e meto só com um oleo de coco com essência de amêndoas. Ai o caralho escorrega gostoso pra dentro e fica um cheirinho bom no ambiente.Nesta parte da empreitada, elas começam a gemer alto e dizer: “ ai.... que delicia.... que pau enorme.... doi mais é gostoso... enfia tudo... soca ele todo dentro... continua socando assim que tá gostoso... ai... que delicia...” Com a maior parte delas faço elas gozarem forte e algumas até choram e depois ficam até fracas e com tremedeira de tão forte a emoção do gozo.Algumas depois de ver a grossura do meu pau, não aceitam anal de forma nenhuma mas não dispensam senti-lo dentro da boceta.Gosto mais de comer um cu pois posso soltar a minha gala dentro sem receio de engravidar a princesa e também no cu consigo enterrar o pau todinho até as bolas, e na boceta sempre bate no fundo e elas ficam reclamando de dor e incomodo. Não sou garoto de programas não heim.Faço sexo por puro prazer para mim e gosto de fazer a minha parceira sentir fortes emoções. Meninas,mulheres e jovens senhoras que queiram me conhecer, favor deixar um zap ou e-mail neste blog que entro em contato. Obs: só mulheres e acima de 18 anos. Quando estou saindo com alguma que tenha um relacionamento constante tipo namorado ou até seja casada, a maior preocupação delas é de ficar com o anus muito dilatado e o companheiro descobrir que elas tão dando o cu fora de casa.Mas fica só na preocupação pois depois que elas gostam e acostumam em levar a minha piroca no cu elas não ficam sem mais. Dito com as palavras delas, o cu vicia em pica grande e grossa e fica querendo de novo. Marco encontros aqui em casa mesmo e minha mulher é bem educada e discreta e nos deixa a vontade no quarto.Em contra partida tambem deixo ela trazer outro homem para nossa cama para fazer sexo. Para que ninguem ache muito estranho, nosso casamento foi combinado para que eu pudesse obter cidadania brasileira e em contrapartida proporciono à minha mulher uma vida bem abastada e confortável. Somos casados de papel passado e vivemos sob o mesmo teto,mas temos a liberdade de solteiros. #1 - 19-08-2017 - 07:39 AM por Tulon Massar... - reportar abuso
Sou uma jovem loira de 22 anos recém casada e amo muito o meu marido, mas acho que ele mudou um pouco no comportamento comigo no sexo. Antes ele era bastante carinhoso e cuidadoso.Foi ele o meu primeiro e único homem até hoje, tirou minha virgindade aos 17 anos. Sempre gostei de me sentir dominada e submissa à ele no sexo e sem dizer nada ele foi percebendo isso. Depois que nos casamos, isso a oito meses atrás, ele foi se soltando e ficando mais violento comigo, não violento de me machucar mas passou a me bater no rosto dando tapas fortes enquanto me fode no cu e depois de gozar dentro do meu anus, urinar dentro do meu intestino e me chamar de sua puta vagabunda. Ele me leva pra dentro do banheiro para tomarmos banho juntos e debaixo do chuveiro começa a me foder no cu e enquanto dá socadas fortes com a piroca grande e dura dele, fica puxando os meus cabelos e dando tapas com a mão aberta no meu rosto e fica me chamando de puta vagabunda e que eu pertenço a ele agora. Eu fico na minha e não digo que gosto desse jeito dele mas acho que ele percebe que eu gosto pelos meus gemidos e por eu gozar forte quando ele faz assim. Depois que ele goza dentro do meu cu ai ele não tira o pau de dentro me segura um tempo parado me abraçando e começa a urinar. Assim que ele sai do Box do banheiro eu fico me limpando,colocando a mangueirinha do chuveiro dentro para lavar. Sai merda, porra e urina de dentro. Fico me sentindo usada e submissa ao meu macho dominador e meu dono e isso me dá bastante prazer e tesão. Com o cu arrombado e dolorido, com o rosto vermelho e formigando, me sinto uma