neo concepts
Contos Eróticos da vida real
atreva-se a publicar o seu e surpreenda-se com o feedback (agora 100% abertos)
  

Conhece um conto erótico digno de ser partilhado?


O Seu Nome* : O Seu Email* :   * Deseja Receber Notificação? :
* O SEU EMAIL NUNCA será divulgado ao público. Serve apenas para você receber as notificações do seu conto.

Obrigatório: Qual o título deste conto:  

Palavra Chave/TAG 1:    escreva 4 palavras/tags que definam o seu conto,
Palavra Chave/TAG 2:    o seu conto ficará associado a estas palavras chave.
Palavra Chave/TAG 3:   
Palavra Chave/TAG 4:   

Associar uma Imagem:    Opcional. Pode associar uma imagem ou foto ao seu conto. Imagens de Sexo explícito são proibidas.
Categoria Temática:

Descreva pormenorizadamente o seu conto erótico.
Anti-spam* (ESCREVA APENAS OS 3 SÍMBOLOS A PRETO):      captcha image   


sou casada e sou viciada em dar o cú


sou casada e sou viciada em dar o cú




niltondantas1977 publicou o seguinte:

...


Mais Vídeos Gratuitos? Veja aqui:

Este conto foi lido 142104 vezes.
Depois de ler este conto, porque não uma visitinha a estes desabafos Sexys:

Confissão: Sinto inveja da minha colega garota de programa
Eu confesso que admito que sinto inveja dela, mas ao mesmo tempo não entendo porque os homens sempre...

Publicado em 1 August 2015 | 11:28 am
Confissão: corno de estiva
Eu confesso que hontem minha esposa finalmente deu o cu para seu amante e eu vi tudo ben de pertinho...

Publicado em 1 August 2015 | 10:43 am


E agora... O conto de gildeci :

eu sou uma mulher casada devidamente comportada, sou executiva, tenho 29 anos, morena clara,165mt,65 kg, chamada gostosa, porem sempre fui muito comportada, casei direitinho com 0 1 namorado .
ninguem imagina como sou uma puta na cama e sou viciada em dar um cuzinho, vou descrever para voces a primeira vez que eu dei o meu rabinho e foi delicioso, foi assim fui para uma fazenda de uma tia do mu esposo nas ferias da faculdade juntamos as ferias e conseguirmos ir junto, logo no 1 dia senti que iria ser 15 dias diferentes em minha vida estavamos casados a 6 anos e estava dificil o relacionamente estavamos precisando de uma renovada sabe, a noite não tinha energia então tomavamos benho nunha cachoeira ali perto no 2 dia de banhos eu o ataquei e chupei o pau dele até fazer ele gozar e então pensei poderia surgie de min esse pedido, e disse a ele amanhã é sou vez de me surpreender, eu ja estava querendo dar e ele tambem queria mais ele tinha medo da minha reação, por ser 1 namorado garota de familia essas coisas, e os dias ian passando e ficava naquele desejo sempre, quando fomos para o próximo banho a noite na cacheira ele falou, quero algo que nunca me deu, e eu disse o que: "na verdade eu queria que ele pedisse ere um fetiche meu" ele falou as palavras deliciosas " quero comer todo o seu cuzinho hoje"
EU IMEDIATAMENTE FIQUEI DE QUATRO E ELE MIN LAMBEO POR CERCA DE MEIA HORA E ME MASTURBOU E LOGO DEPOIS DEU DUAS CUSPIDAS NO MEU RABINHO E METEO COM FORÇA, NUNCA SENTI UMA DOR TÃO GOSTOSA ANTES,
e depoes desse dia todos os dias que retavam de ferias eu dei o cuzinho tinha dias que ere duas, tres vezes seguidas e dai fiquei viciada em dar o cu, se eu não fizer eu não fico satisfeita sou uma puta sedenta por dar o cu sempre!!!!!!!!!!!!!!!



#3429 Comentários - 23-10-2010 - 12:20 AM por gildeci - Fetiches - Confirmo, É EXCITANTE (160) - Nota negativa! (51)
Adicionar aos Favoritos
Enviar a um Amigo
Este conto já foi visto antes

Contamos com a sua decisão. Você leu a totalidade deste conto? Gostou? Não?

Agradecemos que faça a sua votação. Clique num dos links em cima.
Clique em "Confirmo, É EXCITANTE" se gostou do conto ou clique em "Nota negativa" se não gostou. por favor faça-o em consciência. Obrigado pela sua participação.

Comentários dos usuários:

Nota: O site Contos Eróticos (contoseroticos.mundopt.com) não se identifica com os comentários aqui publicados. Os comentários são da inteira responsabilidade dos seus autores e podem ser removidos sem aviso prévio. Se você encontrar aqui algum comentário que considere que ultrapassou todos os limites, por favor clique no link "Relatar" para o reportar à administração. Obrigado.
eu não tenho o custume de dar o cur mais as vezes eu dou mais é assim dou o cu hoje só vou dar o cu só daqui a um ou dois anos depois poque quando eu for dar de novo eu possa sentir a pica entrando no meu cu com se fose ainda virgem..#1 - 16-07-2015 - 02:24 AM por anônimo - reportar abuso
Moro em sorocaba, ótimo nível sócio econômico cultural, educado, cheiroso, pele clara, cabelos pretos olhos castanhos claros, corpo musculoso, rosto bonito, experiente em seduzir mulher casada.Tenho local seguro e discreto para encontros mas posso ir até vcs. Meu e mail é claudiosorocaba@bol.com.br Adoro beijos demorados longas preliminares, demoradas penetrações para te deixar saciada.Vem gozar gostoso quero testar seu limite anal#2 - 27-06-2015 - 08:09 PM por claudiosorocabasp - reportar abuso
Trabalho em um banco na Capital paulista,sou gerente de atendimento pessoa Física. Acho que posso dizer o nome do banco, é o Bradesco. Não posso dizer mais pois não quero ser identificada. Estou escrevendo neste blog para dizer que também passei a ser uma apreciadora de sexo anal e sou casada também. Existe vida após o casamento,hehehe.... Sou uma loira de 36 anos de idade,de ótima aparência,bem gostosa ,cabelos longos até a metade das costas lisos e bem cuidados. Sem falsa modéstia, sou uma loira bastante atraente e bonita. O chamado avião pelos homens. Por força do meu cargo, estou sempre bem vestida de terninho,composto por saia e blusão tipo blazer. Estou casada com o Victor meu marido já a treze anos. O Victor é um oriental filho de imigrantes japoneses.Ele nasceu no Brasil. Me casei com ele após dois anos de namoro e como estava ficando meia velhinha e não queria ficar para titia, me casei logo. Apesar de ter atração pelos homens negros, acabei me casando com um japa,pode?... Namorei um homem negro dos meus 17 aos 20 anos. Meus pais de origem italiana sempre me criticavam e nunca aprovaram eu,uma loirinha clarinha dondoca delicada , namorar um negão. Resisti a tudo e a todos e acabei namorando o meu negão e não me arrependo de nada. Foi a época que aprendi tudo sobre sexo. Faziamos sexo anal,vaginal e acabei pegando gosto por engolir esperma com ele. Eu o amava muito e estava decidida a enfrentar qualquer um para ficar com ele e nos casarmos,até o dia que descobri que ele estava me traindo e terminamos tudo. Em seguida conheci o Victor e nos casamos após um tempo de namoro. Já está fazendo uns dois anos que estou tendo um caso com um homem negro na agência em que trabalho. Ele se chama Paulo e é segurança da agência. Ele trabalha para uma empresa de segurança terceirizada pelo banco. O Paulo é um negão enorme de grande e forte. Ele se veste todo de preto,usa colete e uma arma na cintura. Eu em pé,mesmo de salto alto,fico na altura do peito dele. Desde que o vi pela primeira vez ,o ano retrasado,fiquei atraída por ele. Todo dia,após e expediente, procurava sair por ultimo da agência,e ele abria a porta para mim com um sorrisão no rosto. Nossos sorrisos e olhares foram aumentando com o tempo e um dia inventei a desculpa de uma gaveta na minha mesa que não abria e precisava muito obter documentos e papeis de dentro dela e o chamei para me ajudar. Ele veio todo contente me ajudar a abri-la. Assim que ele forçou a gaveta e a abriu, dei um pulo e o abracei e o beijei no rosto dizendo que estava muito grata e queria retribuir fazendo um café para ele. Fomos até a cozinha da agencia e ficamos lá converçando e tomando café. Os únicos lugares na agencia sem monitoramento por câmeras são o banheiro e a cozinha. Lá ficamos bem a vontade e não somos observados.Iniciamos uma amizade que foi evoluindo para o sexo. No início eu apenas o chupava e engolia o seu esperma. Passei uns dois meses só no boquete e tomando o esperma espesso do Paulo todos os dias. Todo final de tarde,ao termino do espediente de trabalho,eu chamava o Paulo para tomar um cafezinho e estando dentro da cozinha,longe dos olhares eletrônicos das câmeras, ele tirava a calça ,o colete e os sapatos e eu caia de boca no caralho duro dele. Lambia o pau todo até a base e chupava e lambia as bolas. A diferença de chupar o pau do meu marido e o de um negão como o Paulo é enorme. Começa pelo volume. O caralho do Paulo é muito maior do que o do meu marido e o sabor então não se compara. O Paulo solta bastante pré-porra o que me deixa com um sabor de rola na boca que faz a minha buceta escorrer de tesão. Gosto de fazer o chamado beijo grego que é chupar e lamber o cu do homem. O Paulo me disse que até hoje só eu fiz isso com ele. Acho a bunda do negro sem igual. O Paulo tem uma bunda redondinha e musculosa que eu não resisto e fico mordiscando e lambendo ela todinha. Adoro abrir a bunda dele com as duas mãos e ficar lambendo e enfiando a ponta da minha língua no buraquinho do cu dele. Depois ele se vira e volto a chupar o pau,que já está escorrendo um meladinho docinho. O Paulo me avisa que está prestes a gozar e eu me preparo para receber o esperma dele dentro da minha boca. O esperma do Paulo é bem espesso e tem bastante volume. Às vezes chupo o meu marido e engulo o esperma dele também ,mas não se compara em quantidade e sabor. O esperma do meu marido é bem ralinho,quase uma água transparente e pouca quantidade e normalmente é meio amargo e salgado. Coloco o pau do Paulo quase no fundo da boca,encostando a cabeça na lateral da boca bem no fundo,próxima à garganta e fico aguardando os jatos de esperma.São em média uns oito ou nove jatos que vou engolindo à medida que vão saindo.Desta forma não desperdiço nem uma gota e não sinto muito o gosto,apesar do esperma do Paulo ter um gosto bom. O problema de ficar com esperma espalhado pela boca toda é que empelota e fica grudento. Junto com a saliva, o esperma parece que vira uma cola.O Paulo até urra de prazer enquanto está gozando e me vê engolindo tudo. Passei dois meses só no boquete e com a buceta piscando e coçando de tesão de levar o caralho do Paulo dentro dela. O Paulo vivia me pedindo para meter na minha buceta e eu dizia que não podia e não queria trair o meu marido desta forma. Sempre achei que um boquete é uma traição bem mais leve . Se meu marido que comesse com mais frequência,talvez eu tivesse resistido aos assédios do Paulo me foder na buceta. Porem ,meu marido me come uma vez no mês e as vezes nem isso. Conclusão. Comecei a dar a buceta para o Paulo enfiar o pauzão grosso e duro dele. Após fazer o boquete que não abro mão, fico sentada sobre um armário de madeira com as pernas bem abertas e o Paulo vem e me enfia o pau na buceta e fica metendo. Como eu sou pequenininha e leve em comparação ao tamanho e força do Paulo, normalmente ele me pega no colo, eu fico com os braços em volta do pescoço dele abraçada e ele me segura com os braços sob as minhas pernas e fica socando o pau até o fundo da minha vagina com força e rápido. Adoro esta posição pois me faz sentir a cabeça do pau dele bater com força no meu útero e me dá bastante tesão e prazer. Depois de algumas estocadas vigorosas e rápidas,vai me dando um tesão que me leva a gozar bem forte,fico com a vista embaçada e minhas pernas perdem o controle e os dedos dos meus pés viram para trás e abrem. A minha vagina aperta e fecha a ponto do Paulo ter que meter com mais força para o pau entrar. Fico mole e bem relaxada. O Paulo ao ver que gozei, fica com o pau dentro parado um pouco para eu me recompor e depois inicia as estocadas de novo. Desta forma ele me faz gozar umas duas ou três vezes na seguência sem tirar o pau de dentro da minha vagina. Por estar tomando anticoncepcional, deixo ele esporrar dentro,o que alias acho uma delicia ficar com o esperma dele dentro da minha vagina um tempão sem escorrer para fora. Esta é uma vantagem do esperma ser espesso e pastoso. Vou para a faculdade à noite depois de sair do banco com a buceta toda arrombadinha e melecada de esperma do meu negão delicioso. Dentro da sala de aula ,fico apertando a musculatura da vagina e lembrando da foda gostosa que o Paulo me deu. Sinto a buceta meia larga,aberta e toda melada de porra. Só depois de bastante tempo,pelo calor interno da vagina e por misturar com a minha lubrificação, o esperma começa a ficar mais liquido e a escorrer um pouco. Só percebo manchar um pouco a calcinha quando estou voltando para casa. Em casa tomo um banho,lavo com a mangueirinha do chuveiro bem no fundo da vagina e nunca esqueço de lavar a calcinha que acaba ficando com uma mancha de esperma no fundo.Meu marido até agora nem desconfia que tem um negão usando a minha buceta e me dando rola no cu também. Ainda não contei nada sobre como o Paulo inaugurou a primeira foda dele no meu cu. O Paulo vivia me pedindo para me comer no cu. Eu sempre desconversava e dizia que não