puta vagabunda dele e por ele ser meu marido é meu dono e pode me usar como quiser.Quero dar prazer a ele e como gosto de ser usada e submissa também sinto prazer assim. Sei que muitas mulheres que lerem isto ficarão indignadas e não concordarão com a minha posição mas as pessoas tem que respeitar as diferenças e individualidades.Claro que isto deve ficar entre quatro paredes , mas acho que as pessoas devem ter conhecimento das particularidades de comportamento e preferências das pessoas. Se todas as pessoas fossem iguais e se comportassem da mesma forma, que chato o mundo seria não é mesmo ? .... #2 - 15-08-2017 - 09:03 AM por Cibele - reportar abuso
Eu adoro sexo anal , mas para que o meu noivo não fique mal acostumado e só queira comer o meu cu, eu só libero o cu para ele depois dele socar bastante na boceta primeiro. Depois que levei bastante a rola dele no buraco da frente aí sim libero a porta do fundo até ele soltar toda a porra quentinha dentro. É uma delicia a sensação que fica de levar porra dentro do cu. Me sinto mais mulher,mais feminina e bem safada. Desta forma fico com os dois buracos satisfeitos. Comecei a fazer assim de tanto ele, o meu noivo, só querer comer o meu cu e deixar a boceta na secura com vontade de levar pica. Homem é um bicho que fica mal acostumado se a gente não colocar regras. Ele gosta mais de comer o meu cu por ser mais apertado. A minha boceta depois dele socar um tempo vai ficando meia aberta e larga e o cu mesmo ficando meio relaxado é só eu fazer força para apertar o pau dele que fica apertadinho de novo. A hora que eu faço força pra apertar o pau dele, ele gosta e soca com mais força ainda, e é uma delicia sentir o pau dele entrar rasgando e bem rápido até o fundo enterrando tudo até encostar as bolas na minha boceta. #3 - 12-08-2017 - 01:26 PM por Vanessa - reportar abuso
Meu namorado me fode no cu e ao mesmo tempo enfia a mão dele dentro da minha buceta. Quase sempre eu fico na posição frango assado na bera da cama e ele primeiro enfia o pau no meu cu e em seguida passa um creme hidradante na mão dele toda e enfia dentro da minha buceta. Minha buceta é bem molinha e estica bastante e a mão dele entra fácil sem doer.Claro que fica bem grandona e larga na hora que ele tá enfiando a mão dentro mas depois de um tempinho volta ao normal e fecha de novo. Antes eu tinha ela bem peluda e a mão dele travava nos pelos ,mas resolvi raspar tudo e agora a mão dele escorrega pra dentro bem gostoso.Na hora que ele tira a mão de dentro ela sai toda lambuzada e melecada do meu gozo. Eu sempre gozo bem forte e gostoso quando ele fica socando a mão dentro bem rápido da portinha até o fundo e ao mesmo tempo goza e enche o meu cu de porra quentinha. Fazemos isso só nos finais de semana quando a gente fica juntinhos namorando,mas ele me disse que quando a gente se casar, ele vai me foder assim todo dia. #4 - 10-08-2017 - 06:20 AM por Bruninha - reportar abuso
Dar o cú é a melhor coisa que tem , sinto prazer de mais , tenho 25 dou meu cu desde os 20 , atualmente namoro um cara de 43. Ele é muito safado , come meu cu sempre quando vem a são paulo . Adoro dar pra ele , ele mete com força me deixa toda arrombada.Nesse fim de semana , ele veio aqui em casa , dessa vez transamos sem camisinha , senti a porra dele preenchendo meu anus , foi maravilhoso , toda vez que solto um peido eu passo a mão e sinto o melado na minha calçinha , to ardida , dolorida , mas bem relaxada. Não sei até quando vou aguentar ele la e eu aqui . To viciada no pau dele.#5 - 07-08-2017 - 06:45 AM por Sarah - reportar abuso
Tambem gosto bastante de chupar numa rola cheia de veias e grossona. Prefiro aqueles paus que soltam bastante gosminha branca antes do cara ejacular. Aquela aguinha melada que sai tem um gosto docinho e vai dando um cheiro de cacete na boca que não tem igual. Sou bastante baladeira e saio todo final de semana e é raro eu não me engajar com algum carinha na noite e mamar o cacete deles no carro antes de ir pra casa. Não engulo a porra de todos mas dependendo do tesão na hora eu decido se engulo ou não. Também pesa muito o jeitão do cara no aspecto de ser saudável. Já chupei pau de todos os tipos , tamanhos e formatos, mas os melhores na minha modesta opinião são os homens negros. Eles nunca decepcionam na questão tamanho do pau, sabor e quantidade do esperma. É difícil não ser uma porra bem grossa, farta e com gosto bom.Quando eu saio com um negão eu chupo e engulo tudo sem desperdiçar uma gotinha. Semana passada sai de um barzinho com um negão lindo , não resisti e acabei dando pra ele no banco de trás do carro dele.Eu tava tão doidona e com tanto tesão que aceitei ele me foder sem camisinha mesmo. Ele socou o pau na minha buceta até gozar dentro. Tive que tomar a pílula de emergência no dia seguinte. Como diz aquela frase de piada: - tomar bebida alcoólica faz mal pras minhas pernas. Eu abro elas fácil depois. #6 - 03-08-2017 - 04:03 AM por Ju - reportar abuso
Não dou o meu cu nem pro meu marido nem fora de casa , mas uma coisa que eu não dispenso e adoro fazer é mamar num cacete, isso eu não dispenso nunca. O pau do meu marido eu chupo de vez em quando, até porque já enjoei um pouco do dele. Depois de um tempo chupando a mesma pica a gente fica com vontade de saborear algo diferente. Comecei a mamar o pau do meu supervisor no meu trabalho e ainda por cima engulo a porra dele até a ultima gotinha. A gala do meu marido é meia amarga e com um cheiro meio forte e azedo. Acaba que não me apetece ficar engolindo a do meu marido. A porra do Jonas, meu supervisor , é daquelas bem grosinha e com um gosto bom,desce super fácil pela garganta sem travar. Dá até para espalhar por toda a boca e sentir bem o gosto antes de engolir. No final da tarde,depois que as minhas colegas atendentes desligam os computadores e saem todas apressadinhas para ir embora, dou uma enrolada para ficar sozinha com o Jonas e a gente vai num banherinho desativado que tem no setor e caio de boca no pau dele até tirar todo o leitinho de dentro do saco dele. Apesar dele também ser casado, ele já me chamou para ir a um motel para foder, mas eu não topei não e disse que se ele quiser é só boquete senão eu paro e nem isso faço mais. Ele aceitou e não tocou mais no assunto. Como mulher é um bicho muito esperto, a mulher dele começou a aparecer na empresa, acho que por eu estar secando a fonte de porra dela, ela tá meia desconfiada já. Quando ela aparece e eles vão embora juntos, eu fico na seca sem mamar a rola do Jonas e tomar a minha porrinha gostosa. Já tá fazendo uns seis meses que to mamando no pau do Jonas e acho que já tomei quase um litro do esperma dele e percebi que tem me feito bem, antes eu tinha uma menstruação irregular,vivia adiantando ou atrasando, mas depois que passei a tomar a gala do Jonas, tudo regulou maravilha, até umas enxaqueca, com dores de cabeça que eu tinha antes, desapareceram também. Acho eu que os hormônios e vitaminas que tem no esperma, dá uma regulada na mulher. Pretendo continuar a tomar o leite do pau do Jonas até não aparecer algo que impeça,tipo a mulher dele embassa e a gente não poder fazer mais. Se isso acontecer vou ter que arrumar outra fonte de vitaminas para sugar. #7 - 03-08-2017 - 03:06 AM por Juliana - gosto de fazer Boquete completo - reportar abuso