aguentaria um pau tão grande e grosso no meu rabo e que iria doer muito,apesar de gostar de sexo anal e já ter praticado antes,não tanto com o marido ,mas com o namorado também negro na adolescência. O Paulo ficou feliz de saber que tive um namorado negro na minha adolescência antes de me casar. Mostrei a ele este texto e ele achou bem excitante. O Paulo tanto insistiu que acabei cedendo,porém com a condição de no momento que doer e eu pedir para parar ele atendesse de imediato. Trato feito, fomos aos finalmente. Para garantir que seria bem sucedido e não fosse doer, o Paulo se garantiu com o uso de um gel lubrificante próprio para sexo anal. É o chamado tudo em um (ou quatro em um). É um gel que lubrifica, cicatriza,anestesia e tem propriedades bactericidas. O Paulo então me preparou o anus com este gel. Aplicou uma boa quantidade introduzindo dois dedos dentro do meu cu e deixou fazer o efeito de anestesiar enquanto ficou me comendo a buceta. Passados uns dez minutos,ele me virou de quatro,me pediu para abrir a bunda com as mãos e fazer força como para cagar. Senti ele encostar a cabeça do pau no olho do meu cu e empurrar com tudo e me segurar pela cintura para não escapar dele. Senti uma pressão forte no cu e um volume como se fosse um coco enorme querendo sair fora. Não foi uma dor muito forte mas doeu. Chequei a urinar um pouco. Após o meu cu relaxar e acostumar com o volume do pau do Paulo, ele começou a estocar com mais rapidez e força. O Paulo utilizou este gel durante quase uma semana e depois não mais. Meu cu acostumou com o pau dele e agora alem de não doer, prefiro sentir uma dorzinha gostosa que dá com o pau dele entrando e saindo do meu cu. Já estou com o cu tão grandão e guloso que nem precisa de lubrificante mais,basta uma cuspida do Paulo no olho do meu cu que recebo o caralhão dele todinho em uma enfiada só até as bolas. Tenho umas taras e preferências que quem estiver lendo este texto poderá me achar meia porquinha,mas gosto não se discute e muito menos fetiches sexuais. Bem, feita esta consideração, vou contar a vocês uma coisa que desde o meu namorado da adolescência eu adorava fazer e me dava muito prazer. Depois que o Paulo me bombou bastante no cu, peço a ele para me deixar cheirar e chupar o pau dele para sentir o cheiro e o gosto do meu cu. Quando o pau sai meio marrom com um pouco de fezes liquida fedendo coco, gosto mais e após cheirar bastante por um tempo ,chupo tudo em seguida. Não chego a engolir,cuspo tudo depois.Enquanto faço isso,fico batendo siririca com o meu dedo bem rápido e quase gozo. Lavo bem a boca depois e não engulo a saliva enquanto faço isso,mas me dá um puta tesão sentir o cheiro de merda no pau do Paulo. Sempre que o Paulo me come no cu, ele esporra bem no fundo e não sinto o esperma sair nem no dia seguinte.Acho que o intestino absorve ou sai com as fezes depois. De uns tempos para cá, quando o Paulo tá me fodendo no cu bem rápido pondo e tirando o pau, solto um peidos enormes e fica fazendo um barulhão que fico até com vergonha. Acho que pode ser uma certa fermentação do esperma dentro do intestino. Forma bastante gazes e passei a peidar muito. O dia que levo no cu, fico indo ao banheiro com vontade de cagar de meia em meia hora na faculdade. Só que chego no banheiro e não sai nada a não ser peidar muito e sentir o cu todo frouxo. A noite na cama com o meu marido, fico forçando o cu para fechar e não peidar,mas as vezes não consigo segurar e solto uns peidos que entrega um pouco. Acho que dá pra perceber que o cu tá meio arrombado. Fico torcendo para ele estar dormindo e não ter ouvido nada. No mês passado o Paulo foi substituído por um outro colega dele e talvez não viesse trabalhar mais na minha agencia. Fiquei muito triste e chequei a achar que estava tudo terminado pois não daria certo se fossemos nos encontrar em algum outro lugar tipo motel. Antes de ontem ele voltou e me disse que pediu para o chefe dele prioridade para trabalhar nesta agencia,pois a filhinha dele estuda próximo e ele tem que apanhá-la todos os dias ao meio dia. Fiquei muito feliz com o retorno do Paulo e estamos juntos novamente. #3 - 24-06-2015 - 12:48 PM por Giovana Cabral - reportar abuso
Moro em sorocaba, sou educado, cheiroso, culto, excelente nível, com corpo musculoso pele clara cabelos pretos lisos olhos castahos claros, rosto bonito, com local discreto e seguros em sorocaba mas posso viajar durante a semana. Meu e mail é claudiosorocaba@bol.com.br Adoro beijos demorados longas preliminares demoradas penetrações para vc sentir prazer e gozar comigo. Sou paciente no sexo anal, carinhoso, vou deixar vc relaxada para sentir prazer no rabinho!#4 - 17-06-2015 - 03:13 PM por claudiosorocaba@bol.com.br - reportar abuso
________________________Dani___________________________ Entrei neste blog após fazer uma pesquisa na internet sobre o assunto sexo anal. Nunca pratiquei e tenho bastante curiosidade a respeito.Sou noiva a um ano e já tentei com o meu noivo mas não deu certo e desistimos. O penis dele não entrava e doía muito. Namoro com o Júlio desde os meus 15 anos.Ele que foi meu primeiro homem, tirou a minha virgindade.Pretendo me casar com ele o ano que vem.Já marcamos tudo. Trabalho em uma clinica Oftalmológica como atendente. Tenho dois chefes,o Dr. Valdecir Reis, e o Dr. Almir . Sou subordinada aos dois. Eles alternam atendimento durante a semana. O Dr. Valdecir atende às terças, quintas e sábados e o Dr. Almir às segundas, quartas e sextas. Tenho 21 anos e sou bem tímida,apesar de ter um visual moderno e arrojado. Tenho tatuagem nos braços,um pequeno aro metálico no nariz e pinto os cabelos de ruivo. Gosto de usar um decote mostrando os seios que são grandes e chamam a atenção dos homens. Talvez esse visual mais agressivo tenha levado o meu chefe o Dr. Valdecir a me abordar e me dar cantadas. O meu trabalho envolve o atendimento,preenchimento de fichas e cadastro dos clientes e fazer parte dos exames nas máquinas do consultório. Verifico o foco visual, meço a pressão ocular e depois encaminho para o Dr. Valdecir ou para o Dr. Almir concluir o exame para calibração de receita de vista e exame fundo de olho. O Dr. Valdecir é um medico jovem e bem bonito.Não demorou muito e cedi às cantadas dele e todo final de expediente,após desligar os equipamentos e os computadores subo até a sua sala no andar de cima e lá começamos uma seção de sexo. Isso já acontece à quase um ano . Na sala dele tem uma poltrona branca de couro bem grande onde fico sentada de frente com as pernas bem abertas e o Dr. Valdemir me come na buceta. Apenas na buceta e sempre utilizando camisinha. É a chamada rapidinha. Não demora mais do que uma meia hora. Ele deita em cima de mim, coloca o pau com camisinha dentro da minha buceta e fica metendo até gozar. Eu já gozei varias vezes com ele me fodendo assim. Gozo mais rápido e mais fácil com ele do que com o meu noivo. Tenho muita vontade que ele goze dentro da minha vagina mas ele nunca quis assim. Acho que por ser médico ele deve ter muita preocupação com doenças e também com gravidez não programada. Também fico torcendo para ele querer fazer sexo anal comigo mas não rolou até hoje. Se ele tomar atitude e quiser, vou aceitar.Eu não tenho coragem de pedir a ele me comer no cu,apesar de estar com vontade de saber como é. Tenho colegas que fazem e dizem que é muito gostoso. Ele já me disse que a minha buceta é mais gostosa e apertada do que a da esposa dele. Fiquei vermelha e envergonhada na hora mas gostei do elogio dele. Dou para o Dr. Valdecir toda terça e quinta. Já está tão automático que entro na sala dele e já vou tirando a minha calçinha e me posicionando na poltrona enquanto ele veste a camisinha no pau dele. Passei a utilizar mais saias,vestidos e calça colante elástica para facilitar por e tirar mais rápido. Temos que fazer rápido para sermos flagrados e também porque a condução que pego passa de hora em hora. Se eu perco a primeira fico muito tempo esperando a outra. Moro com os meus pais ainda e estou me programando para cursar enfermagem o ano que vem. O Dr. Valdecir me deu um Iphone 6 da Apple . Eu sei que é um celular bem caro. Eu não tenho condições de comprar um desses. Eu não ando por ai com ele.É um aparelho bem visado por ladrões.Tenho um básico para o dia a dia e agora o meu super Iphone6 da hora. O Dr. Valdecir me deu ele e me falou que era para retribuir os meus bons serviços prestados. Ele disse que gostaria de me gratificar com aumento de salário,porém isto poderia gerar problemas com as minhas colegas que desempenham as mesmas funções. Ele e o Dr. Almir são bastante amigos e tenho quase certeza que o Dr. Almir sabe de tudo,mas ele é bem discreto e sério. O Dr. Almir tem mais idade do que o Dr. Valdecir. Eles são sócios na Clinica . Como eu já disse, o Dr. Valdecir me come só na buceta,mas quando estou menstruada, eu deixo meus seios à mostra e fico chupando o pau dele. Ele tira toda a calça fora, fico sentada na ponta da mesma poltrona que fica na altura certinha do pau dele e fico chupando e lambendo o saco todo dele.O Dr. Valdecir tem um cheiro tão bom.Ele está sempre limpinho e perfumado. Nunca fui muito apreciadora de sentir o esperma na boca. Com o meu noivo já tentei várias vezes mas sempre me deu ânsia de vomito e não consigo engolir. Com o Dr. Valdecir fui tentando aos poucos e agora já me acostumei e estou conseguindo engolir todo o esperma dele. Tenho muito confiança na saúde dele.Sei que ele é bem saudável.Acho que a alimentação tem bastante influência no sabor do esperma do homem. O do meu noivo é bem salgado,amargo e até tem um cheiro meio forte quase fedido. O esperma do Dr. Valdecir é bem suave, tem um gosto levemente adocicado ,não é salgado e deixa apenas a boca amarrando um pouco depois que eu engulo.Fica parecendo ter comigo maça verde ou caju. Depois que a gente acostuma passa a gostar e até vicia um pouco. Quando passa um tempinho sem engolir,vai dando uma vontade de engolir de novo. Meu noivo fuma,bebe cerveja e come muita carne na alimentação. O Dr. Valdecir não fuma,não bebe e ao que eu sei ele é bem naturalista com a alimentação. Ultimamente,como fiquei meia viciadinha no esperma do Dr. Valdecir, depois que ele mete na minha buceta e goza na camisinha eu pego a camisinha e viro o esperma dentro da boca e engulo. Ele se diverte e gosta de me ver fazer isso. Depois que eu me casar com o Júlio, pretendo parar com isso com o meu chefe. Por enquanto acho que é uma traição leve,pois ainda não sou uma mulher casada. Aviso às mulheres que saem com caras fora do casamento e usam camisinha na relação. Após o ato, lavem bem a buceta e passem um desodorante intimo,porque fica um cheiro de borracha e de lubrificante dentro que o marido ou namorado conhece e vai saber que você andou levando um pau com camisinha na xoxota. É um cheiro inconfundível e que entrega. Como encontro meu noivo só no final de semana, dá tempo da xoxota recuperar das fodas que levo do meu chefe e ele nem percebe nada. #5 - 13-06-2015 - 04:11 AM por Danieli - reportar abuso
CADA UM PROCURA EXPOR TAMANHO ,PREFERENCIAS E UMA INFINIDADE DE SITUAÇOES VIVIDAS,EMBORA EU SEJA CASADO,JA TIVE ALGUNS ENCONTROS QUE ME DERAM PRAZERES INDESCRITIVEIS,SOU UM HOMEM QUE EM MATERIA DE SEXO NAO TENHO FRESCURAS,PREVALECENDO O RESPEITO AO TEMPO DE CADA UM E A HIGIENE,NADA DE VIOLENCIA,ADORO UM CARINHO BEM GOSTOSO,E RECENTEMENTE CONHECI UMA VIUVA DE POUCA IDADE,CANSADA DE LEVAR TAPAS E SOFRER HUMILHAÇOES DE HOMENS HOJE ELA VIVE SO,ISTO E SEM HOMEM NO SEU PE,EU A CONHECI NUM CHAT,POR COINCIDENCIA DESTA REGIAO,TRABALHO NUM SEGUIMENTO QUE ME POSSIBILITA CONHECER MUITA GENTE,SURGE ENTAO AS AMIZADES E AQUELA CONFINÇA E FOI NUM BATE PAPO QUE CONHECI ESTA DAMA,ELA DIZIA ESTAR NA SECA HA MAIS DE CINCO ANOS,NAO QUERIA SE PRENDER A NINGUEM,MAS CONSEGUI GANHAR A CONFIANÇA DELA,AFINAL ESTAVA QUASE TODOS OS DIAS A VENDO NO TRABALHO E NUM CONVITE A TRABALHO NA CASA DELA EU ME SURPREENDI,MUITA CONVERSA,BOM DIALOGO,E SURGIU ENTAO A CANTADA,VOCE QUER CHUPAR ALGO,E EU FALEI NA BUCHA,SO SE FOR VOCE,ELA MUDOU DE COR,POIS DIZIA SER OUTRA COISA,MAS JA TINHA DADO A CANTADA EU NAO VOLTEI ATRAS E INSISTI,BEM EU A CONHEÇO HA ALGUM TEMPO,NAO A VEJO COM HOMEM E TENHO UM TESAO ENORME DE TRANSAR COM VOCE E ELA SEM JEITO DISSE TODA A HISTORIA DELA E ME ALERTOU,SEM COMPROMISSO,CONDORDEI PORQUE ATE ENTAO NAO PODERIA,SOU CASADO,TENDO ESCLARECIDO TUDO NOS PEGAMOS E FOMOS AO QUE NOS INTERESSAVA,DE INICIO ELA QUERIA FAZER ORAL,OU MELHOR RECEBER,ENFIEI A BOCA ENTRE AS PERNAS DELA E SENTI ELA ME APERTAR ENTRE SUAS PERNAS,MAS LOGO VIROU E DISSE QUE QUERIA FAZER O MESMO COMIGO,,EU TODO ACESO DISSE ADORO 69,NA VERDADE ESTAVA ERA QUERENDO VE~LA TODINHA POR TRAS,AQUILO ERA UM PARAISO,XOTA BEM MORENINHA COM POUCOS PELOS,SEIOS MEDIOS MAS BEM DURINHOS E DE BICOS BEM DURINHOS,FICAMOS ALI NAQUELE CHUP CHUP ATE ELA PEDI PARA EU FODE~LA ,E EU DISSE DEMOROU,EU A AJEITEI DE QUATRO E INTRODUZI POUCO A POUCO,MAS ELA ESTAVA MUITO FAMINTA,VIRAMOS VARIAS VEZES DE POSIÇAO E QUANDO DISSE QUE JA ESTAVA QUASE POR GOZAR ELA DISSE,QUERO QUE TERMINE NA ENTRADA DA MINHA XOXOTA E DEPOIS EMPURRE COM A CABEÇA DO PAU PARA DENTRO,FOI ASSIM COMO PEDIRA ELA,QUANDO ELA SENTE VONTADE DE DAR UMA GOSTOSA ELA LIGA PARA MIM,ELA E UMA MORENA DE 38 ANOS,TEM FILHOS MAS ADULTOS,SOU UMA PESSOA SIMPLES DE BOA INDOLE SEM VICIOS,SE TIVER CASAL QUERENDO SAIR DESSA MONOTTONIA,ENTRE EM CONTATO,SOU MEDIO,MAGRO COM BOA FERRAMENTA TAM E GROSS MORO EM SALTO SP moaducaitu@hotmail.com#6 - 12-06-2015 - 02:08 PM por GREGUI MD - reportar abuso
MUITO ABUSADA ESTA GOSTOSA,ME DEIXOU DE PAU DURO,MAS QUERO PODER COMPARTILHAR ALGO COM INUMEROS LEITORES APRECIADORES DE CONTOS...SOU UM HOMEM CASADO DE 45 ANOS,SEM VICIOS E DE BOA PEGADA NA CAMA,BELA FERRAMENTA GG,SOU DO TIPO,ENTROU NA CHUVA TEM QUE SE MOLHAR..HA ALGUM TEMPO EM MEIO A TROCAS DE EMAILS E FOTOS EU FUI LEVADO A CONHECER UM CASAL DESTA REGIAO,ELA UMA LOIRA DE APENAS 1,55 DE ALTURA MEIA IDADE E SEU ESPOSO UM SENHOR GORDINHO.COMBINAMOS UM ENCONTRO E FOMOS A UM SITIO DO CASAL,CONVERSAMOS BASTANTE,CADA UM FALOU O QUE QUERIA,MAS NA ORA EU FUI PRATICAMENTE ATACADO POR DUAS BOCAS FAMINTAS,ERA UMA DISPUTA,ELE E ELA DIVIDIA PASSANDO DE UM PARA O OUTRO,ME SEGURAVA MUITO PARA NAO GOZAR,POIS A MULHER ERA UM TESAO EM TUDO,SEIOS FARTOS,BUMBUM BEM EMPINADINHO E DE UMA XANA DELICIOSA COM LINDA PENUGEM LOIRA,AQUILO SO ME DEIXAVA MAIS TARADO,EU NAO TIRAVA OS OLHOS DAQUELA BUCETA ROSADA E MOLHADA,MAS QUANDO FALEI QUERO ATOLAR,ELA DISSE ME,PRIMEIRO FODE MEU MARIDO,ELE TEM VONTADE DE DAR O CU MAS NUNCA TEVE ESSA OPURTUNIDADE,COMO EU SABIA QUE PARA TRANSAR COM ELA TERIA QUE COMER O CORNO VIADO NAO PENSEI,PEDI A ELE VIRE DE QUATRO E ELE DE IMEDIATO,COLOQUEI UM POUCO DE SALIVA NO CU DELE E COMECEI A ESFREGAR A CABEÇA DO MEU PAU QUE LOGO COMEÇOU A ESCORREGAR PARA DENTRO,FOI ENTRANDO CM APOS CM ATE ESTAR COM ELE TODO DENTRO EU SENTIA MEU PAU RASGANDO AQUELE CU,SUA ESPOSA GEMIA TANTO ERA COMO SE FOSSE ELA A SENTIR TUDO AQUILO,NAO DEMOROU E ELE PEDIA EM SUSSURROS,GOZA DENTRO DO MEU,VAI GOZA E NAO DEMOROU,MEU PAU COMEÇOU A PULSAR E EXPLODI DENTRO DELE,SUA ESPOSA CHEGOU A GOZAR SO EM VER TUDO AQUILO VIVIDO PELO MARIDO,TIRADO UM TEMPO PARA NOS REFAZER MOS,EU RECEBI O PRESENTE A BELA ESPOSA SO PARA MIM,FOI UM FINAL DE TARDE COM MUITO ORAL,69,BEIJOS NA BOCA,MAMEI BASTANTE NAQUELES SEIOS FARTOS,CHUPEI O CUZINHO DELA,FOI UM DIA DE DEIXAR DIFUNTO DE PAU DURO,VARIAMOS EM POSIÇOES E TEVE DE TUDO,ANAL BEM APERTADINHO E TERMINAMOS OS DEPOIS BEM AGARRADINHOS COM MAIS UMA GOZADA DENTRO DELA,ESTE CASAL NAO FAZ PARTE DE BLOGS OU ANUNCIO,NOS VEMOS DUAS OU TRES VEZES NO MES,MAS A EXPERIENCIA DE FODER O ESPOSO ABRIU ESTA PORTA PARA MIM,HOJE ELE PARTICIPA JUNTO MAS SO ME CHUPANDO OU ENTAO NA CHAMADA PUNHETA,ATRAVES DESTE CASAL CONHECI UM CASAL DE ORIENTAIS,ELA BEM MAGRINHA,MAS DE UNS SEIOS BEM APETITOSOS,ELE IMPOTENTE,MAS E OUTRA HISTORIA...SOU DO INTERIOR DE SAO PAULO PROXIMO A SOROCABA moaducaitu@hotmail.com#7 - 12-06-2015 - 01:31 PM por JUVENA SANTOS - reportar abuso
Sou de Maringá,uma cidade muito bonita no Paraná.Temos uma agricultura bem ativa e também campus Universitários com vários cursos. Eu sou uma mulher jovem de 23 anos completados recentemente,loira natural,de estatura baixa,apenas 1,56m e bem cheinha,seios grandes e cintura larga e bunda avantajada. Não sou gorda e nem tenho banhas pelo corpo.Sou redonda e macia. Até os meus dezoito anos eu era magrinha,depois comecei a ganhar corpo.Sou o que se chama de gostosa.Quando estou de vestido curto e com decote mostrando os seios, todos os homens ficam olhando bastante com olhos de fome. Sou casada com o Eric,um oriental também jovem de 26 anos. Conheci o meu marido na balada aqui na cidade mesmo,e nos casamos a quatro anos atrás.O Eric trabalha em uma empresa de informática no período noturno. Ele entra no trabalho às 23:00 horas e sai na manhã seguinte às 7:00 horas.Nos encontramos bem rapidamente durante a semana e ficamos juntos mais tempo só nos finais de semana. Antes de conhecer o Eric, eu tinha um namorado daqueles bem safado e galinha,motivo pelo qual não vi muito futuro junto a ele. Mas foi com este namorado ,dos meus 16 anos até os 18 , conheci de tudo sobre sexo,incluindo sexo anal,que passei a gostar bastante.Ele metia e me comia em todos os buracos,só escapou o buraco do ouvido,porque o pau dele não passava.Com este namorado,o Wellington, aprendi a engolir esperma,a dar o cu e até a aguentar a mão dele dentro da minha boceta. Ele ficava me fodendo no cu e ao mesmo tempo enfiava a mão dentro da minha vagina até o fundo e ficava pondo e tirando o pau do meu cu e a mão da minha vagina. Não preciso dizer que fiquei com um buraco enorme no canal da minha vagina ,ficou bem larga mesmo.Aguentei isso com o Wellington durante dois anos seguidos,depois terminei e sai fora. A única vantagem foi ter tido meu filhinho,chamado Eric também ,com bastante facilidade por parto natural. Meu marido não sabe de nada disso do meu passado.Coitado,ele acha que minha boceta é grande por natureza. Ainda tem o agravante de ,por ele ser oriental, o pau dele não é dos maiores, e quando ele enfia o pau dele na minha boceta, procuro posições e jeitos de tentar fazer que a vagina