Gosto bastante de sexo anal e faço com o meu namorado todo final de semana. Acho que já não posso ficar mais sem dar o cu , pois o tesão sobe na cabeça, o cu coça e fica piscando de vontade de levar um cacete duro dentro. Meu namorado fode super gostoso e deixa meu cu todo larquinho e estufado de levar a piroca dura dele. Fica parecendo uma flor aberta, parece que to com hemorróida de tão aberto e vermelho que fica. Apesar de arrombar o cu, eu não fico sem mais e quero todo final de semana . Adoro levar a esporrada dentro e depois cagar e peidar na privada com o cu todo largo e relaxado. Para não cagar no pau do meu namorado, eu faço chuça com o chuveirinho do banheiro e tomo um laxante antes para soltar tudo e ficar com o intestino limpinho. Antes de eu aprender a fazer isso eu já caquei no pau dele e é horrível isso. Fica um cheiro de merda no quarto todo que não sai fácil ,alem da vergonha que a gente fica depois. Para as meninas que ainda não fizeram e tem vontade de saber como é, eu digo que é só ir com cuidado e paciência no começo que depois que o cu acostuma a gente não fica sem mais. #8 - 02-08-2017 - 06:22 PM por Larissa - reportar abuso
Sou casada a 5 anos e dou meu cu dia sim dia não. Adoro dar o cú , senti o pau do meu marido pulsando enquanto ele me masturba . Gosto de sentar e ficar rebolando. Aos finais de semana quando estamos de folga , meu marido e eu fazemos uma maratona se sexo , teve um dia que ele gozou 6 vezes dentro do meu cú , é claro que só saiu esperma até a quarta depois só aguinha mesmo , nesse dia eu fiquei com esperma dentro do rabo o dia todos , ele gozava eu fechava e cu e tentava Ficar com esperma dentro dele , depois ele gozava de novo , e foi assim até o fim do dia . No final minha calcinha tava melada , meu cú totalmente arrombado e o cheiro bem forte de porra vencida . Meu marido filmou tirou foto e mostrou pra mim , estava bem judiado , mas eu adoro. Sentar no vaso e deixar e porra sair . Amo receber a pica no rabo. Não vivo sem sexo anal.#9 - 30-07-2017 - 06:22 AM por Carla - reportar abuso
Minha situação na vida é bem como diz o titulo “Sou casada e sou viciada em dar o cu...” Não me considero viciada mas gosto bastante de sexo anal. Perdi o cabaço do meu cu com um ex-patrão, um alemão viúvo de 50 anos ,que eu fazia faxina na casa dele para ajudar minha mãe com as despesas de casa.Na época eu tinha 16 para 17 anos e desde os meus 14 acompanhava minha mãe para ajudar ela nas faxinas e aprender também. Minha mãe trabalhava pra este alemão e quando fiz 16 anos ela me colocou para trabalhar pra ele enquanto ela ia pra outra casa,assim a gente dobrava a nossa receita. Depois do alemão me tratar super bem e me dar um monte de presentinhos e agrados, ele começou a me bolinar,passar a mão sobre a minha bunda ,os meus seios e me elogiar dizendo que eu era uma moçinha muito bonita. Acabei cedendo às investidas dele e como era virgem e não podia engravidar de forma alguma, ele só me comia metendo no cu. No inicio era muito foda e doia pra caralho receber aquele puta cacete duro dentro do cu, mas após varias fodas, o meu cu foi acostumando e ficando mais laceado e acabei por gostar e ter prazer em dar o cu para ele. Ele saia do escritório dele a qualquer hora da tarde e vinha pra casa me comer o cu. Quase sempre me trazia uma caixa de bombons ou um calçado, ou uma peça de roupa e também me dava uns bons agrados em dinheiro junto ao meu pagamento. O dinheiro eu escondia da minha mãe mais fácil, mas as roupas eu vendia para as colegas no colégio para minha mãe não ver e ficar desconfiada de eu ganhar presentes do meu patrão alemão. O alemão era bem direto e assim que chegava em casa ,me chamava , me colocava de bruços apoiada numa mesa da sala , ia na cozinha pegar um pote de manteiga ,abaixava a minha calçinha , depois passava um pouco no meu cu e me sentava o pau duro no rabo ,sem dó nem piedade. Eu via estrelas nas