fique mais apertada.Depois do nascimento do Eric, ela ficou um pouco maior ainda. O meu marido é daqueles cu de ferro,tipo Nerd, muito inteligente e estudioso. O foco dele sempre foram os computadores. Ele é analista de sistemas e desenvolve altos sistemas na empresa. Vive na frente do computador nos finais de semana e quando lembra que eu existo, me dá umas cheiradas e me dá uma metidinha rápida. Temos um ótimo padrão de vida,pois o salário dele mais o meu, dá para termos conforto e ainda guardar algum.Tenho uma babá que cuida do meu filho enquanto trabalho e curso faculdade à noite. Acontece muito de eu chegar em casa e o Eric já ter saído para o trabalho dele. Trabalho em um escritório de importação/exportação onde ocupo a função de secretária executiva. O meu chefe é um árabe bem bonitão e do tipo macho.Bem alto e magro,com um narizão característico da raça.Ele tem um jeitão de dominador. Ele não pede nada,ele manda e todo mundo obedece. Tem um tipão daqueles que não come mel, come a abelha junto. Desde a minha entrada na empresa, o meu chefe,o Sr. Samir se engraçou comigo. Era sempre atencioso e simpático. Não demorou e ele começou a me dar cantadas e indiretas dando a entender que queria ter algo comigo. Fui deixando e aceitando. Resultou em que ,já tá fazendo uns dois anos,todo final de expediente após todos saírem do escritório, guardo todo o material da minha mesa, vou até a sala do Samir e lá começamos um encontro sexual. Ele me deixou viciadinha em levar o pau gordo dele no meu cu. Ele é super peludo no corpo todo,e quando tira a roupa toda, ele fica parecendo um macaco. Ele tem um cheiro bem forte de macho. Ele exala um cheiro forte das axilas. Não é cheiro fedido,é cheiro de homem mesmo. O cacete dele então, acho que um dos maiores e mais gostosos que já experimentei na vida.Dá uns três do meu marido em grossura e a cabeça é bem pronunciada. O comprimento da dois do tamanho do meu marido. Na primeira foda que ele me deu, tirou toda a minha roupa, me colocou em um sofá e me chupou bastante a boceta. Ele não falou nada mas já tinha percebido o tamanho avantajado da minha vagina,tanto que num determinado momento ele abriu com as duas mãos para ver o tamanho que ficava o buraco. Eu fiquei meia envergonhada e tentei justificar dizendo que após o meu parto a minha vagina tinha ficado maior. Em seguida ele introduziu o penis nela e de imediato achei uma delicia.Senti um preenchimento até o fundo da minha vagina que eu não sentia à muito tempo. Depois que ele estocou rápido por um tempo, tive um orgasmo daqueles de esguichar. O Samir colocou as minhas pernas sobre os ombros dele e após eu ficar com as pernas bem abertas e próximas á minha cabeça, ele voltou a socar o pau com força e rápido de novo. Gozei de novo bem forte e ele quase em seguida me deu uma lavada de esperma no fundo da minha vagina. Fazia um tempão também que eu não sentia uma quantidade daquela de porra dentro de mim. Meu marido goza meio pouco,alguns pingos.Ele se levantou, eu tampei a minha boceta com a mão para não vazar esperma e corri para o banheiro. Dentro do banheiro ,longe da vista do meu chefe ,fiquei com muita vontade de sentir o cheiro e o gosto do esperma dele.Afastei a minha mão na direção da boceta e deixei escorrer o esperma de dentro caindo sobre a palma da minha mão. Depois cheirei bastante e depois lambi para sentir o gosto. Achei bem gostosinho, não estava salgado nem amargo. Conclui que na oportunidade de engolir a porra dele, faria sem problemas,alias o que passei a fazer pelo menos duas vezes na semana. Eu digo que não é mito o que se diz que engolir esperma faz bem para o corpo da mulher. Depois de um tempo ingerindo o esperma do meu chefe umas duas ou três vezes na semana, sinto melhorias na pele, nos cabelos e principalmente no emocional referente a humor e a sensação de ser mais feminina e ter um macho a quem a gente gosta de satisfazer. Voltando do banheiro ,encontro o meu chefe em pé no centro da sala, ainda com o pau duro apontando para cima me esperando. Fiquei até meia assustada e surpreza,pois achava que ele tinha terminado. Com o jeitão de macho mandão dele, ele me apontou o sofá e me ordenou ficar de quatro que ele iria experimentar o meu cu. Obedeci meia duvidosa se eu estava pronta para levar aquela trolha toda na minha bunda,mas acabei fazendo como ele me ordenou.Ele então abriu a minha bunda com as duas mãos,deu uma cuspida bem no olho do meu cu, molhou o pau com o melado da minha boceta e começou a enterrar o pau no buraco da minha bunda. Senti uma fisgada forte no cu e uma sensação de estar ardendo e doendo muito. Ele segurou forte com as mãos na minha cintura e falou para que eu ficasse relaxada que logo passaria a dor. Por um instante fiquei na duvida se eu me levantaria e sairia fora correndo dele ou tentaria aquentar mais um pouco. Acabei escolhendo a segunda opção e após um tempo, a dor começou a ceder e senti o anus começar a relaxar mais. A hora que ele viu que eu não reclamava mais de dor, começou a movimentar o pau dentro do meu intestino. Colocava quase todo dentro depois tirava e colocava de novo com movimentos lentos. Eu disse ao Samir que estava me dando vontade de fazer coco e ele não deu muita importância e continuou me fodendo . Acho que ele percebeu fezes no pau dele e tirou fora ,e em seguida eu comecei a defecar no chão da sala dele. Foi uma correria para o banheiro.Me sentei no vaso e soltei um monte de coco. Depois do ocorrido paramos tudo nos vestimos e limpamos a sujeira na sala. Ele me ensinou a fazer uso de supositórios de glicerina. Ele me passou um frasco destes supositórios. Eu teria que introduzir um deles ao ir dormir e outro após o almoço. No primeiro já senti uma caganeira bem no meio da noite. Me levantei e fui ao banheiro e soltei quilos de merda. No dia seguinte já fizemos o teste e levei o pau dele no meu cu um tempão sem nenhuma surpresa de sair fezes. Levou bem quase um mês para meu cu acostumar com o calibre do pau do meu chefe.Atualmente meu cu engole o pau dele bem gostoso e não dói nada. Criamos um esquema para apimentar nossas relações. Meu chefe tranca em um armário de metal na sala dele, uma camisola cor de rosa transparente, um par de sapato salto alto bem colorido e um penis de borracha bem grande.No final do dia,vou até a sua sala,me troco ,fico de camisolinha cor de rosa transparente rendada, salto alto e faço uma chupeta bem longa e demorada,com direito a lamber bastante o saco ,colocar as bolas dentro da boca, e no final tomar o leite todo do saco. Gosto de fazer isso com o meu chefe de terno e só com a calça abaixada. Nunca pedi nada e não cobro nada do meu chefe.Às vezes ele me dá algum presente ou aumento de salário por conta da vontade dele.Eu me sinto uma putinha dele e isso me dá prazer.Gosto de dar prazer a ele e gosto que ele me use sexualmente.Acostumei e já gosto tanto de engolir o esperma dele que para não perder nenhuma gotinha, chupo e assim que percebo a chegada do gozo dele, pego um copinho e direciono a cabeça do pau dele para dentro do copinho e fico acompanhando os jatos saírem. Assim que termina, olho um pouco ,sinto o cheiro e bebo tudo. O esperma do Samir é bem grosso e pastoso,parece um yogurte de tão espesso que é. Parece que estou degustando um bom vinho. Não sei se o tamanho do saco do homem tem a ver com a quantidade de esperma que ele ejacula e com o fato de gozar duas vezes quase em seguida. O meu chefe tem um sacão enorme e esporra um montão e ainda após um intervalo de uma meia hora ,goza de novo. Nesse intervalo o pau não amolece,fica duro o tempo todo.Terminado o boquete e ainda sentindo o gosto forte de esperma na minha boca e com a sensação de travando como quando se come fruta verde, termino de tirar toda a roupa do meu chefe e após ele se posicionar sentado na cadeira dele, dou uma cuspidinha na cabeça do pau dele e procuro me ajeitar para sentar em cima. Assim que ele me segura no alto e eu miro a cabeça do pau bem na entrada do meu cu, depois ele me solta e eu desço e começo a receber o pau dele no meu cu que já entra até o fundo meio fácil. Então ,ele se inclina para trás, eu apoio os pés sobre a mesa e meu chefe fica introduzindo o pau de borracha na minha boceta ao mesmo tempo que estou com o pau dele todo enfiado no meu cu até o fundo. Adoro ficar rebolando nesta posição. Esses dias,depois de um tempo enfiando o pau de borrada na minha boceta, ele tirou fora, colocou os quatro dedos da mão direita na entrada da minha boceta e fez um movimento de como se fosse enfiar a mão toda dentro. Eu segurei a mão dele interrompendo, dando a entender que eu não queria e nem aguentaria. Na verdade tenho quase certeza que consigo receber a mão dele toda dentro da minha boceta,porém quero evitar isso pois a minha vontade é que ela diminua de tamanho e não fique mais arrombada e aberta do que já está. Para o Samir ejacular pela segunda vez e dentro do meu cu, ele me carrega colada a ele com o pau enfiado,me põe de quatro no sofá e soca rápido e forte um tempão.Meu cu chega a ficar meio amortecido de tanta caralhada que ele me dá. O uso da glicerina é mesmo muito bom.Nunca mais tive problemas em defecar fazendo anal. De vez em quando ele me fode na boceta,mas tem sido muito mais no cu. Apesar do meu cu ter ficado maior e mais aberto, ainda é bem menor e apertado do que minha boceta. Vou para a faculdade toda noite com o cu latejando com uma dorzinha gostosa, bem arrombadinho e cheio de esperma do meu chefinho pauzudo e machão. Tenho umas amigas na faculdade que converçamos sobre sexo anal e dou muita risada . Fico na minha só ouvindo e a minha melhor amiga não sabe de nada que dou o meu cu todo dia para o meu chefe. Tem umas que o marido pede e elas morrem de medo de sentir dor e não fazem. Outras tentaram,depois de doer muito ,desistiram . Sou de Maringá,uma cidade muito bonita no Paraná.Temos uma agricultura bem ativa e também campus Universitários com vários cursos. Eu sou uma mulher jovem de 23 anos completados recentemente,loira natural,de estatura baixa,apenas 1,56m e bem cheinha,seios grandes e cintura larga e bunda avantajada. Não sou gorda e nem tenho banhas pelo corpo.Sou redonda e macia. Até os meus dezoito anos eu era magrinha,depois comecei a ganhar corpo.Sou o que se chama de gostosa.Quando estou de vestido curto e com decote mostrando os seios, todos os homens ficam olhando bastante com olhos de fome. Sou casada com o Eric,um oriental também jovem de 26 anos. Conheci o meu marido na balada aqui na cidade mesmo,e nos casamos a quatro anos atrás.O Eric trabalha em uma empresa de informática no período noturno. Ele entra no trabalho às 23:00 horas e sai na manhã seguinte às 7:00 horas.Nos encontramos bem rapidamente durante a semana e ficamos juntos mais tempo só nos finais de semana. Antes de conhecer o Eric, eu tinha um namorado daqueles bem safado e galinha,motivo pelo qual não vi muito futuro junto a ele. Mas foi com este namorado ,dos meus 16 anos até os 18 , conheci de tudo sobre sexo,incluindo sexo anal,que passei a gostar bastante.Ele metia e me comia em todos os buracos,só escapou o buraco do ouvido,porque o pau dele não passava.Com este namorado,o Wellington, aprendi a engolir esperma,a dar o cu e até a aguentar a mão dele dentro da minha boceta. Ele ficava me fodendo no cu e ao mesmo tempo enfiava a mão dentro da minha vagina até o fundo e ficava pondo e tirando o pau do meu cu e a mão da minha vagina. Não preciso dizer que fiquei com um buraco enorme no canal da minha vagina ,ficou bem larga mesmo.Aguentei isso com o Wellington durante dois anos seguidos,depois terminei e sai fora. A única vantagem foi ter tido meu filhinho,chamado Eric também ,com bastante facilidade por parto natural. Meu marido não sabe de nada disso do meu passado.Coitado,ele acha que minha boceta é grande por natureza. Ainda tem o agravante de ,por ele ser oriental, o pau dele não é dos maiores, e quando ele enfia o pau dele na minha boceta, procuro posições e jeitos de tentar fazer que a vagina fique mais apertada.Depois do nascimento do Eric, ela ficou um pouco maior ainda. O meu marido é daqueles cu de ferro,tipo Nerd, muito inteligente e estudioso. O foco dele sempre foram os computadores. Ele é analista de sistemas e desenvolve altos sistemas na empresa. Vive na frente do computador nos finais de semana e quando lembra que eu existo, me dá umas cheiradas e me dá uma metidinha rápida. Temos um ótimo padrão de vida,pois o salário dele mais o meu, dá para termos conforto e ainda guardar algum.Tenho uma babá que cuida do meu filho enquanto trabalho e curso faculdade à noite. Acontece muito de eu chegar em casa e o Eric já ter saído para o trabalho dele. Trabalho em um escritório de importação/exportação onde ocupo a função de secretária executiva. O meu chefe é um árabe bem bonitão e do tipo macho.Bem alto e magro,com um narizão característico da raça.Ele tem um jeitão de dominador. Ele não pede nada,ele manda e todo mundo obedece. Tem um tipão daqueles que não come mel, come a abelha junto. Desde a minha entrada na empresa, o meu chefe,o Sr. Samir se engraçou comigo. Era sempre atencioso e simpático. Não demorou e ele começou a me dar cantadas e indiretas dando a entender que queria ter algo comigo. Fui deixando e aceitando. Resultou em que ,já tá fazendo uns dois anos,todo final de expediente após todos saírem do escritório, guardo todo o material da minha mesa, vou até a sala do Samir e lá começamos um encontro sexual. Ele me deixou viciadinha em levar o pau gordo dele no meu cu. Ele é super peludo no corpo todo,e quando tira a roupa toda, ele fica parecendo um macaco. Ele tem um cheiro bem forte de macho. Ele exala um cheiro forte das axilas. Não é cheiro fedido,é cheiro de homem mesmo. O cacete dele então, acho que um dos maiores e mais gostosos que já experimentei na vida.Dá uns três do meu marido em grossura e a cabeça é bem pronunciada. O comprimento da dois do tamanho do meu marido. Na primeira foda que ele me deu, tirou toda a minha roupa, me colocou em um sofá e me chupou bastante a boceta. Ele não falou nada mas já tinha percebido o tamanho avantajado da minha vagina,tanto que num determinado momento ele abriu com as duas mãos para ver o tamanho que ficava o buraco. Eu fiquei meia envergonhada e tentei justificar dizendo que após o meu parto a minha vagina tinha ficado maior. Em seguida ele introduziu o penis nela e de imediato achei uma delicia.Senti um preenchimento até o fundo da minha vagina que eu não sentia à muito tempo. Depois que ele estocou rápido por um tempo, tive um orgasmo daqueles de esguichar. O Samir colocou as minhas pernas sobre os ombros dele e após eu ficar com as pernas bem abertas e próximas á minha cabeça, ele voltou a socar o pau com força e rápido de novo. Gozei de novo bem forte e ele quase em seguida me deu uma lavada de esperma no fundo da minha vagina. Fazia um tempão também que eu não sentia uma quantidade daquela de porra dentro de mim. Meu marido goza meio pouco,alguns pingos.Ele se levantou, eu tampei a minha boceta com a mão para não vazar esperma e corri para o banheiro. Dentro do banheiro ,longe da vista do meu chefe ,fiquei com muita vontade de sentir o cheiro e o gosto do esperma dele.Afastei a minha mão na direção da boceta e deixei escorrer o esperma de dentro caindo sobre a palma da minha mão. Depois cheirei bastante e depois lambi para sentir o gosto. Achei bem gostosinho, não estava salgado nem amargo. Conclui que na oportunidade de engolir a porra dele, faria sem problemas,alias o que passei a fazer pelo menos duas vezes na semana. Eu digo que não é mito o que se diz que engolir esperma faz bem para o corpo da mulher. Depois de um tempo ingerindo o esperma do meu chefe umas duas ou três vezes na semana, sinto melhorias na pele, nos cabelos e principalmente no emocional referente a humor e a sensação de ser mais feminina e ter um macho a quem a gente gosta de satisfazer. Voltando do banheiro ,encontro o meu chefe em pé no centro da sala, ainda com o pau duro apontando para cima me esperando. Fiquei até meia assustada e surpreza,pois achava que ele tinha terminado. Com o jeitão de macho mandão dele, ele me apontou o sofá e me ordenou ficar de quatro que ele iria experimentar o meu cu. Obedeci meia duvidosa se eu estava pronta para levar aquela trolha toda na minha bunda,mas acabei fazendo como ele me ordenou.Ele então abriu a minha bunda com as duas mãos,deu uma cuspida bem no olho do meu cu, molhou o pau com o melado da minha boceta e começou a enterrar o pau no buraco da minha bunda. Senti uma fisgada forte no cu e uma sensação de estar ardendo e doendo muito. Ele segurou forte com as mãos na minha cintura e falou para que eu ficasse relaxada que logo passaria a dor. Por um instante fiquei na duvida se eu me levantaria e sairia fora correndo dele ou tentaria aquentar mais um pouco. Acabei escolhendo a segunda opção e após um tempo, a dor começou a ceder e senti o anus começar a relaxar mais. A hora que ele viu que eu não reclamava mais de dor, começou a movimentar o pau dentro do meu intestino. Colocava quase todo dentro depois tirava e colocava de novo com movimentos lentos. Eu disse ao Samir que estava me dando vontade de fazer coco e ele não deu muita importância e continuou me fodendo . Acho que ele percebeu fezes no pau dele e tirou fora ,e em seguida eu comecei a defecar no chão da sala dele. Foi uma correria para o banheiro.Me sentei no vaso e soltei um monte de coco. Depois do ocorrido paramos tudo nos vestimos e limpamos a sujeira na sala. Ele me ensinou a fazer uso de supositórios de glicerina. Ele me passou um frasco destes supositórios. Eu teria que introduzir um deles ao ir dormir e outro após o almoço. No primeiro já senti uma caganeira bem no meio da noite. Me levantei e fui ao banheiro e soltei quilos de merda. No dia seguinte já fizemos o teste e levei o pau dele no meu cu um tempão sem nenhuma surpresa de sair fezes. Levou bem quase um mês para meu cu acostumar com o calibre do pau do meu chefe.Atualmente meu cu engole o pau dele bem gostoso e não dói nada. Criamos um esquema para apimentar nossas relações. Meu chefe tranca em um armário de metal na sala dele, uma camisola cor de rosa transparente, um par de sapato salto alto bem colorido e um penis de borracha bem grande.No final do dia,vou até a sua sala,me troco ,fico de camisolinha cor de rosa transparente rendada, salto alto e faço uma chupeta bem longa e demorada,com direito a lamber bastante o saco ,colocar as bolas dentro da boca, e no final tomar o leite todo do saco. Gosto de fazer isso com o meu chefe de terno e só com a calça abaixada. Nunca pedi nada e não cobro nada do meu chefe.