primeiras estocadas dele que eram sempre vigorosas e firmes fazendo o pau entrar todo dentro até o talo e depois ficar quase todo fora com só a cabeça dentro e em seguida ele socar todo dentro de novo até as bolas. O alemão ficava socando assim até gozar dentro do meu cu. O maior sofrimento e desconforto era nas primeiras socadas mas depois que o meu cu acostumava , ficava relaxado ai dava um tesão bem gostoso sentir o pau dele entrar e sair do meu cu. No inicio eu fazia faxina pra ele nas terças e quintas,mas depois ele me passou para segundas, quartas e sextas. Ou seja, eu era fodida no cu dia sim dia não com esse alemão. Outro cuidado que eu tinha que ter em casa era com as minhas calçinhas no banheiro pois, como eu não tinha tempo para me limpar na casa do alemão, eu ia embora pra minha casa com o gozo dele dentro do cu e sempre vazava um pouco na calçinha. Para garantir, eu lavava elas durante o banho e pendurava no Box do banheiro. Morava eu e minha mãe apenas na casa, sou filha única e meu pai morreu quando eu tinha 9 anos de idade. Trabalhei na casa desse alemão dos meus 16 até os 19 anos, depois ele mudou para outro estado e perdemos contato. Depois dele, tive namorados e sempre fazendo bastante sexo anal que passei a gostar e sempre querer. Como o destino às vezes é cruel com a gente, acabei me casando com um homem que nunca gostou de sexo anal. Meu marido passa o dia todo no trabalho, sai bem cedo as 7:30 da manhã e volta à noitinha por volta das 9:00 . Sou dona de casa pois meu marido tem um bom salário e prefere que eu cuide da casa e de do nosso filhote, um garotinho lindo de 7 aninhos, que passa o dia todo na escolinha. Não que eu acho certo o que ando fazendo,mas como disse acima, passei a gostar bastante de sexo anal e como o meu marido não curte isso, dou meus pulos para me satisfazer. Ultimamente, tem um rapaz que passa na rua com uma bicicleta com uma cesta grande vendendo Paes e passei a comprar dele. Começei a chamá-lo para entrar em casa para entregar os pãezinhos e tomar um café feito na hora comigo. Conversa vem ,conversa vai, me insinuei para o jovem rapaz e ele não recusou e tá me comendo no cu como eu nunca tinha sido antes. Ele é um rapaz de uns 20 anos, negro com corpo atlético,muito bonito, cheiroso e educado. Tem um pau digno de um homem negro, grande, bem grosso e super duro. Eu quase me cago toda levando o pauzão dele no meu cu mas vale a pena o gozo super forte que me proporciona. Pras vizinhas não ficarem de futricas e fofocas, a gente fode rápido e eu me seguro para não fazer barulho alto. Eu abro o portão , ele entra com a bicicleta dentro da garagem e fecho a porta. Agora a gente nem perde tempo mais com conversas e o café e o pão ficam pra outra hora. Assim que ele entra na sala, eu já abaixo a calça dele e fico mamando o pau dele todo até ficar bem duro, depois passo um creminho lubrificante no pau dele todo, me posiciono de quatro no sofá e fico esperando o pau dele entrar no meu rabo. O pau dele entra tão fundo que me dá muita vontade de fazer coco e bastante dor de barriga depois. Assim que ele sai da garagem com a bicicleta e vai embora, eu corro pro banheiro soltar o esperma dele fora e me lavar por dentro com a mangueirinha do chuveiro. Nunca estive tão satisfeita e feliz como estou agora levando a rola do negão no cu. Apesar dele judiar bastante do meu rabo com aquele pauzão grosso dele, eu adoro a sensação gostosa que fica depois. O negão já deixou o meu cu mais estufado e arrombado que era antes mas tá valendo a pena o tesão gostoso que me dá. #10 - 28-07-2017 - 06:33 AM por anonima - reportar abuso

Coloque aqui o Seu Comentário sobre este conto:

Seu Nome:

Comentário:

Código anti-spam:      (reescreva o código à esquerda)