Às vezes ele me dá algum presente ou aumento de salário por conta da vontade dele.Eu me sinto uma putinha dele e isso me dá prazer.Gosto de dar prazer a ele e gosto que ele me use sexualmente.Acostumei e já gosto tanto de engolir o esperma dele que para não perder nenhuma gotinha, chupo e assim que percebo a chegada do gozo dele, pego um copinho e direciono a cabeça do pau dele para dentro do copinho e fico acompanhando os jatos saírem. Assim que termina, olho um pouco ,sinto o cheiro e bebo tudo. O esperma do Samir é bem grosso e pastoso,parece um yogurte de tão espesso que é. Parece que estou degustando um bom vinho. Não sei se o tamanho do saco do homem tem a ver com a quantidade de esperma que ele ejacula e com o fato de gozar duas vezes quase em seguida. O meu chefe tem um sacão enorme e esporra um montão e ainda após um intervalo de uma meia hora ,goza de novo. Nesse intervalo o pau não amolece,fica duro o tempo todo.Terminado o boquete e ainda sentindo o gosto forte de esperma na minha boca e com a sensação de travando como quando se come fruta verde, termino de tirar toda a roupa do meu chefe e após ele se posicionar sentado na cadeira dele, dou uma cuspidinha na cabeça do pau dele e procuro me ajeitar para sentar em cima. Assim que ele me segura no alto e eu miro a cabeça do pau bem na entrada do meu cu, depois ele me solta e eu desço e começo a receber o pau dele no meu cu que já entra até o fundo meio fácil. Então ,ele se inclina para trás, eu apoio os pés sobre a mesa e meu chefe fica introduzindo o pau de borracha na minha boceta ao mesmo tempo que estou com o pau dele todo enfiado no meu cu até o fundo. Adoro ficar rebolando nesta posição. Esses dias,depois de um tempo enfiando o pau de borrada na minha boceta, ele tirou fora, colocou os quatro dedos da mão direita na entrada da minha boceta e fez um movimento de como se fosse enfiar a mão toda dentro. Eu segurei a mão dele interrompendo, dando a entender que eu não queria e nem aguentaria. Na verdade tenho quase certeza que consigo receber a mão dele toda dentro da minha boceta,porém quero evitar isso pois a minha vontade é que ela diminua de tamanho e não fique mais arrombada e aberta do que já está. Para o Samir ejacular pela segunda vez e dentro do meu cu, ele me carrega colada a ele com o pau enfiado,me põe de quatro no sofá e soca rápido e forte um tempão.Meu cu chega a ficar meio amortecido de tanta caralhada que ele me dá. O uso da glicerina é mesmo muito bom.Nunca mais tive problemas em defecar fazendo anal. De vez em quando ele me fode na boceta,mas tem sido muito mais no cu. Apesar do meu cu ter ficado maior e mais aberto, ainda é bem menor e apertado do que minha boceta. Vou para a faculdade toda noite com o cu latejando com uma dorzinha gostosa, bem arrombadinho e cheio de esperma do meu chefinho pauzudo e machão. Tenho umas amigas na faculdade que converçamos sobre sexo anal e dou muita risada . Fico na minha só ouvindo e a minha melhor amiga não sabe de nada que dou o meu cu todo dia para o meu chefe. Tem umas que o marido pede e elas morrem de medo de sentir dor e não fazem. Outras tentaram,depois de doer muito ,desistiram . #8 - 11-06-2015 - 06:01 AM por Silvana Lacosta - reportar abuso
Alguém que ler este post e tiver alguma ideia ou solução ,por favor escreva algo. Preciso de ajuda urgente. Estou tendo um caso fora do meu namoro e estou começando a ter problemas com o meu namorado. Acontece que antes de começar a sair com o Júlio, eu estava com a minha buceta bem mais fechadinha e pequena e agora o meu namorado está percebendo uma diferença no tamanho dela. O Júlio é um negão com um pau enorme e eu conheci ele através de uma amiga que tinha saído com ele e me contou sobre ele, falou do tamanho do pau e da pegada forte dele.Fiquei curiosa para conhecê-lo e agora gostei tanto que não estou conseguindo sair fora e não encontrá-lo. Ele me faz gozar absurdamente forte e eu estou adorando a foda que ele tem me dado. Só que depois que ele me come ,fico com a buceta enorme de aberta. Meu namorado já chegou até a me perguntar se eu estou dando para outro cara, e que eu não era arrombada como estou agora. Eu tento desconversar e dizer que é por causa do tesão ou do anticoncepcional,mas acho que não cola muito não. Contei para o Júlio sobre a reclamação do meu namorado e ele me sugeriu fazermos sexo anal,porém sai fora da ideia. Se o Júlio enfiar aquele mastro no meu cu, vai rasgar na hora. Eu não vou aguentar não. Não sei o que fazer. Uma vez assisti uma resposta daquela sexóloga no programa do Serginho Groismam,sobre este assunto e ela disse que a vagina dilata de acordo com o tesão da mulher. Na hora não consegui gravar e não deu tempo, mas depois procurei no Youtube e encontrei. Mostrei pro meu namorado mas ele fez cara de não botar muita fé não. O que eu tenho tentado é me encontrar com o Júlio bem no começo da semana e como me encontro com o meu namorado nos finais de semana, dá tempo da minha buceta recuperar e fechar um pouco. No momento,deixar de dar para o Júlio acho que não consigo ,quero curtir a foda gostosa que ele me dá por mais tempo.Quando ele me come na segunda ou terça feira, a minha buceta fica um bagaço durante uns dois dias seguidos. Além de bem larga, fica super vermelha e dolorida. Meu namorado nunca me deixou assim.Ele me come de um jeito que dá tesão,mas eu já descobri que pra mim gozar forte e gostoso, tenho que levar pica grande e com força bastante tempo.Gosto de sentir a vagina arder e ficar meia ralada. Normalmente o Júlio me deixa a buceta encharcada e bem lubrificada. Eu peço para ele secar o pau com uma toalhinha e depois a entrada da minha buceta para assim que ele enfiar de novo, o pau entrar com dificuldade fazendo a buceta doer. Favor... gente... deem alguma ideia , please.... #9 - 09-06-2015 - 05:34 AM por Alessandra Nogueira - reportar abuso
*************Erminia Manik********************** Também dou gostoso para meu chefe e sou uma casadinha safada e fogosa.Sempre gostei muito de dar a bunda.Comecei cedo com o meu primo. Eu na época tinha 13 anos e ele 18. Ficávamos sozinhos em casa enquanto minha mãe trabalhava fora e o Júlio meu primo não perdia tempo e me sentava o pau no meu cu. Na primeira vez ele me colocou sentada em cima do pau dele e puxou com força para baixo. Neste dia vi estrelas coloridas na minha frente,doeu pra caralho,mas depois acostumei e comecei a gostar de todos os dias ele me colocar sentada em cima do mastro duro dele.Pequei gosto pela coisa e meu cu ficou viciado em levar rola.Depois fui crescendo e sempre que podia liberava o cu para algum namoradinho ou ficante na balada.Sempre gostei de levar jatos de esperma dentro do cu,porém quando conheço um carinho que não confiou muito,é sempre com preservativo.Depois que pego confiança no cara aí libero para o cara gozar dentro.Já conheci todo tipo de caralho .Grandes ,pequenos,tortos,longos,curtos,bem cabeçudos,e até alguns bem fedidos e sujos com as dobrinhas da cabeça com uma meleca branca bem fedida. Tem cara por ai que nem lava o pau direito.Só pega no pau para mijar ou enfiar em uma mulher.Sempre tive preferência pelos caralhos de maior porte e grossos. Para sexo anal ser gostoso tem que preencher o cu de forma que fique um bom tempo relaxado e com memória do pau que levou.É uma delicia umas horas depois que você levou bastante estocadas fortes de um pau grosso no cu e apertar o cu e lembar do pauzão que te fodeu e ficar com vontade de levar mais de novo. Tenho atualmente 23 anos e me casei com o Matheus quando eu estava com 20 anos. Ainda não temos filhos.Estou tomando a pílula e esperamos um momento mais apropriado para te-los.Meu marido nunca me comeu no cu. A religião dele não permite isso. Ele é Adventista do sétimo dia e dentre algumas das doutrinas desta religião ele não trabalha aos Sábados, não toma café,não fuma,não bebe,etc e sexo é para procriar.Por isso, não perco alguma oportunidade de satisfazer meus desejos,principalmente no tocante ao sexo anal que adoro. Trabalho em uma pequena empresa de Informática,onde sou gerente e coordenadora de dois consultores vendedores de sistemas e dois técnicos de campo.No total somos meu chefe,quatro funcionários e eu.Durante o dia todos os dois técnicos e os dois consultores saem para atender os chamados e agendamentos dos clientes. Eu e meu chefinho gostoso passamos o dia todo sozinhos e tendo momentos deliciosos juntos. Estou nesta empresa já fazem dois anos, entrei um pouco depois que me casei,para ajudar nas despezas de casa. Já praticamente tive o meu salário dobrado. Meu chefe é um homem bem alto,bonito de 38 anos,casado e tem dois filhos adolescentes. Nos finais de ano sempre tem aqui no escritório uma reunião em que todos os familiares comparecem para uma confraternização.Vem meu marido, a esposa do meu chefe e os dois filhos e as famílias dos técnicos e dos consultores de sistema.A mulher do meu chefe é uma mulher meia gordinha do tipo perua. Ela usa uns vestidos coloridos tipo vermelho,amarelo, verde, que fica parecendo um butijão de gás encapado.Manja aquelas capas de plástico colorido que a gente cobre o butijão de gás. É uma mulher em forma “de coxinha”. Deve ser um sacrifício meu chefe comer aquela gorda da mulher dele. AAfff. .. deus me livre... Não é por menos que desde os meus primeiros dias de trabalho,o meu chefe me olhava com olhos de fome e cobiça. Modestia a parte sou uma mulher bonita e gostosa.Meu chefe me assediou e eu cedi às investidas dele desde o inicio. Não me arrependi,pois ele é um homem bastante vigoroso com um pau delicioso que deixa o meu cu super satisfeito. Toda tarde fazemos alguma coisa gostosa e picante juntos. Do tipo ,ele desce até o andar de baixo(aqui é um sobrado de dois andares),vem até a minha mesa,da uma conferida se está tudo livre ,se estamos sozinhos no escritório, e começa a me beijar o pescoço ,as orelhas, passar as mãos nos meus seios, e após abrir o cinto da calça e por o caralhão duro para fora, levanta a minha saia, abaixa a minha calcinha,me apoia sobre a mesa e me senta o pau na minha bunda. Me dá estocadas no cu até eu gozar gostoso. Me dá uma grande esporrada dentro bem no fundo e meio ofegante veste a calça de volta e me dá um beijinho tipo selinho nos lábios e me fala que mais tarde ele volta de novo.Me levanto meia molinha e tampando o anus com a mão para não vazar esperma no chão,vou até o banheiro e fico sentada no vaso um bom tempo com o cu bem frouxo tentando cagar o esperma fora.Nem sempre sai tudo.Gosto de por o dedo na entrada do anus para conferir o buraco que ficou.Quase sempre em seguida a levar o pau no meu chefe no cu, ele fica bem relaxado e fazendo um bico enorme para fora.Não sei se toda mulher sabe que no anus temos dois esfincterers.Ou seja,aqueles anéis de músculo que faz o anus fechar. Temos um bem na portinha, aquele que quando apertamos o cu fecha e abre e quase um palmo pra cima do intestino temos o segundo esfíncter, um outro anel de músculo um pouco antes do intestino dobrar. Porque estou explicando isto.É que quando o cara goza dentro do nosso anus entre os esfíncteres, o esperma tende a escorrer fácil para fora do anus, e quando o cara tem um pau meio comprido e quando vai ejacular enfia o pau bem no fundo,passando o segundo esfíncter, o esperma fica preso lá dentro e não escorre para fora. Tem vez que o meu chefe não me procura durante a manhã toda e quando volto do almoço e vai chegando o meio da tarde,dou um jeito de atiçar ele. Me preparo aqui em baixo antes de subir na sala dele. Deixo meus seios para fora da blusa, tiro a parte de baixo, a calçinha, e fico só com as minhas sandalinhas rasteiras que gosto de usar com os pés bem à mostra e bem feitos com as unhas bem coloridas.Pego na minha bolsa um frasco de creme hidratante e passo creme no meu cu para lubrificar e subo as escadas em direção á sala do meu chefe. Detalhe,ficamos bem à vontade pois a porta de entrada é aquela do tipo que quando bate fecha e trava, e para alguém entrar, aperta a campainha e após apertarmos um botão a porta abre. E também é norma da empresa ,assim que algum funcionário termina um atendimento a cliente, liga para informar o horário do término e a hora que estará retornando ao escritório . Após bater na porta da sala do meu chefe, entro e com uma vozinha bem romântica e tesuda digo a ele: “chefinho... eu estou com vontade de fazer gostosinho... Quero sentar no colo do meu chefinho...” E fico andando pela sala rebolando e me exibindo para ele se excitar. Vou até a janela da sala e arrebito a bunda para trás e abro com as mãos para mostrar o cu e a boceta para ele. Ele já fica todo ligadão e sorridente e se aproxima e começa a me chupar os peitos e dedilhar a minha boceta. Nesta sala dele tem um sofazão de três lugares bem confortável de couro preto, que quando ele me come a boceta é nele que eu me deito com as pernas abertas e ele deita em cima e me soca a rola. Como entrei na sala pedindo para sentar na rola dele, depois dele me comer a boceta no sofá durante uma meia hora dando bombadas fortes e bem fundas na minha vagina ,ele se levantou exibindo o pau enorme e duro apontando para a frente,sentou se na cadeira tipo presidente daquelas com encosto bem alto de cabeça, fez um sinal me chamando para sentar no pauzão dele. Me aproximei, mirei a cabeça do pau dele bem na entrada do meu cu e sentei com tudo.Senti o pau entrar até o fundo e passar o segundo esfíncter .Até dei um gritinho e fiquei com as minhas pernas sobre as dele e com os meus pezinhos pendurados na metade das pernas dele. Fiquei um tempo com os olhos fechados só sentindo o pau pulsar dentro do meu intestino. Enquanto o meu chefe ficava me bolinando nos seios e lambendo a minha orelha e meu pescoço e falando no meu ouvido: “minha putinha safada... minha vagabunda do cu guloso... Gosta de levar o minha rola na bunda,não é....” Eu respondo: “adoro.... meu cu é só seu meu chefinho gostoso.... Nem meu marido come ele.... só você fode ele...” “me dá porra nele... quero ir pra casa com porra dentro do cu...” Antes de esporrar meu chefe se levanta comigo grudada nele ,e sem tirar o pau de dentro do meu cu, fica andando comigo grudada nele pela sala e me dando estocadas com força no meu rabo. Meu cu vai ficando quente por dentro e vai dando uma vontade de cagar que não passa e só aumenta. Vai dando uma dorzinha e começa a arder um pouco,mas eu não reclamo e aquento firme.Na hora a gente até sofre um pouco,mas quanto mais a gente aquenta o cara foder bastante rápido e com força, mais gostoso fica depois a sensação que fica no cu .Até algumas horas depois o cu fica bem arrombadinho,relaxado e frouxo.No dia seguinte começa a dar um tesão de sentir tudo de novo.Acho que é por isso que dizem que vicia. O cu acostuma,gosta e quer sempre mais de novo.E o tamanho e a grossura do pau do cara também vicia. Depois que a gente se acostuma a um pau meio grosso e grande, não dá pra voltar atrás com os menores, tem que ser dali para frente, ou seja dá vontade de experimentar paus cada vez maiores. Ele me dá assim com tanta força e vigor que os meus peitos ficam pulando e balançando pra cima ,pra baixo e para os lados, e até dói um pouco e eu preciso segurar com as mãos. Vai me dando um arrepio na coluna toda e quase em seguida gozo forte de não enchergar nada na minha frente durante alguns segundos. Para finalizar ele me põe deitada no sofá, e continua bombando o pau no meu cu bem rápido até gozar jatos fartos de esperma quentinho bem no fundo. Me levanto meia tanta e mole, tampando o cu com a mão para não vazar nada, e com uma carinha de sofrimento digo ao meu chefinho: “Aaii... chefinho.... você judiou de mim hoje...” Ele: “é mesmo... minha putinha sofreu na pica do papai hoje,foi....? Eu: “eu gosto assim... dói mas é gostoso... faz sempre assim que eu aquento e gosto quando dói um pouco...” Andando com as pernas meia mole, desço as escadas e vou ao banheiro tentar cagar o esperma de dentro do meu intestino, apesar de não sair quase nada,já que o meu chefe sempre ejacula bem no fundo do meu intestino. À noite em casa ,fico curtindo a sensação que fica no meu cu enquanto assisto TV e converço com o meu marido. Fico apertando e relaxando o anus e lembrando do que aconteceu durante o dia no escritório.Fico pensando que estou ao lado do meu marido ,com o meu cu todo cheio de porra e todo relaxado sem pregas de tanto levar a rola do meu chefe nele. Às vezes meu marido me pega com um sorrisinho no rosto e ele me pergunta do que eu estou rindo.Claro que ele não pode nem sonhar em saber de nada. Tenho uma fantasia de convidar o meu chefe para ficarmos juntos aqui em casa um dia. Meu marido, com uma certa frequência fica uns três ou quatro dias fora em cidadezinhas do interior do estado em missão evangélica com o pessoal da igreja que ele congrega. Fico imaginando eu e meu chefe aqui em casa tendo momentos de sexo bem a vontade. Tenho a fantasia do meu chefe me foder na minha cama onde durmo com o meu marido. Fico super excitada quando imagino isso acontecendo. Ou então na sala sentada assistindo TV no colo dele ,rebolando com o pau dele todo dentro do meu cu . Eu tenho consciência que sou meia vagabunda e dou fácil. Quando o cara me olha com tesão e me diz algum elogio, dizendo que sou bonita , que gostou de mim,etc, é só me levar para algum lugar apropriado que dou mesmo,principalmente o cu. Apesar de ainda ser nova, quanto mais o tempo passa , mais pego gosto em levar uma piroca no cu. O problema é que casei com um cara muito diferente de mim. Apesar de gostar dele, somos um oposto ao outro. #10 - 06-06-2015 - 10:34 AM por Erminia Manik - reportar abuso

Coloque aqui o Seu Comentário sobre este conto:

Seu Nome:

Comentário:

Código anti-spam:      (reescreva o código à esquerda)